MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso da PC SP: aprovados para papiloscopista tomam posse na Polícia Civil

Novos candidatos aprovados no último concurso da PC SP (Polícia Civil de São Paulo) para o cargo de papiloscopista tomaram posse nesta semana

Policiais civis
Policiais civis - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 04/07/2023, às 20h06

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Novos candidatos aprovados no último concurso da PC SP (Polícia Civil de São Paulo) para o cargo de papiloscopista tomaram posse na última segunda-feira, 3 de julho, conforme divulgou a Secretaria da Segurança Pública (SSP). Essa medida reforça a prioridade da atual gestão em recompor o efetivo e valorizar o trabalho das forças policiais.

O secretário de Segurança Pública, Derrite, expressou grande alegria com essa nomeação. "Recompor efetivo é uma das metas prioritárias da nossa gestão. Quando falamos em elucidação de crimes no Brasil, a função dos senhores papiloscopistas, e também com a Polícia Científica na figura dos peritos, são fundamentais”, afirmou.

Além disso, o secretário anunciou que haverá um grande investimento em efetivo e tecnologia para as forças de segurança do estado, mostrando o compromisso do governo em fortalecer a estrutura policial. Até o momento, 69 papiloscopistas foram empossados e o prazo para o requerimento se encerrava nesta terça (4), portanto o número de empossados pode aumentar.

+Número de pessoas mortas por policiais militares aumenta 88% em SP em maio

Novos concursos da PC SP

O Governo de São Paulo também está dando andamento a concursos para a seleção de mais 2.939 policiais civis e técnicos-científicos, com as nomeações previstas para começar a partir de agosto deste ano. Além disso, há a previsão de lançamento, ainda neste semestre, de editais de abertura para preencher outras 3,5 mil vagas para a Polícia Civil e Técnico-Científica.

O governo de São Paulo já autorizou a promoção desse novo concurso. As 3,5 mil vagas devem ser distribuídas entre os cargos de escrivão de polícia, investigador de polícia, delegado de polícia, médico legista e perito criminal. A previsão é a de que os editais sejam liberados muito em breve. Saiba mais detalhes aqui. Para saber quais sãos os concursos públicos abertos para a carreira policial, clique aqui.

+Câmeras nas fardas dos policiais militares pode estar com os dias contados

Papel do papiloscopista

Os novos papiloscopistas empossados têm a importante missão de contribuir para a elucidação de crimes e o combate à criminalidade, utilizando técnicas especializadas na análise e identificação de impressões digitais. Com sua atuação, eles desempenham um papel fundamental na garantia da justiça e na segurança da população paulista.

Você já viu filmes ou séries em que chego um profissional com um pozinho e um pincel e começa a buscar por digitais no ambiente do crime? Esse é o papiloscopista. Esse profissional é responsável pela identificação humana por meio das impressões digitais.

Sua principal função é realizar a coleta, classificação, pesquisa e análise de impressões digitais em locais de crimes, documentos e objetos. Além disso, o Papiloscopista pode atuar na elaboração de retratos falados, reconhecimento facial, análise de tatuagens e cicatrizes, bem como na emissão de laudos periciais relacionados à sua área de atuação.

É um profissional essencial para a elucidação de crimes e identificação de pessoas e, inclusive, de cadáveres. O Papiloscopista pode lidar com cadáveres em determinadas situações, assim como com fragmentos encontrados em locais de crimes, além de perícia e coletas desses materiais – desenhos papilares de palmas das mãos, pontas dos dedos, plantas dos pés.

Entre as atividades diárias podem estar:

  • colher, classificar e comparar impressões digitais, palmares e plantares;
  • preparar, examinar e manter o arquivo datiloscópico, onomástico e monodactilar;
  • realizar a identificação civil e criminal, por meios convencionais ou eletrônicos, mediante o preenchimento de prontuários e planilhas, inclusive quanto aos caracteres qualitativos e cromáticos do indivíduo;
  • elaborar pareceres papiloscópicos, necropapiloscópicos e documentos científicos ou administrativos;
  • elaborar relatórios e prestar esclarecimentos sobre a identidade de pessoas, quando
    requisitados por autoridades;
  • realizar pareceres técnicos papiloscópicos e necropapiloscópicos, externos e laboratoriais;
  • realização de levantamentos papiloscópicos dos locais de crime;
  • reprodução da face humana através de computação gráfica; e
  • manter organizados e preservar os álbuns e arquivos.

Com o reforço desses profissionais e as futuras contratações previstas, espera-se fortalecer ainda mais o trabalho investigativo da Polícia Civil e ampliar a capacidade de resposta às demandas da sociedade, visando a um ambiente mais seguro e protegido para todos.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.