MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo de São Paulo anuncia contratação de psicólogos e vigilantes para escolas estaduais

A medida inclui a contratação de 550 psicólogos para atendimento nas escolas estaduais. Governador de São Paulo ressaltou que não haverá suspensão das aulas

Governador de São Paulo ressaltou que não haverá suspensão das aulas
Governador de São Paulo ressaltou que não haverá suspensão das aulas - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 13/04/2023, às 22h07

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, anunciou nesta quarta-feira (13) a contratação de 550 psicólogos para atendimento nas escolas estaduais, além de mil vigilantes de empresas de segurança privada que vão trabalhar nas unidades desarmados.

O investimento será de R$ 240 milhões. O anúncio ocorreu em coletiva de imprensa na Escola Estadual Thomazia Montoro, onde ocorreu um ataque que deixou uma professora morta e quatro feridos. Os psicólogos serão responsáveis pelo atendimento semanal de 5 mil escolas do estado, com contrato previsto para 30 meses.

Além disso, professores também estão sendo treinados para realizar o acolhimento inicial do aluno. A ideia é que todas as escolas tenham um profissional treinado para lidar com questões de saúde mental.

+++ Justiça estabelece medidas para prevenir aumento de conteúdos que incentivam ataques em escolas

Governador de São Paulo ressaltou que não haverá suspensão das aulas

Já os vigilantes serão colocados nas escolas consideradas mais vulneráveis pelo governo. As contratações fazem parte das políticas públicas voltadas à segurança nas escolas, que também incluem a possibilidade de denúncia por meio de aplicativo e o aumento na gratificação e no efetivo de policiais nas escolas.

Outra iniciativa é a criação de uma funcionalidade no aplicativo 190 para denúncias relacionadas à segurança escolar, que envia a localização georreferenciada do problema para a central de operações da polícia. A gratificação e o efetivo de policiais nas escolas também serão aumentados, com a previsão de 800 profissionais atuando no reforço da segurança escolar.

O governador ressaltou que não haverá suspensão das aulas. "Esse é o melhor período da vida e a gente não vai permitir que isso seja subtraído", afirmou.

Quando questionado sobre os rumores de possíveis ataques durante o mês, o governador de São Paulo afirmou que está acompanhando a situação de perto e que uma grande operação será realizada para assegurar a segurança, garantindo que tudo ocorrerá sem problemas.

Ele também aconselhou as pessoas a denunciarem a propagação de boatos, afirmando que isso auxiliará o serviço de inteligência na identificação e prisão dos responsáveis por espalhar esse tipo de terrorismo.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.