MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Alerta meteorológico: baixa umidade do ar afeta 16 estados brasileiros. Veja como se cuidar

Este alerta estende-se até quinta (21) e abrange áreas em 16 estados, incluindo o Distrito Federal. O tempo seco pode desencadear problemas respiratórios, mas que podem ser evitados

Confira os estados e o Distrito Federal afetados por essa condição climática
Confira os estados e o Distrito Federal afetados por essa condição climática - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/09/2023, às 20h55

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta preocupante sobre a baixa umidade relativa do ar que afetará diversas regiões do Brasil nos próximos dias. Este alerta estende-se até quinta-feira (21) e abrange áreas em 16 estados, incluindo o Distrito Federal.

A relação entre a baixa umidade do ar e a saúde humana é preocupante. O tempo seco pode desencadear problemas respiratórios, como cansaço, dores de cabeça, narinas e olhos ressecados. Pessoas que já sofrem de doenças respiratórias, como asma, rinite alérgica ou bronquite crônica, estão particularmente suscetíveis a agravamentos de seus quadros de saúde durante períodos de baixa umidade.

Isso ocorre porque o muco, o qual é um mecanismo de defesa das vias aéreas, tende a secar em condições de ar seco, agravando a obstrução das vias respiratórias. A umidade do ar deve cair para valores entre 20% e 30% em muitas dessas localidades, o que pode causar impactos significativos na saúde e no bem-estar das pessoas.

Os estados e o Distrito Federal afetados por essa condição climática são:

  1. Alagoas
  2. Bahia
  3. Ceará
  4. Distrito Federal
  5. Goiás
  6. Maranhão
  7. Paraíba
  8. Pernambuco
  9. Piauí
  10. Rio Grande do Norte
  11. Mato Grosso
  12. Mato Grosso do Sul
  13. Minas Gerais
  14. Pará
  15. São Paulo
  16. Sergipe
  17. Tocantins

A hidratação adequada é a chave para aliviar os efeitos da secura. Recomenda-se ingerir bastante água (aproximadamente dois litros por dia ou 10 copos de 200 ml), o que ajuda a manter a hidratação de todos os órgãos, incluindo a pele e as mucosas.

Algumas dicas adicionais para enfrentar o tempo seco incluem utilizar umidificadores de ar em casa, colocar uma bacia com água no ambiente ou uma toalha umedecida para aumentar a umidade, e lavar os olhos com soro fisiológico ou colírio de lágrima artificial.

É importante evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, manter a casa limpa para evitar o acúmulo de poeira e evitar a prática de exercícios físicos ao ar livre entre as 11h e as 17h. Além disso, é fundamental proteger-se adequadamente do sol para evitar o ressecamento da pele e das mucosas.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.