MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Pente-fino: mais 10 milhões de benefícios do Bolsa Família 2023 passando por revisão

Ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, afirmou hoje (9), que existem mais de 10 milhões de benefícios do Bolsa Família em revisão

Uma mulher segura o cartão do Bolsa Família
Uma mulher segura o cartão do Bolsa Família - Divulgação - Pente-fino no Bolsa Família 2023
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 09/02/2023, às 17h14

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Atualmente, existem mais de 10 milhões de benefícios do Bolsa Família 2023 passando por revisão, segundo informações do ministério do Desenvolvimento Social e Assistência Social, Família e Combate à Fome

A declaração foi dada nesta quinta-feira (9) pelo chefe da pasta, Wellington Dias, após visita a uma unidade da Cozinha Solidária — projeto do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), no Sol Nascente, no Distrito Federal.

Além disso, Dias também informou que desses mais de 10 mil, existem cerca 2,5 milhões de famílias recebem o benefício de maneira irregular. A informação foi obtida após a revisão de dados do programa de transferência de renda do governo federal. O resultado deste pente-fino devem ser apresentados ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ainda neste mês. 

A avaliação do ministro é de que as "mais ou menos 2,5 milhões destes que recebem têm grandes indícios de irregularidade". Segundo Dias. Ele também afirma que o governo Bolsonaro, para conseguir a reeleição, realizou uma verdadeira "bagunça" no Cadastro Único (CadÚnico) para que as famílias recebessem o benefício indevidamente. 

“Foi desmantelado o cérebro do cadastro único. É como se tivesse uma bagunça para perder o controle", afirmou ao portal. Além de destacar que existem famílias com renda elevada, com nove salários mínimos recebendo o Bolsa Família. 

Sobre o assunto, ele afirmou que enquanto há essas famílias, também existem "pessoas sem renda, com fome, que não conseguem acessar [o programa]. É mais que uma atualização de cadastro, é justiça social", disse.

Saiba os beneficiários por região 

Segundo os dados mais recentes do ministério, referentes a dezembro de 2022, a região Nordeste libera o número de beneficiários com 9,9 milhões, seguido do Sudeste com 6,4 milhões de famílias, o Norte possui 2,61 milhões de famílias, no Sul esse número chega a 1,46 milhão de famílias, e por último, o Centro-Oeste com 1,15 milhão de famílias.

Quem pode receber?

Segundo as regras do governo, estão aptas a receber o benefício as famílias que estão em situação de extrema pobreza; com renda por pessoa de até R$ 105 e em situação de pobreza; renda familiar de até R$ 210. O beneficiário pode receber o benefício mesmo tendo emprego por até dois anos, quando possui rende per capita até R$ 525. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.