MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mulheres empreendedoras podem pegar até R$ 21 mil no Banco do Povo; Veja linhas de crédito

As mulheres empreendedoras do estado de São Paulo têm à sua disposição três de linhas de crédito no Banco do Povo. Confira quem pode obter o auxílio financeiro

Cinco mulheres negras sorrindo
Cinco mulheres negras sorrindo - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 23/07/2023, às 18h34

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

As mulheres empreendedoras do estado de São Paulo têm à sua disposição diversas oportunidades de crescimento e incentivo por meio de linhas de crédito no Banco do Povo. No primeiro semestre de 2023, o Banco do Povo, programa do Governo do Estado de São Paulo gerenciado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, alcançou uma importante marca ao disponibilizar R$ 36,7 milhões em linha de crédito para incentivar o empreendedorismo feminino.

Esse valor representa um aumento significativo de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ao todo, 2.224 mulheres foram beneficiadas pelo programa, um aumento expressivo de 14,5% em comparação com o ano de 2022. Entre as empreendedoras que obtiveram o auxílio está Diana Rino, uma moradora da capital paulista que viu na linha Empreenda Mulher, do Banco do Povo, uma oportunidade para impulsionar sua empresa de consultoria de transformação para empresas, comércios e serviços.

Diana, que iniciou o negócio em 2010, buscava meios para fazer sua empresa crescer e encontrou no Banco do Povo a ajuda necessária: “A primeira estratégia foi desenvolver um produto de entrada mais rápido, junto ao trabalho de mídias sociais para contar bem como é meu serviço, porque é algo novo no mercado”, declarou a empreendedora.

+Prêmio da Mega-Sena acumula mais uma vez; Veja valor para próximo sorteio

Requisitos para obter crédito no Banco do Povo

Para ter acesso ao microcrédito, que pode chegar a até R$ 21 mil, é necessário concluir um dos cursos de qualificação selecionados e oferecidos pelos parceiros na iniciativa. Os cursos disponíveis incluem formalização, marketing digital e educação financeira, que permitem à empresária administrar melhor o negócio e impulsioná-lo no mercado.

A linha Empreenda Mulher apresenta três modalidades de crédito e está aberta a:

  • mulheres com mais de 18 anos;
  • residentes no estado de São Paulo;
  • que sejam empreendedoras ; e
  • não tenham restrição de crédito, desde que tenham realizado uma das qualificações oferecidas pelo programa.

As interessadas em participar podem se inscrever no Programa Empreenda Mulher, acessando a página específica no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e seguindo o passo a passo indicado.

+Salários acima do teto em Goiás são suspensos pelo STF; Entenda

Desenvolve SP 

Além do Banco do Povo, a Desenvolve SP, agência de fomento do Governo de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), oferece duas linhas de crédito voltadas para as mulheres empreendedoras.

As linhas Desenvolve Mulher e Desenvolve Mulher Sustentável proporcionam crédito pré-aprovado de até R$ 200 mil para empresas administradas por mulheres. A agência de fomento disponibiliza um total de R$ 50 milhões do seu orçamento para essas duas iniciativas.

Uma empreendedora que aproveitou essa oportunidade foi Jéssica Vieira, de 31 anos, comerciante em Jundiaí, cuja família possui uma empresa de salgados desde 2014. Após solicitar o crédito na Desenvolve SP, Jéssica teve seu pedido aprovado e recebeu a primeira parcela do recurso em maio. O dinheiro foi destinado à compra de mais máquinas, e a segunda parcela foi utilizada como capital de giro para auxiliar a mudança da empresa para um espaço maior, visando aumentar a produção.

Atualmente, a produção diária de salgados varia entre oito mil e 10 mil unidades, mas a expectativa de Jéssica é dobrar o faturamento e, consequentemente, os lucros. As linhas de crédito da Desenvolve SP oferecem taxas de juros a partir de 2% ao ano, mais Selic.

Com uma carência de 36 meses e um prazo de pagamento de até 60 meses, as empreendedoras têm a opção de destinar até 30% do financiamento como capital de giro para impulsionar ainda mais seus empreendimentos.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.