MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Previdência Social: INSS deixa de atender mais de 100 mil novos processos todo mês

De 800 mil pedidos de aposentadorias, pensões e auxílios, 700 mil são finalizados; Previdência Social tem desafio de zerar atendimentos em 2022

JEAN ALBUQUERQUE | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 08/02/2022, às 16h13 - Atualizado às 16h14

Previdência Social: INSS deixa de atender mais de 100 mil novos processos todo mês
Previdência Social: INSS deixa de atender mais de 100 mil novos processos todo mês - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A Previdência Social do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) deixa de atender mais de 100 mil novos processos todos os meses. De acordo com dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Direitos Previdenciários, a cada 800 mil pedidos de aposentadorias, pensões e auxílios, só são finalizados 700 mil. A soma de trabalhadores com pedidos em atraso é de 900 mil processos. 

De acordo com o levantamento, um dos atrasos mais comuns são os pedidos de auxílio por incapacidade temporária, o auxílio-doença. A cada 7 em 10 pedidos tem atraso no atendimento por causa da inconsistência nos dados, o que pode acarretar na negação do benefício. 

+ Concurso INSS é urgente se governo quer zerar filas da Previdência Social

Previdência Social tem o desafio de zerar os atendimentos em 2022. Entenda 

Diante do déficit de milhares de atendimentos, a Previdência Social tem o desafio de zerar as filas em 2022. Neste caso, a falta de servidores públicos para realizar a análise dos processos e a paralisação parcial das perícias médicas provocadas pela pandemia contribuiu para a não realização dos atendimentos. 

Ao todo, o órgão recebe todos os meses uma média de 800 mil pedidos, entre benefícios, perícias e agendamentos. A não realização do atendimento pode acarretar na não concessão do auxílio para quem mais precisa. 

O que fazer para resolver o problema? Saiba mais 

Para tentar resolver essas e outras questões, o segurado pode tentar resolver o problema de maneira administrativa na ouvidoria do INSS pelo telefone 135 ou pelo endereço: falabr.cgu.gov.br. Não havendo a solução para o problema, o beneficiário poderá recorrer na justiça para garantir os seus direitos. 

A Previdência Social encerrou o ano de 2021 com uma média de 1,8 milhão de processos em análise, com a metade deles em atraso se for considerado o prazo de 45 dias para atendimento, fixado pelo Supremo Tribunal Federal. 

* Com informações da Agência Brasil 

+++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.