MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Bolsas de estudo: Lula anuncia reajuste na graduação e pós-graduação

Presidente Lula (PT) anunciou nesta quinta-feira (16) reajuste de bolsas de estudo para graduação, pós-graduação e Ensino Médio; correção entre 25% a 200%

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anuncia reajuste de bolsa de estudos no Palácio do Planalto
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anuncia reajuste de bolsa de estudos no Palácio do Planalto - Agência Brasil - Bolsa de estudos
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 16/02/2023, às 19h50 - Atualizado às 20h11

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou nesta quinta-feira (16) um reajuste entre 25% a 200% das bolsas de estudo, tais como as de graduação, pós-graduação, iniciação científica e Bolsa Permanência Estudantil em todo o país. 

De acordo com o governo, os novos valores passam a valer a partir de março. Sem reajuste desde 2013, as bolsas de mestrado e doutorado terão variação de 40%. O auxílio para o mestrado passou de R$ 1,5 mil para R$ 2,1 mil. No doutorado, o valor que era de R$ 2,2 mil passou para R$ 3,1 mil. As bolsas de pós-doutorado, o acréscimo será de 25%, com aumento de R$ 4,1 mil para R$ 5,2 mil.

Os valores anunciados por Lula (PT) valem para as bolsas pagas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC), e os auxílios pagos pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

+ Projeto de lei propõe que homens e mulheres recebam salários iguais para mesmas funções

Governo irá recompor quantidade de bolsas 

O governo informou que irá recompor a quantidades de bolsas ofertadas. Neste caso, no mestrado a estimativa é ofertar 53,6 mil bolsas, ante 48,7 mil em 2022. Para reajustar as bolsas, será investido o valor de R$ 2,38 bilhões em recursos tanto no MEC quanto do MCTI. 

O presidente Lula afirmou durante cerimônia no Palácio do Planalto, que “tudo que formos fazer para atender as necessidades do povo vai ser chamado de investimento. E educação é o investimento mais barato que podemos fazer. Queremos um país que exporte conhecimento”. 

Veja novos valores da iniciação científica 

Para os alunos de iniciação científica do Ensino Médio, o reajuste nas bolsas será de R$ 300, ante a R$ 100, o que corresponde a uma correção de 200%. Serão disponibilizadas para este público 53 mil bolsas para estimular jovens estudantes a se dedicar à pesquisa e produção científica. 

Os professores da educação básica também terão reajuste entre 40% e 75%. Neste ano, será disponibilizada 125,7 mil bolsas para preparar os professores. Os valores variam de R$ 400 a R$ 1.500.

Reajuste da Bolsa Permanência

A Bolsa Permanência, que foi criada em 2013, para conceder auxílio financeiro a estudantes quilombolas, indígenas, integrantes do Programa Universidade para Todos (ProUni) e alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica que estão em instituições federais de ensino superior, também passará por reajuste.

Houve aumento na ordem de 55% a 75%. Os valores que eram de R$ 400 a R$ 900, agora, no caso das bolsas para indígenas e quilombolas, passarão de R$ 900 para R$ 1.400.

*Com informações da Agência Brasil 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.