MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Anvisa flexibiliza medidas de proteção contra Covid-19 em aviões e aeroportos; confira

O uso de máscaras ainda é obrigatório pela Anvisa nas áreas restritas. A atualização foi aprovada devido ao avanço da vacinação da população brasileira

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 13/05/2022, às 21h38

O uso de máscaras ainda é obrigatório pela Anvisa nas áreas restritas
O uso de máscaras ainda é obrigatório pela Anvisa nas áreas restritas - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a flexibilização das medidas sanitárias em aeroportos e aeronaves devido ao fim da Emergência Nacional de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN). As mudanças devem entrar em vigor a partir do dia 22 deste mês.

De acordo com o órgão, a atualização das regras foi aprovada devido ao desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 e o avanço na vacinação da população brasileira, além do número de casos e óbitos no Brasil que diminuiu significativamente mesmo com o surgimento e progresso de novas variantes.

No entanto, a Anvisa salientou que será mantida a situação de emergência de saúde pública de importância internacional declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o que exige cautela nas medidas tomadas nos aeroportos e a bordo das aeronaves.

Veja as mudanças autorizadas pela Anvisa

A Anvisa destaca que, considerando a atual situação epidemiológica, o risco de exposição dos passageiros a casos índice (infectados) é bastante reduzido, mantendo-se a obrigatoriedade do uso de máscaras em áreas restritas de aeroportos e aviões. As seguintes flexibilidades estão autorizadas e entrarão em vigor em 22 de maio:

  • Retomada do serviço de alimentação a bordo e permissão para retirada da máscara para se alimentar;
  • Retorno do uso da capacidade máxima para transporte de passageiros;
  • Retirada da restrição para realização de procedimentos de limpeza e desinfecção dos aviões somente quando estiver vazio;
  • Fim da imposição do distanciamento físico entre passageiros;
  • Manutenção do uso das máscaras faciais;
  • Manutenção do desembarque por fileiras para reduzir a aglomeração no corredor do avião;
  • Manutenção dos avisos sonoros

A agência recomenda que o serviço de bordo seja o mais breve possível para não prejudicar significativamente o uso de máscaras pelos passageiros.

A Anvisa destacou ainda que, tendo em vista que as medidas preventivas de saúde visam manter a proteção da comunidade, o novo ato normativo proporcionará um período de transição adequado para as medidas preventivas de saúde.

Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.