Pesquisa da FGV aponta maior nível de empregos no Brasil desde o período pré-pandemia

O IAEmp, desenvolvido pela FGV, é um indicador que mede o nível de empregos no Brasil, de acordo com a opinião dos consumidores e empresários

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 08/09/2021, às 10h46

None
Agência Brasília

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou um estudo sobre o nível de empregabilidade no Brasil em agosto. De acordo com o IAEmp (Indicador Antecedente de Emprego), o nível de emprego no país cresceu 0,9 ponto no mês passado e chegou nos 90,1 pontos. Este é o maior indicador registrado desde o início da pandemia de coronavírus, em fevereiro de 2020, quando o IAEmp indicou 92 pontos.

“O IAEmp avança pelo quinto mês consecutivo e se aproxima do nível pré pandemia. Após o impacto da segunda onda de covid, o movimento iniciado de flexibilização desde então parecem ter contribuído para a retomada do mercado de trabalho. O resultado mais tímido do indicador nesse mês sugere que essa recuperação ainda deve ser gradual. O controle da pandemia e a melhora do setor de serviços, setor que mais emprega, são fundamentais para a continuidade desse cenário positivo”, declarou o economista da FGV Rodolpho Tobler.

Divulgação FGV

 

O IAEmp, medido com base em entrevistas com consumidores e empresários da indústria e dos serviços, busca antecipar tendências do mercado de trabalho no Brasil. De acordo com o estudo divulgado pela FGV, dos sete componentes do IAEmp, a situação corrente dos serviços foi a que mais contribuiu para a alta do índice em 1,1 ponto, pois registrou um um avanço de 7,4 pontos.

Comentários

Mais Lidas