MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | Cursos Gratuitos

Energia elétrica de graça? Benefício é possivel até o fim de 2022

Empresa destaca que a geração energia elétrica gratuita deve continuar crescendo no Brasil

Placas de energia solar
Placas de energia solar - Pixabay
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 15/09/2022, às 15h04

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Você sabia que pode ter energia elétrica de graça por um período de até 23 anos? Isso é possível por causa de um projeto da Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). A instituição fomenta o desenvolvimento e a popularização da energia solar. 

Os consumidores têm até o dia 06 de janeiro para se candidatarem para isenção da taxa de distribuição de energia solar. 

A iniciativa fiscal visa incentivar a geração própria de energia, deixando o consumidor gerador isento de encargos pelos próximos 23 anos. “O consumidor que pedir e realizar o procedimento até o dia 6 de janeiro tem isenção. Passado esse período, ele terá que pagar um pedágio de toda a energia que colocar na rede”, afirmou Bárbara Rubim, vice-presidente da Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) para o Yahoo Notícias. 

+Empréstimo do Auxílio Brasil: saiba por que consignado ainda não foi liberado

A utilização da energia solar é uma alternativa para redução nas contas de energia, que sofreu uma forte alta devido a uma crise hídrica. Ronaldo Koloszuk, presidente Absolar, destaca que a instalação dos equipamentos em energia solar dura um dia e o cliente tem uma redução de até 90% na conta de luz. De acordo com ele, em três anos, o investimento será pago. 

A Absolar ressalta que a geração de energia solar está aumentando nos últimos dez anos, com a geração de 9 gigas de geração própria. Além disso, os incentivos fiscais e redução na conta de luz são os principais atrativos do setor.

+Uso da vírgula: saiba como aplicar corretamente nos textos

A expectativa do Plano Decenal de Energia (PDE), elaborado pela EPE (Empresa de Pesquisa Energética) é que a participação da energia solar na matriz brasileira cresça dos 2% registrados em 2021 para 4% em 2031. 

+++Acompanhe as principais informações Sociedade no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.