Concurso Prefeitura de Belo Horizonte (BH) 2021 Concurso Aberto

Orgão: Prefeitura de Belo Horizonte
Nº vagas: 1084
Taxa de inscrição: De R$ 70,00 Até R$ 110,00
Cargos: Médico, Técnico de Enfermagem, Agente comunitário da saúde, Farmacêutico
Áreas de Atuação: Saúde
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1400,13 Até R$ 8466,82
Organizadora: RBO
Estados com Vagas: MG
Cidades: Belo Horizonte - MG

Publicado em 20/09/2018, às 11h49 - Atualizado em 31/12/2020, às 08h43


Saíram os editais do novo concurso da Prefeitura de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. O total de oportunidades desse concurso é 1.084 vagas, além de formar cadastro de reserva em cargos de ensino médio, técnico e superior para ingresso na Secretaria Municipal de Saúde. As inscrições vão de 05 de março até 03 de abril de 2021, pela internet, no endereço eletrônico www.rboconcursos.com.br. A taxa custa R$ 70,00 para cargos de níveis médio e técnico e R$ 110,00 para nível superior.

 

Mais informações:

 

  • Distribuição das vagas
  • Atribuições dos cargos
  • Conteúdo programático
  • Acompanhamento

 

Distribuição das vagas

As vagas oferecidas são: Cirurgião Dentista (Cirurgia Traumatologia Buco Maxilo Facial, Clínico Geral, Dentística, Endodontia, Odontologia Pacientes com Necessidades Especiais, Odontopediatria, Periodontia e Prótese Dental), Enfermeiro, Enfermeiro Epidemiologia, Fiscal Sanitário Municipal (Nível Superior, Farmácia-Bioquímica, Medicina e Medicina Veterinária), Médico (Acupunturista, Alergia e Imunologia, Alergia e Imunologia Pediátrica, Anátomo Patologia/Citopatologia, Angiologia/Cirurgia Vascular, Cardiologia, Cardiologia Pediátrica, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Plástica, Clínico, Coloproctologista, Dermatologia, Ecocardiografia, Endocrinologia e Metabologia, Endocrinologia e Metabologia Pediatra, Endoscopia Digestiva Alta, Epidemiologia, Gastroenterologia, Gastroenterologia Pediátrica, Generalista, Geneticista, Geriatria, Ginecologia e Obstetrícia, Hematologia/Hemoterapia, Hematologia/Hemoterapia Pediátrica, Homeopatia, Infectologia, Infectologia Infantil, Intensivista, Mastologia, Medicina do Trabalho, Medicina Física e Reabilitação, Nefrologia, Nefrologia Pediátrica, Neurocirurgia, Neurologia, Neurologia Pediátrica, Oftalmologia, Ortopedia Traumatologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Pneumologia, Pneumologia Pediátrica, Psiquiatria, Psiquiatria Infantil, Radiologia e Diagnóstico Por Imagem, Reumatologia, Reumatologia Pediátrica e Urologista).

Vagas para os cargos de Técnico de Enfermagem, Técnico de Laboratório, Técnico de Radiologia, Técnico em Citopatologia, Técnico em Higiene Bucal, Técnico em Ortóptica, Técnico em Ótica, Técnico em Prótese Dental, Assistente Social, Biólogo, Educador Físico, Farmacêutico Bioquímico Análises Clínicas, Farmacêutico Bioquímico Medicamentos, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Gestão em Serviços de Saúde, Nutricionista, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Veterinário e Agente Comunitário de Saúde.

 

Atribuições de alguns cargos

Agente Comunitário de Saúde – ações de promoção e educação para a saúde individual e coletiva, atividades de vigilância em saúde de prevenção e controle de doenças, observado o disposto no Art. 3º da Lei Federal nº 11.350, de 5 de outubro de 2006 e regulamentos próprios da Secretaria Municipal de Saúde.

Cirurgião Dentista – Executar atividades profissionais da área da Saúde correspondentes à sua especialidade, tais como tratamentos cirúrgicos e outros relativos às diversas especializações odontológicas, bem como as de profilaxia e de higiene bucal, observadas as normas de segurança e higiene do trabalho; Executar atividades de vigilância à saúde; Participar do planejamento, coordenação e execução dos programas, estudos, pesquisas e outras atividades de saúde, articulando-se com as diversas instituições para a implementação das ações integradas; Participar do planejamento, elaboração e execução de programas de treinamento em serviço e de capacitação de recursos humanos; Participar e realizar reuniões e práticas educativos junto à comunidade; Integrar equipe multiprofissional, promovendo a operacionalização dos serviços, para assegurar o efetivo atendimento às necessidades da população.

Médico – Executar atividades profissionais da área da saúde correspondentes à sua especialidade, tais como diagnósticos, prescrição de medicamentos, tratamentos clínicos preventivos ou profiláticos, exames pré-admissionais de candidatos nomeados para cargos públicos na administração municipal, perícias para fins de concessão de licenças e aposentadorias, observadas as normas de segurança e higiene do trabalho; executar atividades de vigilância à saúde; participar do planejamento, coordenação e execução dos programas, estudos, pesquisas e outras atividades de saúde; participar do planejamento da assistência à saúde, articulando-se com as diversas instituições para a implementação das ações integradas; participar do planejamento, elaboração e execução de programas de treinamentos em serviço e de capacitação de recursos humanos; participar e realizar reuniões e práticas educativas junto à comunidade; integrar equipe multiprofissional, promovendo a operacionalização dos serviços, para assegurar o efetivo atendimento das necessidades e das demandas da população.

Técnico de Serviços de Saúde – Executar atividades, individualmente ou em equipe, operacionais e de apoio na área da saúde pública, correspondentes à sua especialidade, observadas a respectiva regulamentação profissional e as normas de segurança e higiene do trabalho; Executar atividades de vigilância à saúde; Participar da execução de programas, estudos e pesquisas e de outras atividades de saúde; Participar de treinamentos de pessoal auxiliar; Realizar reuniões e práticas educativas junto à comunidade; Zelar pela manutenção e conservação de materiais e equipamentos utilizados; Elaborar relatórios de suas atividades; Integrar equipe multiprofissional, promovendo a operacionalização dos serviços, para assegurar o efetivo atendimento às necessidades da população.

Técnico Superior de Saúde – Executar atividades, individualmente ou em equipe, técnicas ou científicas na área da saúde pública, correspondentes à sua especialidade, observada a respectiva regulamentação profissional e as normas de segurança e higiene do trabalho; Executar atividades de vigilância à saúde e zelar pelo cumprimento das normas de vigilância epidemiológica e sanitária; Participar do planejamento, coordenação e execução dos programas, estudos, pesquisas e outras atividades de saúde, articulando-se com as diversas instituições para a implementação das ações integradas; Participar do planejamento, elaboração e execução de programas de treinamento em serviço e de capacitação de recursos humanos; Participar e realizar reuniões e práticas educativas junto à comunidade; Integrar equipe multiprofissional, promovendo a operacionalização dos serviços, para assegurar o efetivo atendimento às necessidades da população.

Fiscal Sanitário Municipal e Fiscal Sanitário Municipal de Nível Superior – O exercício do poder de polícia administrativo sanitário do Município para fiscalização dos serviços e das atividades sujeitos ao licenciamento sanitário em imóveis residenciais e comerciais edificados; estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços; veículos de transporte e de serviços e em qualquer local, público ou privado, onde se fizer necessária a vigilância sanitária; demais atribuições conforme a Lei Municipal nº 8.788 de 2004.

 

Conteúdo programático parcial

Cirurgião Dentista - Cirurgia Traumatologia Buco Maxilo Facial - "1-. Bases morfológicas crânio-faciais; 2. Crescimento e desenvolvimento crânio-facial; 3. Ergonomia e instrumentação cirúrgica; 4. Homeostasia e metabolismo; 5. Reparação Tecidual; 6. Semiologia aplicada à Odontologia; 7. Fisiopatologia do sistema estomatognático; 8. Avaliação e cuidados pré, trans e pós-operatórios; 9. Princípios de Cirurgia; Acessos cirúrgicos; 10. Afecções radiculares e perirradiculares; cirurgias periapicais; 11. Cirurgias pré-protéticas; 12. Exodontias; 13. Infecções bucais da região de cabeça e pescoço; 14. Anestesia locorregional oral: técnicas; anestésicos locais - farmacologia, indicações e contra-indicações, doses máximas recomendadas; acidentes e complicações; tratamento das complicações; medicação de urgência; 15. Biópsias; 16. Cirurgia das Glândulas Salivares, de Cistos e Tumores Odontogênicos; 17. Cirurgia com finalidade ortodôntica e protética; 18. Cirurgia ortognática; 19. Exodontias; 20. Cirurgias dos terceiros molares: Indicações, técnicas cirúrgicas, complicações e tratamentos, 2edicações pré e pós-operatórias; 21. Cistos: Diagnóstico e tratamento; 22. Desordens, Transtornos ou Doenças Temporomandibulares; 23. Doenças das glândulas salivares; 24. Primeiros Socorros; 25. Urgências em Odontologia; 26. Estomatologia; 27. Terapêutica Medicamentosa e Farmacologia aplicada à odontologia; 28. Lesões de origem traumática na área buco-maxilofacial; 29. Más-formações congênitas ou adquiridas dos maxilares e da mandíbula; 30. Diagnóstico por Imagem: Indicações, técnicas e interpretação; 31. Trauma dental: classificação, prognóstico e tratamento; 32. Reimplantes dentários: prognóstico e tratamento; 33. Transplantes dentários; 34. Tratamento Restaurador Atraumático: conceito, abordagem, materiais restauradores adesivos com abordagem mínima; 35. Tumores benignos e malignos da cavidade bucal, atuação integrada com equipe de oncologia. 36. Relações humanas no trabalho; 37. Ética profissional e legislação; 38. Políticas de Saúde Bucal no Brasil; 39. O Cirurgião-Dentista no Programa de Saúde da Família; 40. Biossegurança, ergonomia e controle de infecção no consultório; 41. Organização dos serviços de saúde bucal em Belo Horizonte."

Enfermeiro: 1. Ética e Legislação Profissional; 2. Supervisão do técnico de enfermagem, supervisão do agente comunitário de saúde, supervisão e organização dos setores e serviços da APS. 3. Gestão do cuidado no território diretrizes e princípios. 4. A assistência integral à saúde da criança, mulher, homem, saúde mental, idoso, adolescente e trabalhador. 5. Assistência de Enfermagem na prevenção e controle de doenças infectocontagiosas, sexualmente transmissíveis e de doenças crônicas e degenerativas; 6. Assistência de Enfermagem nas alterações clínicas em situações de urgência e emergência. 7. Demanda espontânea na APS. 8. Cuidados de Enfermagem em curativos e coberturas especiais; 9. Diagnóstico, planejamento e prescrição de enfermagem; 10. Epidemiologia, vigilância epidemiológica e vigilância em saúde; 11. Imunização, rede de frio, cuidados e atuação da Equipe de Enfermagem; 12. Princípios da administração de medicamentos e cuidados de enfermagem, relacionados à terapêutica medicamentosa; 13. Processo de trabalho em saúde; o trabalho em equipe; atribuições do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família e Atenção Básica; 14. Estrutura organizacional do serviço de emergência hospitalar e pré-hospitalar. 15. Diretrizes das Unidade de Pronto Atendimento, UPA 24 horas. 16. Segurança do paciente segurança do paciente. 17. Acolhimento com Classificação de Risco. 18. Enfermagem em Urgências e Emergências: Neurológicas (crise convulsiva, acidente vascular encefálico); Respiratórias, Cardiovasculares, Traumáticas (queimaduras, choque elétrico, fraturas e politraumatizado), Urológicas, Ginecológicas, Parada Cardiorrespiratória (Suporte Básico e Avançado de Vida), Pediátricas, Intoxicações exógenas e acidentes com animais peçonhentos –

Fiscal Sanitário Municipal de Nível Superior - Farmácia-Bioquímico: 1. Conhecimento do Sistema único de Saúde; 2. Organização dos serviços de saúde no Brasil e em BH; 3. Conceitos de política de promoção, prevenção e reabilitação da saúde; 4. Noções de controle social no SUS; 5. Controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade; 6. Conhecimento nos limites individualizados para

as despesas primárias para cada exercício do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário; 7. Evolução da vigilância sanitária no Brasil; 8. Vigilância Sanitária (VISA): Conceitos básicos, áreas de abrangência, funções, organização da VISA nas esferas de governo, organização do sistema nacional de VISA; 9. Conhecimentos gerais sobre responsabilidades e diretrizes para execução e financiamento das ações de vigilância em saúde e vigilância sanitária; 10. Procedimentos técnicos e avaliação de sistemas de vigilância epidemiológica; 11. Investigação epidemiológica de casos e epidemias; 12. Estrutura para respostas às emergências em saúde; 13. Sistemas de informação em saúde e vigilância epidemiológica; 14. Classificação de grau de risco sobre as atividades econômicas sujeitas a VISA para fins de licenciamento; 15. Construção do PDVSA: Vigilância no conceito do SUS, Organização e gestão do SNVS no âmbito do SUS, Ação regulatória: produtos, serviços e ambientes, A VISA na atenção integral à saúde, Produção de conhecimento, Construção da consciência sanitária, Mobilização, participação e controle social; 16. Organização da vigilância sanitária nas três esferas de governo. 17. Conhecimento sobre o Programa de Controle de Infecções hospitalares; 18. Conhecimentos gerais sobre o Programa Nacional de Segurança do Paciente Instituição e objetivos do PNSP; 19. Boas Práticas de Funcionamento para os Serviços de Saúde; 20. Processo de licenciamento sanitário simplificado; 20; Conhecimentos gerais sobre normas municipais de ordem pública e de interesse social que regulamentam as atividades relacionadas á saúde, desenvolvidas por entidades públicas e privadas no município; 21. Conhecimentos específicos sobre normas sanitárias que regem a fabricação e o comércio de alimentos; 22. Conhecimentos específicos sobre as normas sanitárias que regem o comércio de drogas para consumo humano; 23. Processamento de produtos para saúde; 24. Controle Sanitário do Comércio de Drogas, Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Correlatos; 25. Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados – SNGPC; 26. Manuseio seguro de quimioterápicos: requisitos mínimos para o funcionamento de um serviço de terapia antineoplásica; risco ocupacional/biossegurança, acidente com derramamento de quimioterápico, vias de exposições básicas, descarte de resíduos quimioterápicos; manuseio de excretas, saúde ocupacional, transporte seguro; 27. Conceitos de limpeza e desinfecção esterilização. Objetivos; indicação; material necessário; limpeza; desinfecção, soluções químicas utilizadas na limpeza de equipamentos e acessórios e reprocessamento de produto a médicos; 28. Segurança do paciente em serviços de saúde: limpeza e desinfecção de superfícies; 29. Segurança do paciente e qualidade em serviços de saúde: assistência segura: uma reflexão teórica aplicada a prática;

Médico - Alergia e Imunologia : "1- MANICA, J. ... [et al.]. Anestesiologia Princípios e Técnicas. 4ª Ed Porto Alegre: ArtMed, 2018; 2- CANGIANI, LM.; POSSO I.P.; BRAGA G.M. Tratado de Anestegiologia – SAESP. 6ª Ed São Paulo: Ed Atheneu, 2006. Volume I e II; 3- MILLER, RD.; COHEN, N. H.; ERIKSSON, L.I. ... [et al.]. Miller’s Anesthesia. 8 ª ed. Saunders, 2015; 4- BARASH, PG.; CULLEN, B. F.; STOELTING, R. K. ... [et al.]. Clinical Anesthesia. 7 ª ed. LWW, 2013; 5- BUTTERWORTH, J.; MACKEY, DC. WASNICK, J. Morgan and Mikhail's Clinical Anesthesiology. 5 ª ed. McGraw-Hill Education, 2013; 6- CANGIANI, LM.; SLULLITEL, A.; POTÉRIO, GMB. ... [et al.]. Tratado de Anestesiologia. Atheneu, 2011; 7- BAGATINI, A ... [et al.]. Bases do ensino da anestesiologia. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Anestesiologia, 2016; 8- Código de Ética Médica - RESOLUÇÃO CFM Nº 1.931/09 de 17 de setembro de 2009; 9- Conselho Federal de Medicina. Resolução CFM 2174/2017: Brasília, 2018. Disponível em: https://sistemas.cfm.org.br/normas/visualizar/resolucoes/BR/2017/2174 4." - BIBLIOGRAFIA: "1. SOLÉ, D; BERND, LAG; ROSÁRIO FILHO, NA. Tratado de Alergia e Imunologia Clínica. São Paulo: Editora Atheneu, 2011; 2. MIDDLETON Jr. E ... [et al.]. Middleton´Allergy: Principles and Practice, 8th Ed, 2013; 3. GRAMMER, LC; GREENBERGER, PA: Patterson's Allergic Diseases (Allergic Diseases: Diagnosis & Management), 7th edition, 2009; 4. CASTRO, FFM. Rinite Alérgica – Modernas Abordagens para uma clássica questão, Lemos Editorial; 5. FORTE, WCN, Imunologia do Básico ao Aplicado, Artmed, 3ª edição; 6. CASTRO, FM; JACOB, CMA; CASTRO, APBM; YANG AC. Alergia Alimentar 1ª edição. Manole, 2010; 7. GELLER, M; SCHEINBERG, MA. Diagnóstico e Tratamento das Doenças Imunológicas – 2ª edição – Rio de Janeiro: Elsevier, 2015; 8. KALIL J; MOTTA, AA; AGONDI R. Alergia e Imunologia- Aplicação Clínica. 1ª edição. Atheneu, 2015; 9. Código de Ética Médica - RESOLUÇÃO CFM Nº 1.931/09 de 17 de setembro de 2009."

 

Acompanhamento

+++ A equipe JC Concursos apresenta o resumo do Concurso da Prefeitura de Belo Horizonte (MG) nesta página. O conteúdo programático e as atribuições na íntegra podem ser conferidos no edital abaixo, disponível entre os anexos.

 


Cronograma

Abertura das inscrições05/03/2021
Encerramento das inscrições03/04/2021
Prova30/05/2021

Notícias do concurso Prefeitura de Belo Horizonte (BH) 2021

Edital e Anexos

Abertura (31/12/2020) Edital 1
Abertura (31/12/2020) Edital 2

Provas Prefeitura de Belo Horizonte

Nenhuma prova encontrada

Provas RBO - RBO Assessoria Pública e Projetos Municipais

Nenhuma prova encontrada

Sobre Prefeitura de Belo Horizonte

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas