MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mercado de trabalho nos EUA apresenta estabilidade, mas sinaliza tendências para o Brasil

Os analistas preveem um tom moderado nos mercados de renda variável. Tanto as contratações quanto as demissões nos EUA recuaram em novembro

Tanto as contratações quanto as demissões nos EUA recuaram em novembro
Tanto as contratações quanto as demissões nos EUA recuaram em novembro - Agência Brasil
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 03/01/2024, às 16h21

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Nesta quarta-feira, o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos divulgou dados que indicam uma estabilidade no número de vagas de trabalho em novembro, registrando 8,79 milhões, ligeira queda em relação aos 8,85 milhões de outubro.

Esses números, os mais baixos desde março de 2021, sugerem uma desaceleração no mercado de trabalho norte-americano, reflexo das políticas implementadas pelo Federal Reserve (Fed) com o aumento das taxas de juros.

Embora as ofertas de emprego tenham recuado em comparação ao recorde de 12 milhões em março de 2022, ainda permanecem acima dos níveis pré-pandemia. Especialistas afirmam que essa estabilidade deve impactar não apenas os mercados globais, especialmente nos EUA, mas também influenciar o cenário econômico brasileiro.

Os analistas preveem um tom moderado nos mercados de renda variável e ajustes nas taxas do Tesouro americano. Apesar da retratação no mercado de trabalho, essa situação já estava na maioria incorporada nos preços financeiros.

Tanto as contratações quanto as demissões nos EUA recuaram em novembro

O presidente do Fed de Richmond, Thomas Barkin, alertou sobre possíveis altas nas taxas de juros, contribuindo para um ambiente de ansiedade nos mercados. A divulgação da ata da última reunião do Fed também adiciona incertezas, oferecendo indícios sobre a futura política monetária.

Apesar do cenário desafiador, há uma perspectiva otimista. O relatório Jolts sugere que, em um mercado sensível às taxas restritivas do Fed, novas altas podem ser adiadas, sinalizando uma possível queda nos juros. Para o Brasil, isso pode resultar em pressão para mais cortes na taxa básica, a Selic, pelo Banco Central.

Outros dados do Jolts indicam que tanto as contratações quanto as demissões nos EUA recuaram em novembro. O setor de transporte e armazenagem registrou uma diminuição nas contratações, enquanto o comércio varejista apresentou um aumento nas vagas disponíveis.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.