MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mais de 2 milhões de pessoas podem perder benefício do Bolsa Família; saiba o que fazer

A operação será executada antes de começar os pagamentos da nova versão do Bolsa Família. Veja o que fazer para não ser excluído da lista de beneficiários do programa social

A operação será executada antes de começar os pagamentos da nova versão do Bolsa Família
A operação será executada antes de começar os pagamentos da nova versão do Bolsa Família - Agência Brasil
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 03/02/2023, às 17h25

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O governo federal lançará neste mês a Operação Pente Fino do Bolsa Família, que visa identificar irregularidades relacionadas ao pagamento dos benefícios sociais. Segundo a ministra do Planejamento, Simone Tebet (MDB), mais de 2 milhões de pessoas podem perder o acesso aos recursos do Bolsa Família este ano após o término do processo.

Para a implementação da operação, o governo terá como base as informações fornecidas por meio do Cadastro Único (CadÚnico). O sistema funciona como um banco de dados coletando informações sobre a população de baixa renda e de vulnerabilidade social do Brasil.

A previsão é que, ao longo do mês de fevereiro, as pessoas identificadas com irregularidades precisem atualizar o cadastro na prefeitura do local onde moram ou no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo de onde residem.

+++ Vacina contra a dengue: comissão aprova biossegurança do imunizante. Entenda

A operação será executada antes de começar os pagamentos da nova versão do Bolsa Família

O novo Bolsa Família será implantado em março. No entanto, antes de começar a implementação da nova versão do programa, as famílias identificadas com irregularidades terão o pagamento do benefício bloqueado. Dessa forma, poderá abrir oportunidade para pessoas que atendem aos critérios do Bolsa Família, mas ainda não receberam o benefício social.

A operação Pente-fino do Bolsa Família deve seguir o seguinte cronograma:

  • O governo federal identificará as famílias a serem revisadas;
  • Convocação dessas famílias através de diversos meios de comunicação nos próximos dias;
  • As famílias identificadas terão todo o mês de fevereiro para fazer a atualização cadastral no CRAS ou na prefeitura;
  • Os beneficiários que mesmo após a atualização cadastral continuarem irregulares serão bloqueados para potenciais famílias que ainda não foram contempladas sejam identificadas;
  • Os primeiros pagamentos do novo Bolsa Família serão efetuados em março para os que tiveram cadastro atualizado e para os novos beneficiários identificados.

Para não ser excluído do programa, será necessário cumprir os requisitos do Bolsa Família. Veja quais são:

  • Podem participar do projeto famílias em situação de vulnerabilidade formadas por gestantes, lactantes, crianças, adolescentes e jovens de 0 a 21 anos;
  • As famílias em situação de vulnerabilidade social são aquelas que possuem renda mensal familiar per capita igual ou inferior a R$ 105,00. Famílias pobres são aquelas cuja renda per capita varia entre R$ 105,01 e R$ 210,00;
  • Para se candidatar ao Bolsa Família, as famílias devem estar cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e ter atualizado seus dados cadastrais nos últimos dois anos.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.