MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Saiba qual será o valor do Auxílio Brasil em 2023, que já foi confirmado pelo governo

O novo valor do Auxílio Brasil para 2023 já inserido no Orçamento do ano que vem, afirma secretário do Tesouro e do Orçamento

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 25/07/2022, às 14h36

None
Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O Auxílio Brasil de R$ 600 inicia a partir de agosto e será pago até o final de 2022. Portanto, o reajuste será temporário e o secretário Especial do Tesouro e do Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, confirmou o valor para o ano que vem. Continue no JC Concursos para saber qual será o valor do Auxílio Brasil em 2023.

Colnago afirmou, nesta segunda-feira (25), que o Auxílio Brasil voltará ao valor de R$ 400 em 2023. Inclusive, ele antecipou que este valor já está previsto no Orçamento de 2023. De acordo com o secretário, o Ministério da Economia avalia que não há necessidade em promover mais um reajuste no programa social e nem que a legislação obrigue a pagar os R$ 600 no que vem.

+Você é MEI e está precisando de dinheiro? Programa do governo libera empréstimos com juros baixos

Vale lembrar que o reajuste temporário do Auxílio Brasil foi possível graças à PEC dos Benefícios Sociais, que promove um estado de emergência até o final do ano. Assim, o governo pode ampliar os gastos sociais. 

Hoje, nosso entendimento é que o marco legal não nos traria uma obrigação ou uma necessidade de colocar [o Auxílio Brasil] no PLOA [Projeto de lei Orçamentária Anual] para 2023”, disse o secretário.

Colnago explica que o valor do Auxílio Brasil precisa se adequar ao teto de gastos, que limita o crescimento de gastos públicos junto a inflação e obriga o corte de gastos desnecessários. 

+Mercado financeiro estima inflação mais baixa no final de 2022, mas prevê aumento em 2023

Segundo o secretário, as despesas discricionárias (não obrigatórias) estão em torno de R$ 120 bilhões a R$ 130 bilhões ao ano e o aumento no benefício levaria a um corte nesses gastos, reduzindo-as para R$ 70 bilhões. "É um desafio considerável para gente conseguir manter [o auxílio em R$ 600]", ressaltou.

*com informações da Agência Brasil 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.