MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso Nacional Unificado ultrapassa 1 milhão de inscritos; Veja como participar

A marca de 1 milhão de inscritos no Concurso Nacional Unificado (CNU) foi atingida na última sexta-feira. Inscrições para 6,4 mil vagas seguem abertas até o dia 9/2

Bloco de notas e caneta em cima de teclado de notebook
Bloco de notas e caneta em cima de teclado de notebook - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 28/01/2024, às 21h31

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Concurso Nacional Unificado (CNU) já ultrapassa a marca de 1 milhão de inscrições. O marco foi alcançado na última sexta-feira, 26 de janeiro. O governo federal estima chegar ao final do prazo de candidatura com cerca de 3,5 milhões de inscritos. Os salários chegam a quase R$ 23 mil.

As inscrições, que começaram no dia 19 de janeiro, permanecerão abertas até o dia 9 de fevereiro. Candidatos interessados em participar do CNU ainda têm a oportunidade de se inscrever e concorrer a vagas em diversas carreiras. Ao todo, são 6,4 mil oportunidades em 21 órgãos públicos.

O CNU, conhecido como "Enem dos concursos públicos", é um modelo inovador de seleção de servidores públicos, criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

O novo formato consiste na realização conjunta de processo seletivo para o provimento de cargos públicos efetivos em órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional. As provas serão aplicadas simultaneamente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, em mais de 200 cidades.

+Concurso Nacional Unificado retifica os 8 editais; Confira todas as alterações

Saiba como se inscrever

Para participar, os candidatos devem acessar a página do GOV.BR, realizar o login e seguir as orientações indicadas. Durante o processo de inscrição, os candidatos escolhem as carreiras disponíveis, divididas em oito blocos temáticos.

Cada bloco reúne carreiras com semelhanças entre si. Uma característica vantajosa do CPNU é a possibilidade de inscrever-se para disputar vagas em mais de um cargo, desde que pertençam ao mesmo bloco temático. Além disso, o candidato paga apenas uma taxa de inscrição, mesmo concorrendo a múltiplos cargos.

As taxas de inscrição variam de acordo com o nível dos cargos desejados, sendo R$ 90 para cargos de nível superior e R$ 60 para o bloco de cargos de nível médio. Vale ressaltar que o prazo para solicitar a isenção da taxa de inscrição encerrou-se na sexta-feira (26/1), conforme estabelecido no edital.

+Dinheiro Esquecido: aumentam golpes sobre valores a receber, alerta BC

Provas e resultados

A aplicação das provas objetivas e dissertativas ocorrerá no dia 5 de maio, simultaneamente em 220 cidades de todas as Unidades da Federação. Os resultados preliminares serão divulgados em 3 de junho, enquanto os resultados finais serão anunciados em 30 de julho. A convocação para posse e cursos de formação está prevista para começar em 5 de agosto.

Banco de reserva e contratação temporária

Em 10 de janeiro, foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto nº 11.880, que permite formar cadastro reserva com mais de duas vezes o número de vagas para cada cargo, com o objetivo de ter pessoal suficiente para chamar em casa de desistência ou mesmo mudança de carreira pelos aprovados dentro das vagas - uma vez que será possível concorrer para mais de um cargo.

O Decreto nº 11.880 estabelece que o limite de candidatos aprovados será definido em edital, e aqueles que não forem aprovados no quantitativo máximo, mesmo atingindo a nota mínima, estarão automaticamente reprovados. Em caso de empate, nenhum dos candidatos empatados na última classificação será considerado reprovado, conforme o disposto no art. 42 do Decreto nº 9.739.

Além disso, os aprovados no Concurso Nacional Unificado que ficarem na lista de espera poderão ser aproveitados em contratações temporárias, agilizando o preenchimento de necessidades urgentes do serviço público. Porém, a contratação temporária não vai interferir na lista de classificação, portanto o candidato permanece disputando a vaga efetiva e, enquanto não é convocado, pode trabalhar de forma temporária em outra função.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.