MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso Nacional Unificado retifica os 8 editais; Confira todas as alterações

O Concurso Nacional Unificado (CNU), conhecido como o "Enem dos concursos", passou por retificações nos seus oito editais. Saiba quais foram as últimas mudanças promovidas

Banner oficial do Concurso Nacional Unificado
Banner oficial do Concurso Nacional Unificado - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 28/01/2024, às 18h15 - Atualizado em 29/01/2024, às 16h38

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Concurso Nacional Unificado (CNU), conhecido como o "Enem dos concursos", passou por retificações nos seus oito editais visando aprimorar a transparência e corrigir informações imprecisas.

As alterações foram divulgadas em duas etapas, sendo a primeira em 18 de janeiro e a segunda em 26 de janeiro, por meio de edições extras do Diário Oficial da União (DOU). Nesta última, as principais alterações incluem:

  • Atualizações na formação exigida
  • Detalhamentos relacionados à remuneração de alguns cargos
  • Inclusão de tabelas de titulação, tanto na atribuição de pontos quanto na remuneração de cargos

Cada edital apresentou modificações específicas. Os órgãos que promoveram retificações incluem a Advocacia Geral da União (AGU), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Detalhamos abaixo as alterações específicas realizadas na sexta-feira (26) em cada edital:

  • Edital n° 1 (Infraestrutura, Exatas e Engenharia): Cargo de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatística, especialidade Geoprocessamento: Inclusão da formação em engenharia geológica ou geologia.

  • Edital n° 2 (Tecnologia, Dados e Informação): Cargo de Analista em Tecnologia da Informação, especialidade Tecnologia da Informação: Atualização da tabela de atribuição de pontos por avaliação de títulos.

  • Edital n° 3 (Ambiental, Agrário e Biológicas): Cargo de Tecnologista: Atualização do texto relativo à remuneração e inclusão do quadro de retribuição por titulação; Cargo de Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas: Inclusão da formação em engenharia geológica; e Cargo de Auditor Fiscal Federal Agropecuário, especialidades de Farmácia e Química: Apresentação de novos pesos aos eixos temáticos.

  • Edital n° 4 (Trabalho e Saúde do Servidor): Informações da remuneração do cargo de Psicólogo da Advocacia-Geral da União foram atualizadas.

  • Edital n° 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos): Cargo de Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário: Exclusão de habilitação específica, passando a exigir certificado de conclusão ou diploma em Ciências Sociais ou graduação concluída em qualquer formação, acompanhada de mestrado e/ou doutorado em Antropologia.

  • Edital n° 6 (Setores Econômicos e Regulação): Inclusão da tabela de retribuição de titulação para os cargos de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas e Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas.

  • Edital n° 7 (Gestão Governamental e Administração Pública): Habilitação em Jornalismo passa a ser exigência para o cargo de Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas, especialidade Comunicação Social, do IBGE; e Inclusão da tabela de retribuição por titulação para os cargos de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas e Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas.

  • Edital n° 8 (Nível Intermediário): O IBGE, que estava listado na tabela 1, passa a estar vinculado à tabela 2; e Inserção de tabela de atribuição de pontos para a avaliação de títulos para cargos do IBGE.

Retificações de 18 de janeiro

No primeiro conjunto de retificações, foram promovidas modificações nos oito editais do Concurso Nacional Unificado. Entre as alterações destacam-se:

  • Inclusão, exclusão e substituição de locais de exercício
  • Alteração de remuneração inicial
  • Informações sobre o curso de formação
  • Remanejamento de vagas, dentro dos cargos e especialidades
  • Ajustes na pontuação na etapa de avaliação de títulos

É importante ressaltar que essas retificações são formais, não prejudicando os candidatos. O objetivo é evitar interpretações divergentes do edital e garantir a lisura na seleção dos futuros servidores públicos.

Adicionalmente, houve ampliação nos procedimentos de segurança, com restrições durante a realização das provas. Confira aqui e aqui todas as alterações promovidas.

Saiba mais sobre o CNU

O CNU, conhecido como o "Enem dos concursos", tem como propósito selecionar 6.640 servidores para 21 órgãos públicos federais. As inscrições estão abertas até 9 de fevereiro, com a prova marcada para 5 de maio em 220 cidades.

A divulgação dos resultados ocorrerá em 3 de junho, com os resultados finais anunciados em 30 de julho. A etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação terá início em 5 de agosto.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.