MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Bolsa Família vai pagar dinheiro extra para gestantes e quem tem filhos com até 18 anos

Desde março, o novo Bolsa Família paga um valor adicional de R$ 150,00 por filho com até sete anos de idade. Saiba quando será depositada a quantia extra para os novos grupos

Pessoa segura várias notas de cem e cinquenta reais
Pessoa segura várias notas de cem e cinquenta reais - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 04/04/2023, às 17h43

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Desde março, o novo Bolsa Família paga um valor adicional de R$ 150,00 por filho com até sete anos de idade, sem limite de quantidade de filhos por família. Portanto, quem tem criança nessa faixa etária recebe acima de R$ 600, valor mínimo repassado aos beneficiários e garantido até o final de 2023. 

Porém, o programa social vai pagar uma quantia extra também por gestante e por filho com idade entre sete e 18 anos, também sem limite. Contudo, esse grupo vai receber valor menor, de R$ 50,00, por membros nessas condições na família.

Quem já embolsa os R$ 150,00 extras também poderá acumular os R$ 50,00. Por exemplo: uma família que hoje ganha R$ 750,00 porque tem uma criança com cinco anos poderá receber mais R$ 100,00 adicionais por ter um adolescente de 15 anos e uma grávida no núcleo familiar, totalizando R$ 850,00 de benefício social.

+Empregada doméstica vai receber R$ 800 mil após Justiça condenar patroa; Saiba motivo

Quando o novo adicional será pago?

De acordo com o governo federal, os R$ 50,00 a mais começarão a ser pagos apenas no mês de junho. Porém, não há, até o momento, nenhuma informação oficial que indique que o pagamento será feito de forma retroativa. Sendo assim, a quantia só seria repassada de junho em diante. 

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome é a pasta responsável pelo benefício social e oferece diversos canais de contato para que os interessados possam tirar dúvidas ou consultar seus benefícios. São eles:

  • Tira-dúvidas, com perguntas e respostas, no site do MDS;
  • Central MDS 121 – funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. O atendimento eletrônico funciona todos os dias, 24 horas por dia;
  • Fale Conosco do site www.mds.gov.br é possível encontrar link para registrar sua demanda pelo formulário eletrônico; e
  • Aplicativo Bolsa Família, onde o responsável familiar pode consultar informações sobre seu benefício, tais como valor, situação e a data de pagamento do seu benefício.

+Bolsa Atleta SP está com inscrições abertas e paga até R$ 1.320; Saiba quem tem direito

Requisitos para receber o Bolsa Família

Neste ano, o maior programa de transferência de renda da União foi atualizado e passou a fazer novas exigências para ter direito ao benefício mensal. São elas:

  • Ter renda familiar de até meio salário mínimo (R$ 651);
  • Ter renda per capita (por pessoa) de até R$ 218 (antes era só até R$ 210);
  • Gestantes devem realizar pré-natal;
  • Crianças menores de 7 anos devem passar por acompanhamento de seu estado nutricional;
  • Crianças e adolescentes devem frequentar a escola com frequência mínima de 60%; e
  • A família inteira deve estar vacinada, seguindo o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Além disso, continua sendo necessário ter registro no Cadastro Único e mantê-lo atualizado. O CadÚnico é uma ferramenta importante para que as famílias de baixa renda possam ter acesso a diversos programas sociais do governo, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida e o Tarifa Social de Energia Elétrica.

Saiba mais sobre o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social criado pelo governo brasileiro em 2003, com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social no país. Ele é direcionado a famílias em situação de extrema pobreza e pobreza.

O programa funciona por meio da transferência direta de renda, ou seja, as famílias cadastradas recebem um valor mensal em dinheiro, que varia de acordo com a composição familiar. Além de ajudar as famílias a complementar sua renda, o Bolsa Família tem outros benefícios importantes.

Ele contribui para reduzir a desnutrição infantil, uma vez que as famílias têm mais recursos para comprar alimentos e melhorar a qualidade da alimentação. O programa também estimula a frequência escolar das crianças e dos jovens, pois o recebimento do benefício está condicionado à frequência mínima nas aulas.

O Bolsa Família é considerado uma das principais políticas públicas de inclusão social do Brasil e tem sido reconhecido internacionalmente como um modelo eficaz de combate à pobreza e à fome.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade o JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.