MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Ranking dos países mais corruptos do mundo aponta posição ruim do Brasil

Segundo relatório da Transparência, nos últimos anos, o Brasil se manteve inalterado em relação ao combate à corrupção

Ranking dos países mais corruptos do mundo aponta posição ruim do Brasil
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 31/01/2023, às 23h00

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Mais uma vez, o Brasil se destacou negativamente no ranking mundial de corrupção, que foi divulgado, nesta terça-feira (31), pela Transparência Internacional. O país registrou 38 pontos e ficou na 94º posição entre 180 países. Este é o terceiro ano consecutivo que o país mantém um desempenho ruim no índice. 

O Índice de Percepção da Corrupção (IPC) calcula, com a opinião de especialistas e empresários, a integridade do setor público nos 180 países pesquisados. A nota varia de 0 a 100, em que 0 é altamente corrupto e 100 muito íntegro. Para efeito de comparação, o Brasil está na mesma posição que Etiópia, Argentina, Tanzânia e Marrocos. 

+Netflix mantém liderança no mercado de streaming do Brasil; veja ranking

A pior nota do Brasil no índice de Transparência Internacional foi obtida durante os anos de 2018 e 2019, quando atingiu 35 pontos. No ano anterior, o país conseguiu bater a marca de 37 pontos. 

A média global do índice de corrupção foi de 43 pontos, acima da pontuação brasileira. O mesmo número observado na média dos países do continente americano. 

Os dois primeiros colocados são países nórdicos, Dinamarca e Finlândia, que conquistaram 90 e 87 pontos, respectivamente. Fechando o pódio, aparece a Nova Zelândia, com 87 pontos.

+Caged 2022: setor de serviços criou maior parte dos empregos. Veja detalhes

O que a Transparência disse sobre o Brasil

De acordo com a Transparência, a conquista negativa do Brasil “reflete o desmanche acelerado dos marcos legais e institucionais anticorrupção que o país havia levado décadas para construir” e a “degradação” das instituições democráticas do país durante o governo Bolsonaro.

Apesar do Brasil ter subido duas posições, o relatório aponta que o desempenho do país no combate à corrupção permaneceu praticamente inalterado, enquanto os outros países se movimentaram. Por esse motivo, o Brasil se destacou negativamente. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.