MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

O que falta para o Auxílio Brasil de R$ 600 começar a ser pago pelo governo?

Governo pressiona para que Auxílio Brasil tenha valor mínimo de R$600, PEC dos Combustíveis foi aprovada no Senado. O que falta para aumento do benefício?

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 04/07/2022, às 20h43

Uma mulher segura notas de dinheiro
Uma mulher segura notas de dinheiro - Canva - Auxílio Brasil de R$ 600
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O governo federal anunciou o Auxílio Brasil no valor mínimo de R$ 600 para as famílias de baixa renda do país. O aumento que eleva o valor de R$ 400 para R$ 600 por conta da PEC dos Combustíveis foi aprovado no Senado, mas para ser efetivado o reajuste, a medida precisa passar por nova votação. 

Caso a PEC seja aprovada pela Câmara dos Deputados sem alterações, ela deverá ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), para assim, entrar em vigor. O governo teria confirmado o aumento de R$ 200 no valor médio do benefício, que irá beneficiar cerca de 20 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no país. 

+++ ICMS: 20 estados já anunciaram redução e combustíveis podem ficar mais baratos

Número de parcelas e calendário do Auxílio Brasil de R$ 600?

De acordo com a proposta, a previsão é a de que sejam pagas cinco parcelas no valor mínimo de R$ 600 até dezembro deste ano. Apresentado no Senado, no dia 29 de junho, o reajuste do Auxílio Brasil está previsto na PEC dos Combustíveis, que também quer aumentar o vale-gás de R$ 53 para R$ 120, para 5,7 milhões de brasileiros, além da "bolsa-caminhoneiro", que dá um voucher de R$ 1 mil para amenizar os impactos da alta do diesel para motoristas autônomos.

O Senado começou a discutir em plenário a PEC nº 1, no último dia 30 de junho, o "pacote de bondades" de R$ 38,75 bilhões. Todas as ações valem até o fim de 2022, além de incluir um auxílio para os taxistas. 

Segundo o relator da proposta, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), a expectativa é implantar as medidas no início de agosto. Isso porque a folha de pagamento dos benefícios de julho já começou a ser processada. Já os R$ 600 deve ser pago até dezembro.

Taxistas são incluídos em benefício do governo por senador

Os taxistas também foram incluídos em benefício do governo federal pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). A Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que é responsável por criar o auxílio-caminhoneiro, programa que também beneficiará a categoria. Saiba mais detalhes. 

A PEC dos combustíveis é de autoria do senador Eduardo Braga (MDB-AM) e tem sido justificada por conta da alta dos combustíveis que tem afetado os caminhoneiros. Segundo a proposta original, os taxistas receberiam cerca de R$ 300 por mês, até o fim do ano. O senador disse que iria incorporar o auxílio em seu relatório. Após a inclusão ser anunciada pelo senador, o parlamentar Flávio Bolsonaro (PL-RJ) chegou a afirmar que o projeto custaria aos cofres públicos uma média de R$ 2 bilhões.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.