MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Banco Central revela que brasileiros ainda não sacaram bilhões de valores a receber

A maioria dos valores não sacados é composta por pequenas quantias. Banco Central alerta os correntistas sobre golpes de estelionatários

Banco Central alerta os correntistas sobre golpes de estelionatários
Banco Central alerta os correntistas sobre golpes de estelionatários - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/08/2023, às 20h26

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Nesta segunda-feira (7), o Banco Central divulgou informações alarmantes: os brasileiros ainda não sacaram cerca de R$ 7,18 bilhões em recursos esquecidos no sistema financeiro até o fim de junho. Até o momento, apenas R$ 4,43 bilhões foram devolvidos pelo Sistema de Valores a Receber (SVR) das instituições financeiras, de um total de R$ 11,61 bilhões disponíveis para resgate.

Os dados do SVR, com dois meses de defasagem, mostram que até o final de junho, somente 27,37% dos correntistas incluídos na lista desde o início do programa, em fevereiro do ano passado, haviam resgatado valores, totalizando 15.047.629 beneficiários. Por outro lado, ainda há uma expressiva parcela de 54.975.627 correntistas que não realizaram o resgate, sendo 37.113.119 pessoas físicas e 2.814.879 pessoas jurídicas.

A maioria dos valores não sacados é composta por pequenas quantias. O grupo de beneficiários que tem direito a receber até R$ 10 concentra 63,07% do total, enquanto os valores entre R$ 10,01 e R$ 100 correspondem a 24,99% dos correntistas. As quantias entre R$ 100,01 e R$ 1 mil representam 10,18% dos clientes, enquanto apenas 1,77% têm direito a receber mais de R$ 1 mil.

+++ Não recebeu a restituição do Imposto de Renda? Saiba como consultar benefício

Banco Central alerta os correntistas sobre golpes de estelionatários 

Após quase um ano de pausa, o SVR foi reaberto em março com a introdução de novas fontes de recursos, um sistema de agendamento e a possibilidade de resgates de valores pertencentes a pessoas falecidas. Em março, foram resgatados R$ 505 milhões, porém, os valores caíram para R$ 259 milhões em abril, R$ 232 milhões em maio e R$ 229 milhões em junho.

A nova fase do SVR apresenta melhorias importantes, como a possibilidade de compartilhar telas e protocolos de solicitação pelo WhatsApp, a inclusão de todos os tipos de valores previstos na norma do SVR e uma sala de espera virtual para consultas.

No entanto, o Banco Central alerta os correntistas sobre golpes de estelionatários que se passam por intermediários para supostos resgates de valores esquecidos. O BC reforça que todos os serviços do Valores a Receber são gratuitos, não envia links ou contatos para tratar sobre valores a receber ou confirmar dados pessoais.

A instituição financeira que aparece na consulta do SVR é a única autorizada a entrar em contato com o cidadão, e nenhum cidadão deve fornecer senhas a terceiros.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.