MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Orkut de volta? Fundador reativa site e diz: “Vejo vocês em breve”

O fundador do Orkut publicou uma mensagem destacando as característica da rede social e alfinetou a concorrência por disseminar a desinformação e a busca por likes

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 28/04/2022, às 14h14

None
Divulgação Orkut
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O site oficial do Orkut foi reativado nesta quarta-feira (28). Mas, a rede social, que foi sucesso no Brasil na década de 2000, ainda não voltou da forma como você deve estar pensando. 

O fundador, o engenheiro turco Orkut Buyukkokten, publicou uma mensagem enigmática destacando que a rede social era um ambiente que construía “relações duradouras" e não promovia a desinformação e nem busca incessante por likes e comentários ao postar fotos. Ele ainda relata que está construindo “algo novo”. 

Com isso, a tendência é o retorno da rede social, que foi desativada pelo Google em 2014. Vale lembrar que ela foi criada em 2004 e durou cerca de 10 anos. 

“Eu sou uma pessoa otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!”, destaca o trecho da nota.

Buyukkokten ressalta que o Orkut foi importante na época, uma vez ele reunia as pessoas em comunidades com interesses compartilhados. Com isso, a rede social deve ser um local para cultivar a amizade entre as pessoas e não gerar ódio na internet.

“O mundo precisa de gentileza agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e bem escassas”, aponta a nota.

O texto ainda alfineta as outras redes sociais ao afirmar que as ferramentas devem ser usadas para servir e não dividir, para proteger os dados e não vendê-los, devem promover a esperança e não a ansiedade. 

“A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser o seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões duradouras. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração”, diz a mensagem.

Coincidentemente, a reativação do Orkut ocorre logo após o bilionário e dono da Tesla, Elon Musk, comprar o Twitter por US$ 44 bilhões. 

Nota do Orkut

Confira na íntegra a mensagem compartilhada no site oficial do Orkut:

“Hello!

Sou o Orkut. 17 anos atrás eu criei uma pequena rede social enquanto eu trabalhava no Google como engenheiro de software. Em apenas alguns anos, essa rede social se tornou o orkut.com com mais de 300 milhões de usuários.

Acredito que o orkut.com encontrou sua comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados. Nos dedicamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus mesmos interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram em suas fotos.

O mundo precisa de gentileza agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e bem escassas. Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida para ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas.

Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser o seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões duradouras. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração.

Eu sou uma pessoa otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!”

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.