MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mercado financeiro não recebe bem nova política industrial e dólar sobe

A nova política industrial, denominada "Nova Indústria Brasil", foi lançada pelo governo federal nesta segunda e gerou impacto imediato e negativo no mercado financeiro

Pessoa segura notas de dólar
Pessoa segura notas de dólar - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 23/01/2024, às 17h19

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A nova política industrial, denominada "Nova Indústria Brasil", lançada pelo governo federal nesta segunda-feira (22), gerou impacto imediato e negativo no mercado financeiro brasileiro. O dólar, que já vinha em trajetória de alta nos últimos dias, aproximou-se perigosamente da marca de R$ 5 e fechou o dia atingindo a maior cotação do ano.

O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 4,988, registrando uma alta de R$ 0,061 (+1,24%). A moeda norte-americana iniciou o dia com leve alta, mas disparou durante a manhã, especialmente após o anúncio do programa Nova Indústria Brasil pelo governo. No ponto máximo do dia, por volta das 13h45, chegou a atingir R$ 4,99.

O desempenho desta segunda-feira ampliou a alta do dólar em janeiro para 2,78%, sendo que apenas nos últimos dez dias, a moeda norte-americana acumulou uma elevação de 2,68%.

+Alerta de saúde: nova variante da Covid-19 é identificada no Brasil

Mercado de ações também sentiu

O mercado de ações também não escapou das turbulências. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 126.602 pontos, registrando um recuo de 0,81%. Este é o menor nível desde 12 de dezembro, acumulando uma queda de 5,65% no ano de 2024.

Instabilidade no mercado financeiro

O aumento da instabilidade nos mercados financeiros brasileiros nas últimas semanas já era percebido devido à expectativa de que o Banco Central dos Estados Unidos começaria a reduzir as taxas de juros apenas em maio. A elevação das taxas em economias avançadas tem incentivado a saída de capitais de países emergentes, incluindo o Brasil.

Contudo, nesta segunda-feira, as principais preocupações do mercado foram direcionadas aos impactos fiscais da política industrial recém-anunciada.

O programa, que prevê R$ 300 bilhões em financiamentos, bem como medidas como subsídios e incentivos tributários, levantou preocupações sobre a capacidade da equipe econômica em cumprir a meta de zerar o déficit primário em 2024, conforme determinado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

+Conheça como funciona 6 golpes bancários e evite perder dinheiro

Bolsa internacional positiva

Enquanto isso, nos mercados internacionais, as principais bolsas registraram ganhos nesta segunda-feira, e o dólar encerrou o dia praticamente estável em relação às principais moedas internacionais.

Saiba mais sobre o Programa Nova Indústria Brasil

O programa Nova Indústria Brasil, lançado com o intuito de impulsionar a indústria nacional até 2033, utiliza instrumentos tradicionais de políticas públicas, como subsídios, empréstimos com juros reduzidos e ampliação de investimentos federais. Contudo, as medidas anunciadas não foram bem recebidas pelos agentes do mercado financeiro.

Com seis missões específicas, o programa visa ampliar a autonomia, promover a transição ecológica e modernizar o parque industrial brasileiro. Serão priorizados setores como:

  • agroindústria
  • saúde
  • infraestrutura urbana
  • tecnologia da informação
  • bioeconomia
  • defesa

A maior parte dos recursos, totalizando R$ 300 bilhões, virá de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

No entanto, as medidas apresentadas no programa geraram preocupações adicionais no mercado financeiro, contribuindo para o cenário de desconfiança e instabilidade que se reflete nas recentes oscilações do dólar e na queda da bolsa de valores.

O desafio para o governo será equilibrar as ações de estímulo à indústria com a necessidade de manter a sustentabilidade fiscal.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.