Concurso Prefeitura de Tambaú (SP) Previsto

Orgão: Prefeitura Tambaú
Nº vagas: 30
Taxa de inscrição: De R$ 50,00 Até R$ 100,00
Cargos: Médico, Enfermeiro, Diretor de Escola
Áreas de Atuação: Saúde, Educação
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: Até R$ 6028,67
Estados com Vagas: SP
Cidades: Tambaú - SP

Publicado em 24/12/2020, às 08h17 - Atualizado em 08/01/2021, às 10h10


Concurso da Prefeitura de Tambaú (SP) oferece 30 vagas mais cadastro reserva em quatro cargos de ensino superior. Os vencimentos iniciais vão de R$ 2.792,41 a R$ 6.028,67, por jornadas de trabalho de 20 e 40 horas por semana. A Prefeitura oferece ainda vale-alimentação no valor de R$ 453,00 para todos e 20% de insalubridade para o cargo de Enfermeiro. As inscrições serão via internet até o dia 8 de janeiro de 2021.  

 

Mais informações:

 

 

Distribuição das vagas

Diretor Pedagógico (14) - Curso superior completo em Pedagogia, com Pós graduação na área de Educação e, no mínimo, cinco anos de efetivo exercício no magistério;

Diretor de Unidade Escolar (14) - Curso superior completo em Pedagogia, com Pós graduação na área de Educação e, no mínimo, cinco anos de efetivo exercício no magistério;

Enfermeiro (1) - Curso superior completo em Enfermagem e registro no COREN;

Médico do Trabalho (1) - Curso superior completo em Medicina, especialização em Medicina e Segurança do Trabalho e registro no CRM.

Das 30 vagas abertas, duas serão destinadas para os candidatos portadores de deficiência.

 

Atribuição dos cargos

DIRETOR PEDAGÓGICO: Responsabilizar-se pela Unidade Municipal de Educação nos horários não compatíveis com o do Diretor e em seus impedimentos legais; assessorar o Diretor em suas atividades diárias; organizar os registros dos resultados do processo de avaliação; orientar o acompanhamento, o controle e a avaliação das Propostas Pedagógicas na Unidade Escolar;  compatibilizar os projetos da área administrativa e pedagógicas, a nível interescolar, com a Coordenadoria de Educação; analisar os dados relativos à Unidade Escolar e elaborar alternativas de solução para os problemas específicos de cada nível e modalidade de ensino;  cumprir e fazer cumprir as disposições legais relativas à organização pedagógica e administrativa da Unidade Escolar, bem como as Normas e Diretrizes emanadas de órgãos superiores; elaborar pareceres, realizar estudos e desenvolver atividades relacionadas à direção pedagógica; colaborar na difusão e implementação de projetos e programas elaborados pelos órgãos superiores; participar de reuniões com os membros das equipes escolares, buscando em parceria com os mesmos, as formas mais adequadas de aprimoramento do trabalho escolar e a consolidação da identidade escolar; acompanhar e subsidiar o Diretor de Unidade Escolar na identificação das necessidades gerais da Unidade Escolar; trabalhar obrigatoriamente assuntos voltados para a diversidade racial; promover, implementar e gerir estudos e pesquisas de natureza técnica, administrativa e pedagógicas; promover a articulação entre a Unidade Escolar, família e comunidade; garantir a participação da comunidade na reconstrução e efetivação do Projeto Político Pedagógico; analisar o diagnóstico da Unidade Escolar em conjunto com a comunidade escolar, identificando o contexto socioeconômico e cultural em que os alunos vivem; gerir e implementar a elaboração do planejamento curricular, garantindo que a realidade do aluno seja o ponto de partida e o redimensionador permanente do currículo; implementar e fiscalizar a articulação teoria prática pedagógica; garantir para que a avaliação se desloque do aluno para o processo pedagógico, como um todo, visando o replanejamento deste; promover a reflexão sobre as consequências sociais do processo de rotulação, discriminação e exclusão do aluno economicamente carente; estimular a reflexão coletiva de valores (ética, cidadania, liberdade, justiça e comprometimento social); comprometer-se com o encaminhamento dos alunos com problemas de saúde física, mental e audiovisual, buscando a integração e interação dos mesmos no ensino regular; Organizar e gerir os cuidados com as crianças nas refeições, alimentando-as e orientando-as sobre o comportamento à mesa.

DIRETOR DE UNIDADE ESCOLAR: Representar oficialmente a Unidade Municipal de Educação perante entidades, órgãos governamentais e outros; assegurar o cumprimento da legislação em vigor e determinações legais das autoridades competentes; presidir e gerenciar as atividades escolares e instituições complementares, responsabilizando-se por seu funcionamento;  garantir a implementação e o cumprimento das diretrizes da Coordenadoria de Educação e atender suas convocações e/ou solicitações; 5 – coordenar a elaboração coletiva da proposta pedagógica da Unidade Municipal de Educação, assegurando sua implementação, bem como os mecanismos de acompanhamento e avaliação; analisar os resultados das avaliações e coordenar ações que visem a melhoria da qualidade de ensino;  responsabilizar-se pelas reuniões de equipe técnica e equipe escolar elaborando e discutindo as pautas de reuniões semanais, garantindo a operacionalização das ações; coordenar as reuniões pedagógicas semanais na ausência do Diretor Pedagógico; presidir as reuniões de Conselho de Classe estabelecidas em calendário escolar, bem como aquelas que se fizerem necessárias no decorrer do ano letivo; convocar e presidir as reuniões com o corpo docente, corpo de funcionários, núcleo administrativo e operacional e instituições auxiliares; garantir o cumprimento do calendário escolar; articular a integração da Unidade Municipal de Educação com as famílias e a comunidade; garantir informações aos pais e responsáveis sobre a frequência, avaliação e processo de aprendizagem; comunicar ao Conselho Tutelar, por meio de relatórios, os casos de: a) maus tratos; b) omissão dos pais; c) reiteração de faltas injustificadas;

ENFERMEIRO: Executar diversas tarefas de enfermagem como: administração de sangue e plasma, controle de pressão arterial, aplicação de respiradores artificiais e outros tratamentos, pondo em prática seus conhecimentos técnicos, para proporcionar o bem-estar físico, mental e social aos pacientes. Prestar primeiros socorros no local de trabalho, em caso de acidentes ou doença, fazendo curativos ou imobilizações especiais, administrando medicamentos, para posterior atendimento médico. Supervisionar a equipe de enfermagem, treinando, coordenando e orientando sobre o uso de equipamentos, medicamentos e materiais mais adequados de acordo com a prescrição do médico, para assegurar o tratamento ao paciente.  Manter os equipamentos e aparelhos em condições de uso imediato, verificando periodicamente seu funcionamento e providenciando sua substituição ou conserto, para assegurar o desempenho adequado dos trabalhos de enfermagem. Supervisionar e manter salas, consultórios e demais dependências em condições de uso, assegurando sempre a sua higienização e limpeza dentro dos padrões de segurança exigidos. Promover a integração da equipe como unidade de serviço, organizando reuniões para resolver os problemas que surgem, apresentando soluções através de diálogo com os funcionários e avaliando os trabalhos e as diretrizes. desenvolver o programa de saúde da mulher, orientações sobre planejamento familiar, às gestantes, sobre os cuidados na gravidez, a importância do pré-natal, etc. Efetuar trabalho com crianças para prevenção da desnutrição, desenvolvendo programa de suplementação alimentar. Executar programas de prevenção de doenças em adultos, identificação e controle de doenças como diabetes e hipertensão. Desenvolver o programa com adolescentes, trabalho de integração familiar, educação sexual, prevenção de drogas etc. Executar a supervisão das atividades desenvolvidas nos PAS, controle de equipamentos e materiais de consumo e fazer cumprir o planejamento e os projetos desenvolvidos no início do ano. Participar de reuniões de caráter administrativo e técnico de enfermagem, visando o aperfeiçoamento dos serviços prestados. Efetuar e registrar todos os atendimentos, tratamentos executados e ocorrências verificadas em relação ao paciente, anotando em prontuários, ficha de ambulatório, relatório de enfermagem da unidade, para documentar a evolução da doença e possibilitar controle de saúde.

MÉDICO DO TRABALHO: Examinar o servidor, auscultando-o, executando palpações e percutes, por meio de estetoscópio e de outros aparelhos específicos, para verificar a presença de anomalias e distúrbios, a fim de avaliar-lhe as condições de saúde e estabelecer o diagnóstico.  Executar exames periódicos de todos os servidores, ou em especial daqueles expostos a maior risco de acidentes de trabalho ou de doenças profissionais, fazendo o exame clínico e/ou interpretando os resultados de exames complementares, para controlar as condições de saúde dos mesmos e assegurar a continuidade operacional do órgão público. Executar exames médicos especiais nos servidores do sexo feminino, menores, idosos ou portadores de subnormalidades, fazendo anamnese, exame clínico e/ou interpretando os resultados de exames complementares, para detectar prováveis danos à saúde em decorrência do trabalho que executam e instruir a Administração Municipal para a readaptação em outra função. Fazer tratamento de urgência em casos de acidentes de trabalho ou alterações agudas da saúde, orientando e/ou executando a terapêutica adequada, para prevenir consequências mais graves ao servidor público. Avaliar, juntamente com outros profissionais, condições de insegurança, visitando periodicamente os locais de trabalho, para sugerir à direção do órgão público medidas destinadas a remover ou atenuar os riscos existentes. Participar, juntamente com outros profissionais, da elaboração e execução de programas de proteção à saúde dos trabalhadores, analisando o conjunto de riscos, as condições de trabalho, os fatores de insalubridade, analisando em conjunto os riscos, as condições de trabalho, os fatores de insalubridade, de fadiga e outros, para obter a redução de absenteísmo e a renovação da mão-de-obra. Participar do planejamento e execução dos programas de treinamento das equipes de atendimento de emergência, avaliando as necessidades e ministrando aulas, para capacitar o pessoal incumbido de prestar primeiros socorros em casos de acidentes graves e catástrofes. Participar de inquéritos sanitários, levantamentos de doenças profissionais, lesões traumáticas e estudos epidemiológicos, elaborando e/ou preenchendo formulários próprios e estudando dados estatísticos, para estabelecer medidas destinadas a reduzir a morbidade e a mortalidade decorrentes de acidentes de trabalho, doenças profissionais e doenças de natureza não-ocupacional. Participar dos programas de vacinação, orientando a seleção das pessoas que trabalharão e o tipo de vacina a ser aplicada, para prevenir moléstias transmissíveis. Participar de estudos das atividades realizadas pela Administração Pública, analisando as exigências psicossomáticas de cada atividade, para elaboração das análises profissiográficas.

 

Conteúdo programático

PARA OS TODOS OS CARGOS: LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de texto. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos, sentido próprio e figurado das palavras. Ortografia Oficial. Pontuação. Acentuação. Emprego das classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição, conjunção (classificação e sentido que imprime às relações entre as orações). Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Colocação pronominal. Crase. Sintaxe.

PARA OS CARGOS DE DIRETOR PEDAGÓGICO, DIRETOR DE UNIDADE ESCOLAR E ENFERMEIRO: MATEMÁTICA: Resolução de situações-problema. Números Inteiros: Operações, Propriedades, Múltiplos e Divisores; Números Racionais: Operações e Propriedades. Números e Grandezas Diretamente e Inversamente Proporcionais: Razões e Proporções, Divisão Proporcional, Regra de Três Simples e Composta. Porcentagem. Juros Simples. Sistema de Medidas Legais. Conceitos básicos de geometria: cálculo de área e cálculo de volume. Raciocínio Lógico.

PARA O CARGO DE DIRETOR PEDAGÓGICO: CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Fundamentos filosóficos, socioculturais, psicológicos e pedagógicos da Educação: Relação entre Sociedade, Escola, Conhecimento e Qualidade de Vida. Relações entre educação, desigualdade social e cidadania. Princípios, normas legais e diretrizes curriculares da Educação Básica. Visões da função social da escola e respectivas implicações educacionais. A educação na perspectiva de Paulo Freire. A construção coletiva do projeto políticopedagógico voltado para o desenvolvimento humano do educando e para seu processo de aprendizagem: fundamentos, planejamento, implementação e avaliação de suas ações. O processo ensino-aprendizagem: concepções e teorias da aprendizagem e de avaliação. As diferentes tendências pedagógicas no Brasil. A interação pedagógica na sala de aula: o aluno, o professor, os tempos, os espaços e os conteúdos escolares. O currículo: diferentes concepções e respectivas implicações para a construção e reconstrução da proposta pedagógica da escola. A concepção de currículo como desenvolvimento de habilidades cognitivas, afetivas, sociais e das competências necessárias à leitura crítica de mundo, à disciplina autônoma e à convivência ética. Currículo e diversidade cultural. Desenvolvimento de currículo e dimensões da avaliação: a práxis avaliativa do ensinar e aprender. Relação entre Conhecimento e Vida: o processo de construção e reconstrução curricular coerente com a concepção interdisciplinar do conhecimento, com a abordagem pedagógica transversal de conteúdos e com as novas tecnologias da informação e da comunicação. O Projeto político-pedagógico como orientador do planejamento escolar, da proposta curricular e dos projetos de ensino-aprendizagem concebidos como instrumentos necessários à gestão do trabalho em sala de aula. As concepções de organização e gestão escolar. A concepção de gestão democrática envolvendo a participação de todos os profissionais que atuam na escola e a da comunidade dessa unidade de ensino. A ação da orientação ou coordenação pedagógica em relação à aprendizagem e ao desenvolvimento dos alunos, em relação aos organismos coletivos da escola e à participação da família. Gestão do trabalho pedagógico coletivo, com vistas à construção e reconstrução da proposta pedagógica da escola e à formação continuada dos professores.

Acompanhamento

+++ A equipe JC Concursos apresenta o resumo do Concurso Prefeitura de Tambaú (SP) nesta página. O conteúdo programático e as atribuições na íntegra podem ser conferidos no edital abaixo, disponível entre os anexos.

 

 

 


Notícias do concurso Prefeitura de Tambaú (SP)

Edital e Anexos

Abertura (24/12/2020) Edital
Retificação (08/01/2021) Comunicado Cancelamento

Provas Prefeitura Tambaú

Nenhuma prova encontrada

Sobre Prefeitura Tambaú

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Comentários

Mais Lidas