MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Epidemia de solidão em jovens custa US$ 1 trilhão por ano; OMS anuncia medida

Essa é a primeira iniciativa global para combater a epidemia da solidão. Isolamento social e a solidão afetam a saúde e o bem-estar em todas as idades e regiões

Objetivo é construir um mundo menos solitário, mais saudável e mais resiliente
Objetivo é construir um mundo menos solitário, mais saudável e mais resiliente - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 16/11/2023, às 17h30 - Atualizado em 17/11/2023, às 19h23

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou a formação da Comissão Internacional para Conexão Social, uma iniciativa voltada para enfrentar a epidemia global de solidão, considerada pela organização como "uma ameaça premente para a saúde".

A comissão, liderada pelo diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pelo cirurgião-geral norte-americano Vivek Murthy e pelo enviado da União Africana para a Juventude, Chido Mpemba, é composta por 11 políticos, líderes de opinião e defensores de causas.

Durante os próximos três anos, a Comissão Internacional para Conexão Social buscará abordar a solidão como uma ameaça global urgente para a saúde, promovendo a conexão social como uma prioridade e acelerando a implementação de soluções em países ao redor do mundo.

Essa é a primeira iniciativa global para combater a epidemia da solidão, de acordo com Tedros, que destacou a importância de estabelecer a conexão social como uma prioridade de saúde global.

Objetivo é construir um mundo menos solitário, mais saudável e mais resiliente

O isolamento social e a solidão afetam a saúde e o bem-estar em todas as idades e regiões, indo além da percepção de ser um problema exclusivo de pessoas mais velhas em países desenvolvidos. A OMS revelou que uma em cada quatro pessoas idosas sofre de isolamento social em todo o mundo, e entre 5 a 15% dos adolescentes também enfrentam a solidão.

Durante a coletiva de imprensa, Ghebreyesus alertou para as graves consequências da solidão, incluindo maior risco de acidente vascular cerebral, ansiedade, demência, depressão e suicídio. Chido Mpemba, enviado da União Africana para a Juventude, enfatizou que os jovens não são imunes à solidão, destacando que o isolamento social pode afetar qualquer pessoa, independentemente da idade.

A Comissão sobre Conexão Social, apoiada por uma equipe da OMS em Genebra, realizará sua primeira reunião de 6 a 8 de dezembro e planeja publicar um relatório sobre o projeto em um ano e meio.

O objetivo é construir um mundo menos solitário, mais saudável e mais resiliente, enfatizou Vivek Murthy, cirurgião-geral dos EUA, durante o anúncio, ressaltando a importância de investir na reconstrução do tecido social da sociedade.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.