MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Preço dos aluguéis dispara no país em um ano; aponta levantamento. Saiba mais

Levantamento divulgado pelo Índice FipeZAP+ de Locação Residencial, nesta quinta-feira (16), aponta alta no preço dos aluguéis nas cidades monitoradas

Um homem segura uma chave e uma miniatura de uma casa
Um homem segura uma chave e uma miniatura de uma casa - Canva - Preço dos aluguéis
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 16/02/2023, às 20h48

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Um levantamento realizado pelo Índice FipeZAP+ de Locação Residencial, divulgado neste quinta-feira (16), revelou que o preço dos aluguéis ficou mais caro no país durante os últimos 12 meses. Só para se ter uma ideia, o valor do aluguel de residencial no Brasil subiu 16,76%. 

A pesquisa acompanhou o preço médio de locação de apartamentos prontos em 25 cidades brasileiras. De acordo com a publicação, o indicador encerrou o mês de janeiro de 2023, superando a inflação acumulada pelo IPCA (+5,77%) e IGP-M (+3,79%).

+ Bolsas de estudo: Lula anuncia reajuste na graduação e pós-graduação

Veja percentual nas capitais do país 

Ainda de acordo com o estudo, em todas as 25 cidades monitoradas apresentaram alta nos preços dos aluguéis. Veja abaixo, as capitais que mais registraram alta em um ano:

  • Goiânia (+32,37%); 
  • Florianópolis (+30,97%)
  • Curitiba (+23,75%);
  • Fortaleza (+22,39%); 
  • Belo Horizonte (+20,99%); 
  • Rio de Janeiro (+18,60%); 
  • Recife (+16,55%); 
  • Salvador (+15,51%); 
  • São Paulo (+14,85%); 
  • Porto Alegre (+11,89%)
  • Brasília (+9,25%).

Já no mês de janeiro, houve um aumento de 1,21% no preço do aluguel dos imóveis, em comparação ao mês de dezembro (+0,88%), esse resultado também superou os índices do IPCA (+0,53%) e do IGP-M (+0,21%), para o período. 

Segundo o Índice FipeZAP+, das 25 cidades observadas, 24 delas apresentaram alguma elevação, assim como as 11 capitais do país: Goiânia (+3,29%); Florianópolis (+2,00%); Fortaleza (+1,94%); Curitiba (+1,75%); Rio de Janeiro (+1,75%); Brasília (+1,23%); Belo Horizonte (+1,12%); Recife (+0,86%); Porto Alegre (+0,79%); São Paulo (+0,72%); e Salvador (+0,66%). 

Veja o preço médio em janeiro 

Ainda segundo o índice, neste mês, o preço médio do aluguel foi de R$ 37,13/m² em janeiro de 2023. Ao observar as 11 capitais, a cidade de São Paulo apresentou o preço médio mais alto de locação residencial, o que representa (R$ 45,90/m²), seguida pelos valores médios.

Em seguida, vem Recife (R$ 42,88/m²), Florianópolis (R$ 39,79/m²), Rio de Janeiro (R$ 38,31/m²), Brasília (R$ 36,87/m²). Quando o assunto são as capitais com menor valor de locação, a cidade de Fortaleza aparece no topo da lista, com Fortaleza (R$ 23,70/m²), seguido de Goiânia (R$ 27,14/m²), Porto Alegre (R$ 28,03/m²) e Curitiba (R$ 30,50/m²).

*Com informações da Revista Exame 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.