MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Aliança de países do Brics: conheça os BENEFÍCIOS que podem ser gerados na economia

Lula (PT) participou do Fórum Empresarial do Brics, nesta terça (22) realizado em Joanesburgo, na África do Sul; Conheça os benefícios para economia

Presidente Lula durante encontro do Brics
Presidente Lula durante encontro do Brics - Ricardo Stuckert/PR
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 22/08/2023, às 19h52

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A aliança de países do Brics pode gerar benefícios para a economia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem a intenção de reforçar o grupo e trabalhar para a inclusão de mais nações. 

Antes do início das reuniões oficiais na Cúpula do Brics, Lula destacou, nesta terça-feira (22), que a iniciativa não tem o intuito de estabelecer uma contraposição aos outros blocos econômicos. Além disso, manifestou o desejo de discutir a possibilidade da criação de uma moeda compartilhada. 

O Fórum Empresarial do Brics, no qual o chefe do executivo nacional participou, foi realizado em Joanesburgo, na África do Sul. 

Durante a transmissão semanal da live "Conversa com o Presidente", Lula revelou seu interesse em promover a criação de uma moeda unificada dentro do Brics, com o propósito de reduzir a dependência do dólar nas transações comerciais.

Com o objetivo de fortalecer o bloco e propor a implementação de uma moeda conjunta, Lula também manifestou o desejo de consolidar o Novo Banco de Desenvolvimento do Brics, uma instituição formada pelos países Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

+ Voa Brasil: programa de passagens aéreas mais baratas já tem prazo para começar

Lula defende entrada da Argentina 

Juntamente com outras nações, o presidente do Brasil enfatizou o apoio à adesão da Argentina ao Brics. Ele destacou que não é possível discutir o desenvolvimento industrial do Brasil sem considerar o país vizinho, que enfrenta um cenário de crise econômica.

Durante a transmissão, Lula também abordou a questão das preocupações climáticas. Ele reiterou sua posição de que as nações mais desenvolvidas devem assumir a responsabilidade pelos impactos ambientais, como desmatamento e poluição, causados durante o período de industrialização. 

No entanto, para alcançar isso, o presidente advoga pela criação de uma "governança global" eficaz, que, na sua opinião, não está atualmente presente nas estruturas da Organização das Nações Unidas (ONU).

O presidente Lula sustenta a proposta de incluir mais países, especialmente os demais membros do Brics, além da Rússia e da China, como membros permanentes no Conselho de Segurança da ONU.

Veja os benefícios para a economia

  • Cooperação Econômica e Comercial - Os países membros do BRICS têm economias em crescimento e mercados consumidores significativos. A inclusão em tal grupo pode facilitar acordos comerciais e investimentos entre os países, levando a um aumento do comércio e das oportunidades de negócios;
  • Diversificação Econômica - A participação no BRICS pode oferecer aos países a oportunidade de diversificar suas economias, reduzindo a dependência de setores específicos e buscando novas áreas de crescimento, inovação e desenvolvimento;
  • Acesso a Recursos e Mercados - A inclusão em um bloco econômico como o BRICS pode permitir que os países tenham acesso a recursos e mercados de outros membros, criando oportunidades para expandir sua base de recursos naturais e explorar novas áreas de mercado;
  • Colaboração em Investimentos em Infraestrutura - O BRICS frequentemente colabora em projetos de infraestrutura, como energia, transporte e telecomunicações. A entrada de um novo membro pode resultar em parcerias para desenvolver projetos conjuntos que beneficiem a região na totalidade;
  • Cooperação em Política Internacional - A participação no BRICS pode permitir que os países coordenam posições em questões internacionais, fortalecendo a sua influência em fóruns globais e aumentando a sua voz em temas como comércio, segurança e mudanças climáticas;
  • Troca de Experiências e Melhores Práticas - A inclusão em um grupo diversificado como o BRICS pode proporcionar a oportunidade de trocar experiências e melhores práticas em áreas como educação, saúde, inovação e tecnologia;
  • Influência Geopolítica - Ser membro do BRICS pode conferir maior influência geopolítica em assuntos globais, permitindo que o país tenha uma voz mais proeminente em debates internacionais;
  • Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia - Os países do BRICS muitas vezes colaboram em pesquisa, inovação e desenvolvimento tecnológico. A inclusão de novos membros pode promover a transferência de tecnologia e acelerar o progresso científico;
  • Acesso a Financiamento - O Novo Banco de Desenvolvimento do BRICS oferece financiamento para projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável. A inclusão de um país pode proporcionar acesso a esse financiamento para impulsionar seu crescimento econômico;
  • Fortalecimento das Relações Bilaterais: Ao se juntar ao BRICS, um país pode fortalecer suas relações bilaterais com outros membros, o que pode resultar em colaborações mais próximas em diversas áreas, desde comércio até ciência e tecnologia.

+Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.