MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mais de 100 pessoas são infectadas por fungo após mutirão de cirurgias de catarata

Impacto foi tão grave que alguns pacientes relataram ter perdido a visão após os procedimentos cirúrgicos. Saba o que é o fungo Fusarium e como se prevenir

Governo do estado do Amapá está fornecendo suporte às famílias afetadas
Governo do estado do Amapá está fornecendo suporte às famílias afetadas - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 30/10/2023, às 19h05 - Atualizado às 19h27

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

No início de setembro, um mutirão de cirurgias de catarata no Amapá se tornou o epicentro de uma preocupante infecção ocular que afetou 104 dos 141 pacientes envolvidos. Segundo a Secretaria de Saúde do Amapá, o responsável por essa série de infecções é o fungo Fusarium, que desencadeou um quadro de endoftalmite, uma infecção rara que atinge a parte interna do olho, incluindo tecidos, fluidos e estruturas.

O impacto foi tão grave que alguns pacientes relataram ter perdido a visão após os procedimentos cirúrgicos. Este mutirão de cirurgias faz parte do Programa Mais Visão, que recebe emendas parlamentares sendo executado por uma empresa contratada por meio de um convênio entre o estado e o Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate.

Iniciado em 2020 no Amapá, o programa já atendeu mais de 100 mil pacientes, com a maioria buscando cirurgias de catarata, totalizando 50 mil procedimentos. A Secretaria de Estado da Saúde explicou que os recursos federais são repassados à entidade, que, por sua vez, contrata uma empresa terceirizada para realizar as cirurgias. No entanto, o programa foi suspenso após os relatos iniciais de infecção em 6 de outubro.

Governo do estado do Amapá está fornecendo suporte às famílias afetadas

As vítimas estão tendo acesso a serviços médicos 24 horas, medicação, transporte, deslocamento para outros estados e apoio psicológico. Na semana passada, o Ministério Público do Amapá realizou uma reunião com representantes dos órgãos envolvidos no incidente do Programa Mais Visão.

Participaram do encontro o governador do Amapá, Clécio Luis; a secretária de Saúde, Silvana Vedovelli; o procurador-geral do estado, Tiago Albuquerque; e a superintendente de Vigilância em Saúde, Ana Cláudia Monteiro.

Também estavam presentes representantes do Laboratório Central (Lacen), da Defensoria Pública do estado e dos Capuchinhos, além de diretores do Programa Mais Visão.

O que é o fungo Fusarium e como se prevenir? 

O fungo Fusarium é um fungo filamentoso, que pode ser encontrado no solo, na água e em plantas. É um patógeno oportunista, o que significa que pode causar infecções em pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos.

O fungo Fusarium pode causar uma variedade de infecções, incluindo:

  • Endoftalmite, uma infecção do olho que pode levar à perda da visão;
  • Infecções pulmonares, que podem ser graves em pessoas com doenças respiratórias;
  • Infecções cutâneas, que podem ser dolorosas e difíceis de tratar;
  • Infecções do sistema nervoso, que podem ser fatais.
  • O fungo Fusarium pode ser transmitido através do contato com a pele, as mucosas ou as superfícies contaminadas.

Os sintomas de uma infecção por fungo Fusarium podem variar dependendo do tipo de infecção. No caso da endoftalmite, os sintomas podem incluir: dor nos olhos, visão turva, sensação de corpo estranho no olho, vermelhidão e inchaço dos olhos.

No caso de infecções pulmonares, os sintomas podem incluir: tosse, dor no peito, febre ou falta de ar.

No caso de infecções cutâneas, os sintomas podem incluir: Manchas ou erupções, cutâneas, coceira e dor. O tratamento de uma infecção por fungo Fusarium depende do tipo de infecção e da gravidade dos sintomas. Em alguns casos, o tratamento pode incluir antibióticos, antifúngicos ou cirurgia.

A prevenção da infecção por fungo Fusarium inclui:

  • Evitar o contato com superfícies contaminadas;
  • Lavar as mãos frequentemente;
  • Usar luvas ao manusear plantas doentes;
  • Evitar o contato com pessoas infectadas.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.