Concurso Prefeitura Francisco Morato (SP) 2019 Em andamento

Orgão: Prefeitura Francisco Morato
Nº vagas: 164
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Assistente, Coordenador, Supervisor
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 3389,00 Até R$ 5163,00
Organizadora: Nosso Rumo
Estados com Vagas: SP
Cidades: Francisco Morato - SP

1,00(20.0%)1 voto(s)

Publicado em 14/06/2019, às 12h00 - Atualizado em 04/11/2019, às 17h00


O edital do concurso da Prefeitura de Francisco Morato, cidade localizada no Estado de São Paulo (SP), visa o provimento de 164 vagas para a área da educação.

Ofertas estão distribuídas entre os cargos de assistente técnico pedagógico (10 vagas), coordenador pedagógico (49), diretor de escola (42), orientador educacional (12), supervisor de ensino (9) e vice-diretor de escola (42). A exigência é de nível superior e os vencimentos variam de R$ 3.389,05 a R$ 5.163,57.

As inscrições serão recebidas até o dia 4 de outubro de 2019, pelo site do Instituto Nosso Rumo (www.nossorumo.org.br). Todos os inscritos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

Informações complementares

Atribuições de alguns cargos

Assistente técnico pedagógico: Promover a integração interdisciplinar dos diversos recursos existentes, com os conteúdos estabelecidos e enunciados nos diversos programas e projetos educacionais especiais das Unidades Escolares Municipais; integrar as ações pedagógicas, didáticas e tecnológicas desenvolvidas nas Unidades Escolares Municipais, com vistas à melhoria da qualidade do ensino; elaborar, conjuntamente, com os Coordenadores Pedagógicos das Unidades Escolares Municipais, o planejamento e a execução do Plano de Trabalho da Oficina Pedagógica, de acordo com as atribuições previstas na legislação; Melhorar a qualidade do processo de ensino-aprendizagem, através da criação de um ambiente escolar que favoreça a incorporação adequada das novas tecnologias e que propicie uma educação voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico; propor e coordenar as atividades de aperfeiçoamento e atualização dos professores, funcionários em geral e demais interessados à Secretaria Municipal de Educação; elaborar documentos, planos e projetos solicitados e determinados pela Secretaria Municipal de Educação; levantar as necessidades de recursos didáticos, pedagógicos e tecnológicos e orientar a sua utilização, de acordo com as propostas de trabalho das várias áreas curriculares e das demais atividades.

Coordenador pedagógico: Integrar as ações pedagógicas, didáticas e tecnológicas desenvolvidas nas Unidades Escolares Municipais, com vistas à melhoria da qualidade do ensino; elaborar, conjuntamente, com os Supervisores de ensino e a Oficina Pedagógica, o planejamento e a execução do Plano de Trabalho da Oficina Pedagógica, de acordo com as atribuições previstas na legislação; melhorar a qualidade do processo de ensino-aprendizagem, através da criação de um ambiente escolar que favoreça a incorporação adequada das novas tecnologias e que propicie uma educação voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico; formular Plano de Trabalho com orientação, acompanhamento, controle e avaliação, para utilização dos equipamentos existentes e capacitação dos professores, alunos e demais usuários; elaborar documentos, planos e projetos solicitados e determinados pela Secretaria Municipal de Educação.

Conteúdo programático parcial

Comum a todos os cargos

  • Conhecimentos pedagógicos e legislação: Constituição da República Federativa do Brasil. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008), que estabelece diretrizes gerais da Educação Especial. Resolução CNE/CEB nº 4/2009, que institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado (AEE), na Educação Básica. Lei nº 10.639, de 09 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”. Lei Federal nº 11.494, de 20 de junho de 2007 – Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação – FUNDEB. Lei Complementar nº 144/2005, de 28 de dezembro de 2005, que dispõe sobre o estatuto do magistério público municipal e do plano de carreira e remuneração para os integrantes do magistério público municipal e dá outras providências correlatas. Lei nº 1.527/1994, de 10 de dezembro de 1994, que instaura o regime jurídico dos funcionários de Francisco Morato, das autarquias e fundações municipais. Lei nº 2233/2005, de 21 de dezembro de 2005, que aprova o regimento comum das unidades escolares municipais de Francisco Morato. Lei Complementar nº 276/2012, que institui o plano de carreira dos servidores públicos municipais de Francisco Morato e dá outras providências. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional (LDBEN). Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, que dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. História da Educação Brasileira: Escola, Estado e Sociedade: Política Educacional. Estrutura e Organização da Educação. Gestão Escolar Democrática: Projeto Pedagógico; Avaliação Institucional; Avaliação do processo de ensino e aprendizagem. Currículo: Currículo e ciclos do desenvolvimento humano; Currículo e os direitos dos educandos e dos educadores; Currículo, conhecimento e cultura; Currículo e avaliação; Currículo e Projeto Pedagógico; Currículo e Práticas Pedagógicas. Legislação Educacional Federal: Constituição Federal e emendas. Diretrizes Curriculares Nacionais: Educação Infantil; Ensino Fundamental; Ensino Médio; Educação de Jovens e Adultos. Lei nº 13.005/2014, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

Concurso da Prefeitura de Francisco Morato: dica de estudo

Acompanhamento

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso da Prefeitura de Francisco Morato nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações sobre conteúdo programático completo estão disponíveis abaixo, no edital anexado.


Cronograma

Abertura das inscrições27/09/2019
Encerramento das inscrições04/10/2019
Prova03/11/2019

Notícias do concurso Prefeitura Francisco Morato (SP) 2019

Edital e Anexos

Abertura (05/05/2017) Concurso Prefeitura de Francisco Morato 2017
Abertura (14/06/2019) Edital de abertura de inscrições 2019
Abertura (30/09/2019)

Provas Prefeitura Francisco Morato

Nenhuma prova encontrada

Provas Nosso Rumo

Nenhuma prova encontrada

Sobre Prefeitura Francisco Morato

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.


Comentários

Mais Lidas