MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

MEC admite erro na divulgação do Sisu que desencadeou onda de frustração em estudantes

Resultados ficaram disponíveis por 25 minutos na manhã de 30 de janeiro, antes mesmo da homologação oficial. Situação está sob investigação rigorosa

UNE planeja solicitar esclarecimentos ao MEC e tomar medidas futuras
UNE planeja solicitar esclarecimentos ao MEC e tomar medidas futuras - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/02/2024, às 20h33

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Ministério da Educação (MEC) confirmou nesta sexta-feira (02) a divulgação equivocada dos resultados provisórios do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em nota oficial. Conforme a pasta, os resultados ficaram disponíveis por 25 minutos na manhã de 30 de janeiro, antes mesmo da homologação oficial. A situação está sob investigação rigorosa.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

"A divulgação indevida de resultados provisórios, ainda não homologados, ocorreu durante 25 minutos da manhã do dia 30 de janeiro. A ocorrência está sendo rigorosamente apurada", afirmou o MEC em comunicado à imprensa.

O ministério reiterou a segurança do sistema, assegurando que os resultados oficiais não foram alterados. Apesar da confusão, os candidatos não selecionados na chamada regular ainda têm a opção de entrar na lista de espera até 7 de fevereiro, manifestando interesse.

UNE planeja solicitar esclarecimentos ao MEC e tomar medidas futuras

A divulgação incorreta gerou frustração generalizada entre os estudantes em todo o país. Nas redes sociais, relatos de aprovações fictícias inundaram a internet, deixando muitos candidatos com a sensação de terem perdido a tão esperada vaga nas universidades e instituições públicas de ensino superior.

O caso da estudante Cinthia Isabelly, de 18 anos, da rede pública de Natal (RN), ilustra a dimensão do impacto. Sua inscrição inicialmente apareceu como selecionada para Pedagogia na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), porém, ao acessar novamente o site do Sisu, o resultado havia desaparecido.

A União Nacional dos Estudantes (UNE) reagiu rapidamente à situação, criando uma página para receber queixas e mapear casos semelhantes. Em apenas uma hora, a UNE recebeu 50 relatos, conforme a diretora de Universidades, Clara Maria.

Diante desse levantamento, a UNE planeja solicitar esclarecimentos ao MEC e tomar medidas futuras, incluindo possíveis ações judiciais. Clara Maria destacou a desorganização do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem, e ressaltou a gravidade de brincar com os sonhos dos estudantes.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.