Concurso PM SP 2019 - Aluno oficial Em andamento

Orgão: PM SP - Polícia Militar de São Paulo
Nº vagas: 190
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Oficial
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: De R$ 2988,00 Até R$ 2988,00
Organizadora: Vunesp
Estados com Vagas: SP

0,00(0.0%)0 voto(s)

Publicado em 22/03/2019, às 10h47 - Atualizado em 17/10/2019, às 09h07


O concurso da PM SP (Polícia Militar de São Paulo) preencherá 190 vagas de aluno oficial na Academia do Barro Branco. A seleção envolve as seguintes fases:

  • provas objetiva e de redação;
  • exame de aptidão física;
  • exames de saúde;
  • avaliação psicológica;
  • avaliação de conduta social;
  • análise de documentos. 

Os requisitos para participação incluem: ensino médio, idade de 17 a 30 anos e altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres. 

O que faz o oficial do Barro Branco

De acordo com o edital do concurso da PM SP, caberá aos servidores, após o curso de oficiais, a gestão e comando de pessoas e análise e administração de processos, por intermédio da utilização ampla de conhecimentos na busca de soluções para os variados problemas pertinentes às atividades jurídicas e administrativas de preservação da ordem pública e de polícia ostensiva, em conformidade com a filosofia de polícia comunitária e direitos humanos, além de outras definidas em lei, por intermédio da conclusão com aproveitamento do bacharelado em ciências policiais de segurança e ordem pública, destinado a formar, com solidez teórica e prática, o profissional ocupante do posto inicial de oficial.

O que estudar para a prova objetiva

Confira abaixo algumas das disciplinas que serão cobradas no concurso da PM SP:

  • História – 1. ANTIGUIDADE 1.1. Os povos do Oriente Próximo e suas organizações políticas. 1.2. As cidades-estados da Grécia. 1.3. Formação, desenvolvimento e declínio do Império Romano do Ocidente. 1.4. A vida socioeconômica e religiosa dos mesopotâmicos, egípcios, fenícios e hebreus. b1.5. O legado cultural dos gregos e dos romanos. 2. MUNDO MEDIEVAL 2.1. Formação e desenvolvimento do sistema feudal. 2.2. A organização política feudal; os reinos cristãos da Península Ibérica. 2.3. O crescimento comercial-urbano e a desagregação do feudalismo. 2.4. A Civilização Muçulmana. 2.5. O legado cultural do Mundo Medieval. 2.6. A Civilização Bizantina. 3. MUNDO MODERNO 3.1. A Renascença: a Reforma e a Contrarreforma. b3.2. A expansão marítimo-comercial e o processo de colonização da América, África e Ásia. 3.3. Formação e evolução das monarquias nacionais; as revoluções burguesas do século XVII; Iluminismo e Despotismo. 3.4. A política econômica mercantilista; a crise do sistema colonial e a independência no continente americano.  4. MUNDO CONTEMPORÂNEO4.1. A Revolução Francesa; o período napoleônico; os movimentos de independência das Colônias Latino-Americanas; o ideal europeu de unificação nacional. 4.2. A Revolução Industrial; a expansão e o universo capitalista; o apogeu da hegemonia europeia. 4.3. A corrida imperialista; a Primeira Guerra Mundial; a Revolução Russa de 1917 e a formação da URSS. 4.4. O período Entre Guerras; as democracias liberais e os regimes totalitários. 4.5. A Segunda Guerra Mundial; a descolonização afro-asiática; a Guerra Fria; a estrutura de espoliação da América Latina. 4.6. A fase do Pós-Guerra; os oprimidos do Terceiro Mundo; as grandes linhas do desenvolvimento científico e tecnológico do século XX. 4.7. O petróleo, o Oriente Médio e as lutas religiosas. 5. BRASIL COLÔNIA 5.1. A expansão marítima portuguesa e o descobrimento do Brasil; o reconhecimento geográfico e a exploração do pau-brasil; a ameaça externa e os primórdios da colonização. 5.2. A organização político-administrativa; a expansão territorial; os tratados de limites. 5.3. A agricultura de exportação como solução; a presença holandesa; a interiorização da colonização; a mineração e a economia colonial. 5.4. A sociedade colonial; os indígenas e a reação à conquista; as lutas dos negros; os movimentos nativistas. 5.5. A arte e a literatura da fase colonial; a ação missionária e a educação. 6. BRASIL IMPÉRIO 6.1. A crise do antigo sistema colonial e o processo de emancipação política do Brasil; o reconhecimento internacional. 6.2. O processo político no Primeiro Reinado; as rebeliões provinciais; a abdicação de D. Pedro I. 6.3. O centralismo político e os conflitos sociais do Período Regencial; a evolução político-administrativa do Segundo Reinado; a política externa e os conflitos latinoamericanos do século XIX.6.4. A sociedade brasileira da fase imperial, o surto do café, as transformaçõeseconômicas, a imigração, a abolição da escravidão, as questões religiosa e militar. 6.5. As manifestações culturais; as ciências, as artes e a literatura no período imperial. 7. BRASIL REPÚBLICA 7.1. A crise do sistema monárquico imperial e a solução republicana; a Constituição de 1891. 7.2. A Primeira República (1889-1930) e sua evolução político-administrativa; as dissidências oligárquicas e a Revolução de 1930; a vida econômica e os movimentos sociais no campo e nas cidades. 7.3. A Segunda República e sua trajetória político-institucional; do Estado Novo ao golpe militar de 1964; a curta experiência parlamentarista; as Constituições de 1946, 1967 e 1988. 7.4. As transformações socioeconômicas ao longo dos cem anos de vida republicana; o café e o processo de industrialização; as crises e as lutas operárias; o processo de internacionalização da economia brasileira e o endividamento externo. 7.5. Aspectos do desenvolvimento cultural e científico do Brasil no século XX. 7.6. A globalização e as questões ambientais.
  • Geografia – 1. A RELAÇÃO SOCIEDADE-NATUREZA 1.1. Os mecanismos da natureza. 1.2. Os recursos naturais e a sobrevivência do homem. 1.2.1. As desigualdades na distribuição e na apropriação dos recursos naturais no mundo. 1.2.2. O uso dos recursos naturais e a preservação do meio ambiente. 2. ESTRUTURAÇÃO ECONÔMICA, SOCIAL E POLÍTICA DO ESPAÇO MUNDIAL 2.1. Capitalismo, industrialização e transnacionalização do capital. 2.1.1. Economias industriais e não industriais: articulação e desigualdades. 2.1.2. As transformações na relação cidade-campo. 2.2. Industrialização e desenvolvimento tecnológico: dominação/subordinação político-econômica. 2.3. O papel do Estado e as organizações político-econômicas na produção do espaço. 2.4. Fundamentos econômicos, sociais e políticos da mobilidade espacial e do crescimento demográfico. 2.5. A divisão internacional e territorial do trabalho. 2.6. O fim da Guerra Fria. A desagregação da URSS. A nova ordem econômica mundial. 3. O PROCESSO DE OCUPAÇÃO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO BRASILEIRO 3.1. A formação territorial do Brasil e sua relação com a natureza. 3.2. O processo de industrialização brasileira e a internacionalização do capital. 3.2.1. Urbanização, metropolização e qualidade de vida. 3.2.2. Estrutura e produção agrária e impactos ambientais. 3.2.3. População: crescimento, estrutura e migrações, condições de vida e de trabalho. 3.3. O papel do Estado e as políticas territoriais. 3.4. A regionalização do Brasil: desenvolvimento desigual e combinado.
  • Filosofia – 1. INTRODUÇÃO À FILOSOFIA 1.1. História da Filosofia: instrumentos de pesquisa. 1.2. Introdução à Filosofia da Ciência. 1.3. Introdução à Filosofia da Cultura. 1.4. Introdução à Filosofia da Arte. 1.5. O intelecto: empirismo e criticismo. 1.6. Democracia e justiça. 1.7. Os direitos humanos. 2. FILOSOFIA E EDUCAÇÃO 2.1. O eu racional: introdução ao sujeito ético. 2.2. Introdução à bioética. 2.3. A técnica. 3. IMPORTÂNCIA DA FILOSOFIA PARA A CIDADANIA 3.1. O homem como um ser da natureza. 3.2. A concepção platônica da desigualdade. 3.3. A desigualdade segundo Rousseau.
  • Sociologia – 1. O HOMEM NA SOCIEDADE E A SOCIOLOGIA 1.1. Como pensar diferentes realidades. 1.2. O homem como ser social. 2. O QUE PERMITE AO HOMEM VIVER EM SOCIEDADE? 2.1. A inserção em grupos sociais: família, escola, vizinhança, trabalho. 2.2. Relações e interações sociais. 2.3. Socialização. 3. O QUE NOS UNE E O QUE NOS DIFERENCIA COMO HUMANOS? 3.1. O que nos diferencia como humanos. 3.2. Conteúdos simbólicos da vida humana: cultura. 3.3. Características da cultura. 3.4. A humanidade na diferença. 4. O QUE NOS DESIGUALA COMO HUMANOS? 4.1. Etnias. 4.2. Classes sociais. 4.3. Gênero. 4.4. Geração. 5. A DIVERSIDADE SOCIAL BRASILEIRA 5.1. A população brasileira: diversidade nacional e regional. 5.2. O estrangeiro do ponto de vista sociológico. 5.3. A formação da diversidade: 5.3.1. Migração, emigração e imigração. 5.3.2. Aculturação e assimilação. 6. A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO NA VIDA SOCIAL BRASILEIRA. 6.1. O trabalho como mediação. 6.2. Divisão social do trabalho: 6.2.1. Divisão sexual e etária do trabalho. 6.2.2. Divisão manufatureira do trabalho. 6.3. Processo de trabalho e relações de trabalho. 6.4. Transformações no mundo do trabalho. 6.5. Emprego e desemprego na atualidade. 7. O HOMEM EM MEIO AOS SIGNIFICADOS DA VIOLÊNCIA NO BRASIL 7.1. Violências simbólicas, físicas e psicológicas. 7.2. Diferentes formas de violência: doméstica, sexual e na escola. 7.3. Razões para a violência. 8. CIDADANIA 8.1. O significado de ser cidadão ontem e hoje. 8.2. Direitos civis, direitos políticos, direitos sociais e direitos humanos. 8.3. A Constituição Brasileira e a Constituição Paulista. 8.4. A expansão da cidadania para grupos especiais: 8.4.1. Crianças e adolescentes, idosos e mulheres. 9. A ORGANIZAÇÃO POLÍTICA DO ESTADO BRASILEIRO 9.1. Estado e governo. 9.2. Sistemas de governo. 9.3. Organização dos poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. 10. A NÃO CIDADANIA. 10.1. Desumanização e coisificação do outro. 10.2. Reprodução da violência e da desigualdade social.

Cronograma

Abertura das inscrições22/04/2019
Encerramento das inscrições06/06/2019
Prova30/06/2019

Notícias do concurso PM SP 2019 - Aluno oficial

Edital e Anexos

Documento (15/04/2019) Edital de abertura

Provas PM SP - Polícia Militar de São Paulo

Nenhuma prova encontrada

Provas Vunesp

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
PM Soldado de 2ª classe
Vunesp
2018 Prova / Gabarito
Prefeitura Assistente Social
Vunesp
2018 Prova / Gabarito
Previdência Analista Previdenciario
Vunesp
2018 Prova / Gabarito
Prefeitura Contador
Vunesp
2018 Prova / Gabarito
Previdência Contador
Vunesp
2018 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Sobre PM SP - Polícia Militar de São Paulo

A Polícia Militar de São Paulo (PM SP) tem em sua função prioritária a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública no Estado de SP. Para fins de organização é uma força auxiliar e reserva do Exército Brasileiro, assim como os demais órgaos de segurança pública do Estado e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social brasileiro e está subordinada ao Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP).

Em 15 de dezembro de 1831, por lei da Assembleia Provincial, foi criado o Corpo de Guardas Municipais Permanentes, composto de cem praças a pé, e trinta praças a cavalo, em atendimento ao decreto Imperial baixado pelo Regente Feijó. A Polícia Militar, assim como o Corpo de Bombeiros, a Guarda Nacional, a Marinha e Exército Fixo, faziam parte da Força Pública do Estado de São Paulo. Seus integrantes são denominados militares estaduais (artigo 42 da CRFB), assim como os membros do Corpo de Bombeiros Militar de São Paulo (CB PMESP). Atualmente, em efetivo, é a maior polícia do Brasil e a terceira maior Instituição Militar da América Latina, contando com aproximadamente 100.000 policiais.

Sobre Vunesp

Criada em 1979, a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) possui personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos. A banca tem como principais atividades: planejar, organizar, executar e supervisionar o  vestibular da Unesp; realizar vestibulares e concursos diversos para outras instituições e promover as atividades de pesquisa e extensão de serviços à comunidade, na área educacional.


Comentários

Mais Lidas