MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Imposto de Renda 2022: informe de rendimentos via WhatsApp já é realidade

Iniciativa pioneira do Banco do Brasil está disponível apenas para os clientes pessoas físicas. Prazo para fazer a declaração do Imposto de Renda 2022 vai de 7 de março a 29 de abril

Mylena Lira | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 28/02/2022, às 14h50 - Atualizado às 15h03

Imposto de Renda 2022: celular com sistema da Receita Federal sobre teclado de computador
Imposto de Renda 2022: celular com sistema da Receita Federal sobre teclado de computador - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A data inicial para informar os ganhos obtidos em 2021 e não cair na malha fina é 7 de março, daqui uma semana. Para o alívio de quem não pode contar com a ajuda de um contador, o Imposto de Renda 2022 traz inúmeras facilidades para os contribuintes. A obtenção do informe de rendimentos por meio do aplicativo WhatsApp é a mais recente novidade divulgada neste ano. Essa é uma iniciativa pioneira do Banco do Brasil (BB), portanto está disponível apenas para os clientes pessoas físicas.

O informe de rendimentos é um dos documentos mais importantes para se ter em mãos na hora da declaração do IR, pois indica os ganhos financeiros do ano anterior. O documento emitido pelo banco informa o saldo da conta do último dia do ano de 2021, dado exigido pela Receita Federal. Além disso, mostra quanto de dinheiro tinha em fundos de investimento e na previdência privada, por exemplo.

O informe necessário para o Imposto de Renda 2022 pode ser solicitado ao BB por meio do número WhatsApp (61) 4004-0001, enviando a mensagem “quero meu informe de rendimentos”. O assistente virtual fará a identificação do cliente e enviará o documento em formato PDF. O Banco do Brasil se tornou a primeira instituição financeira do país a enviar o informe por meio do aplicativo de mensagens. Correntistas do BB também podem usar o WhatsApp para serviços Pix, atendimento online, renegociação de dívidas sem interação humana e serviços de INSS, por exemplo.

A Receita Federal estima receber 34,1 milhões de declarações até o final do prazo, que neste ano será o dia 29 de abril. Além do novo período para envio do informe de rendimentos, o governo federal divulgou a data em que serão iniciadas as restituições para os felizardos que, ao final da declaração, tiverem direito à devolução do valor pago a mais de imposto. O reembolso será feito de 31 de maio a 30 de setembro de 2022. Cinco grupos farão jus ao resgate a cada mês e quem declarar primeiro também estará contemplado nos lotes iniciais da restituição.

Outras facilidades no Imposto de Renda 2022

A disponibilização da declaração pré-preenchida em larga escala para contribuintes, a partir da autenticação via contas do Portal Gov.br, é outra inovação trazida para o Imposto de Renda 2022. Por meio dela, ficará muito mais simples fazer o IR, pois o sistema da Receita Federal trará automaticamente quase todas as informações em posse do órgão.

Serão importadas diretamente para a declaração, por exemplo: informações de rendimentos pagos por empresas e outras pessoas; despesas médicas informadas por estabelecimentos médicos; e o histórico de bens e direitos das declarações de anos anteriores. A habilitação dos serviços de IR com a conta Gov.br terá início em 3 de março.

As facilidades não param por aí. Outra novidade é o novo formato (mais integrado) do sistema de apresentação do Imposto de Renda 2022 (IRPF) em multiplataforma, tanto para computadores online como para dispositivos móveis. Os auditores da Receita Federal ressaltaram que será possível começar a declaração no celular, continuar no programa instalado no computador e finalizar na internet.

Além disso, o cidadão vai poder receber a restituição por meio de transferência Pix. Essa modalidade também poderá ser escolhida para pagar as cotas do Imposto de Renda 2022, caso exista saldo a pagar por ter recolhido menos imposto do que deveria. Sendo assim, o contribuinte não precisará sair de casa para pagar seu Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), que passará a ser impresso com código de barra e QR code.

LEIA TAMBÉM:
+Imposto de Renda 2022: saiba como emitir o informe de rendimentos do INSS
+Imposto de Renda 2022: contribuintes já podem preparar documentos para declaração
+Imposto de Renda: veja dicas para deduzir os gastos no IRPF 2022
+Isenção do Imposto de Renda 2022 para aposentados. Veja quem tem direito

Quem precisa fazer o Imposto de Renda 2022?

De acordo com as novas regras da Receita Federal, é obrigada a apresentar a Declaração de Ajuste Anual a pessoa que:

  • em 2021, teve rendimentos tributáveis com valor acima de R$ 28.559,70;
  • recebeu valor superior a R$ 40 mil de rendimentos considerados “isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte”;
  • obteve ganho de capital na alienação (venda) de bens ou direitos sujeitos à incidência do imposto;
  • tem direito à isenção de imposto sobre ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguidos de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias;
    tenha operado em bolsas de valores;
  • possuia propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, acima de 300 mil no dia 31 de dezembro de 2021;
  • receberam rendimentos tributáveis com valor acima de R$ 142.798,50 na atividade rural;

Vale ressaltar que se o cidadão recebeu Auxílio Emergencial e, somado aos demais rendimentos tributáveis, como o salário, ultrapassou o limite de R$ 28,5 mil estará obrigado a apresentar declaração do Imposto de Renda 2022. Ontem, em entrevista, os técnicos da Receita Federal lembraram que o auxílio pago pelo governo para amenizar prejuízos causados pela pandemia é considerado tributável.

O sistema para fazer a eclaração ainda não está disponível, mas poderá ser baixado a partir de 7 de março no computador, por meio do site da Receita Federal (acesse aqui). O aplicativo "Meu Imposto de Renda", para quem gosta de resolver tudo por celular, pode ser instalado por smartphone com sistema operacional Android (neste link) ou iOs (aqui).

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos. 

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.