MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

PGR pede que STF inclua Bolsonaro na investigação dos ataques golpistas em Brasília

Bolsonaro poderá ser investigado no inquérito de “autores intelectuais” da invasão ao Distrito Federal, no último domingo (8). Ex-presidente teria influenciado eleitores de forma indireta

Essa é a primeira vez que Bolsonaro é citado em uma apuração dos ataques golpistas em Brasília
Essa é a primeira vez que Bolsonaro é citado em uma apuração dos ataques golpistas em Brasília - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 13/01/2023, às 18h54

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O ex-presidente Jair Bolsonaro pode ser incluído nas investigações dos ataques golpistas de bolsonaristas aos Três Poderes em Brasília. O anúncio foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta sexta-feira (13). Bolsonaro poderá ser investigado no inquérito de “autores intelectuais” da invasão no Distrito Federal, no último domingo (8).

A abertura desse inquérito foi pedida pela PGR ao Supremo Tribunal Federal (STF) na quinta-feira (12). Agora, caberá à presidente do STF, ministra Rosa Weber, analisar o pedido e decidir se abre a investigação contra Bolsonaro ou se encaminha o pedido para outro ministro da Corte.

De acordo com o g1, o pedido de quinta-feira não citava Bolsonaro, mas dizia que o órgão queria investigar todos os que fizeram ataques às urnas, insinuação de fraudes eleitorais, deslegitimação de quem venceu a eleição, ataques ao Supremo Tribunal Federal, “mesmo estando no exterior”.

+++ Dono da Havan e apoiador de Bolsonaro publica vídeo no qual diz torcer por Lula e pelo Brasil

Essa é a primeira vez que Bolsonaro é citado em uma apuração dos ataques golpistas em Brasília

Na quinta-feira, os procuradores da República pediram ao procurador-geral Augusto Aras, que investigasse Bolsonaro por incitação a crimes. Segundo os integrantes do MP, o ex-presidente se envolveu na disseminação de desinformação após o resultado da eleição presidencial, o que acabou influenciando aos atos de vandalismo.

Esta é a primeira vez que Bolsonaro é formalmente incluído em uma apuração ligada a atos terroristas de bolsonaristas golpistas aos palácios do STF, Congresso Nacional e Planalto.

Nesta sexta-feira (13), Bolsonaro alterou o perfil nas redes sociais, que ainda constava como presidente do país. Agora consta a informação de que ele foi o “38º Presidente da República Federativa do Brasil”. O banner de quando ainda era candidato à reeleição a com o número 22 ainda não foi retirado.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.