MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso para delegado: uma jornada de dedicação e persistência; Inspire-se

Conheça histórias de preparação e aprovação de concurseiros. O concurso para delegado da Polícia Federal oferta salário acima de R$ 23,6 mil, enquanto as polícias civis pagam de R$ 12,5 mil a R$ 25,4 mil

Distintivo de delegado ao lado de arma
Distintivo de delegado ao lado de arma - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/05/2023, às 18h32

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O concurso para delegado de polícia tem se destacado como um dos mais concorridos e valorizados no Brasil. Com inúmeras vantagens, como estabilidade financeira e salário atrativo, esse cargo desperta o interesse de milhares de candidatos que se identificam com a carreira policial. A jornada exige dedicação e persistência, mas é totalmente possível de ser percorrida.

Nesse artigo, o JC traz a história (inspiradora) de preparação e aprovação de Alessandro Gabri de Almeida e Cristiano Gonçalves Rosa. O cargo de delegado exige formação em Direito e é responsável pela condução de investigações criminais, visando apurar as circunstâncias, materialidade e autoria das infrações penais, conforme a Lei nº 12.830/2013.

Além disso, o delegado é encarregado de:

  • comandar a Polícia Civil ou a Polícia Federal;
  • investigar crimes;
  • reunir provas;
  • ouvir testemunhas e acusados;
  • elaborar relatórios;
  • coordenar operações policiais;
  • prender suspeitos;
  • identificar culpados e encaminhar os casos para a Justiça;
  • manter a ordem pública; e
  • orientar a equipe de escrivães e investigadores.

O perfil ideal do candidato ao cargo de delegado envolve características como boa capacidade de análise, habilidades de comunicação e negociação, liderança, capacidade de trabalho em equipe e integridade moral e ética.

Concurso para delegado: do sonho à realidade

A Agência Brasil ouviu a história de Alessandro Gabri de Almeida, de 46 anos, que persistiu em busca do sonho de se tornar delegado de polícia. Sua jornada começou em 2007, quando iniciou seus estudos para concursos públicos. Ao longo dos anos, ele foi aprovado em diversos certames e convocado para assumir diferentes funções no serviço público, até finalmente alcançar o cargo de delegado de polícia no Rio de Janeiro.

Alessandro passou por diversas experiências ao longo de sua trajetória. Ele inicialmente desejava ser Oficial de Justiça, mas, devido à falta de editais, optou por fazer o concurso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, sendo aprovado como analista, mas não para o cargo almejado. "Depois fiz para inspetor da Polícia Civil, passei e comecei a trabalhar”, contou.

Mesmo empossado, continuou estudando e conquistou aprovações em outros concursos, como o de oficial de cartório da Polícia Civil e o do Ministério do Trabalho e Emprego, porém decidiu não assumir essas funções por se identificar mais com a atividade policial de inspetor.

Em 2009, Alessandro obteve aprovação no concurso para agente da Polícia Federal, porém teve que abrir mão da oportunidade por conta da distância que o separaria de sua mãe, pois seria lotado no Acre. Em 2012, após alguns percalços, decidiu estudar para o cargo de delegado de polícia do Rio de Janeiro.

Apesar dos obstáculos que enfrentou ao longo de uma década, ele finalmente conquistou sua aprovação como delegado da PC-RJ em 2022, quando o concurso saiu. Quatro anos antes, porém, em 2018, fez o concurso para delegado de polícia de São Paulo e passou. “Mas pedi fim de fila e só assumi em 2022. Quando fui para São Paulo, saiu o edital para delegado de Polícia do Rio de Janeiro”. Ele prestou o exame no RJ e foi aprovado novamente. “Agora estou indo para a Academia de Polícia do Rio de Janeiro (Acadepol)”.

+Concurso público federal: cerca de 10 mil vagas já foram autorizadas

Dedicação aos estudos

Outro candidato que compartilha a mesma determinação é Cristiano Gonçalves Rosa, de 43 anos, assessor parlamentar e policial militar concursado do Bope-RJ. Cristiano se prepara há três anos para o cargo de delegado da Polícia Federal e já realizou nove concursos públicos para essa função.

Embora tenha sido aprovado em quase todos, ele sempre ficou próximo da nota de corte, que se mantém bastante alta segundo ele. Cristiano destaca a importância do esforço e do foco nos estudos, ressaltando que a rotina intensa de estudo é essencial para alcançar bons resultados.

"Minha rotina de estudos é de 6 horas de estudo sem edital [aberto]. Com edital, costumo apertar para 10 a 12 horas, quando dá para conciliar com o trabalho", frisa. Porém, para quem vai começar a jornada de estudos agora, Cristiano recomenda estudar, no mínimo, 4 horas por dia. “Mesmo sem previsão de concurso. Publicado o edital, o ritmo deve subir necessariamente”, ressalta.

Alessandro e Cristiano concordam que a jornada rumo à aprovação em um concurso exige dedicação, paciência e perseverança. Segundo eles, é necessário rever constantemente a matéria, esperar o momento certo e não desistir. "Para passar em um concurso público, não é preciso ser inteligente e fora da curva. É ser esforçado, ter paciência e perseverar. Só não passa no concurso quem desiste", afirma Alessandro.

"Alguns passam mais rápido, outros demoram mais. Esse tempo é um tempo dolorido, de solidão, de dedicação e ter foco. O concurso tem início, meio, e esse meio demora, parece que nunca vai acabar, e tem o fim que é a posse. O estudo mudou a minha vida e pode mudar a vida de qualquer um”, completou.

+Punição ou benefício? CNJ aplica aposentadoria compulsória a juiz acusado de estupro

Salário de delegado estadual

O cargo de delegado da Polícia Federal paga salário acima de R$ 23,6 mil, já a remuneração para os delegados das polícias civis varia de R$ 12,5 mil a R$ 25,4 mil. No início do mês, o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) divulgou o ranking dos maiores salários para a carreira. Confira abaixo por unidade da federação:

  1. MT - R$ 25.407,95
  2. GO - R$ 23.811,22
  3. RR - R$ 22.655,14
  4. AM - R$ 21.283,89
  5. SC - R$ 20.847,70
  6. AL - R$ 20.665,50
  7. RJ - R$ 20.590,59
  8. MA - R$ 20.474,25
  9. RS - R$ 20.353,06
  10. PE - R$ 19.793,57
  11. PA - R$ 19.324,19
  12. PR - R$ 18.828,45
  13. MS - R$ 18.720,73
  14. TO - R$ 18.419,60
  15. DF - R$ 18.177,32
  16. PI - R$ 16.874,65
  17. RN - R$ 16.670,59
  18. SE - R$ 16.500,00
  19. CE - R$ 16.320,00
  20. AC - R$ 16.211,49
  21. RO - R$ 15.500,00
  22. SP - R$ 15.037,99
  23. MG - R$ 14.271,95
  24. AP - R$ 13.651,85
  25. ES - R$ 13.569,82
  26. BA - R$ 13.032,44
  27. PB - R$ 12.574,35

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.