MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Setor de serviços cresce e acumula alta de 6,4% em 12 meses. Veja atividades

Setor de serviços desempenha um papel crucial na economia, gerando empregos e renda. No mês anterior, o setor havia registrado uma queda de 1,5%

Serviços prestados às famílias foi o segmento que mais contribuiu para o crescimento em todo o país
Serviços prestados às famílias foi o segmento que mais contribuiu para o crescimento em todo o país - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 12/07/2023, às 22h13

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O setor de serviços, que é o maior empregador da economia, registrou um crescimento de 0,9% em maio, em comparação com abril, conforme a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada nesta quarta-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o setor havia registrado uma queda de 1,5%.

No acumulado do ano, o setor de serviços, que inclui atividades como comércio varejista, transporte, imobiliárias, turismo e alimentação, apresenta um aumento de 4,8%. Em relação aos últimos 12 meses, o saldo positivo é de 6,4%. Apesar da recuperação em maio, o setor continua 2% abaixo do ponto mais alto da série histórica do IBGE, alcançado em dezembro de 2022.

O destaque do mês foi o setor de transportes, que apresentou um crescimento de 2,2% e contribuiu significativamente para o resultado mensal. "O transporte de cargas e de passageiros registrou avanço no mês. Especificamente, os destaques foram o transporte rodoviário de cargas, o transporte aéreo de passageiros e o transporte aquaviário de cargas", explicou o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

Esse desempenho também foi reflexo da atividade agropecuária, que tem se mostrado um dos principais motores da economia brasileira. "Os recordes na safra de grãos impactam os transportes, especialmente o transporte rodoviário de cargas. Esse impacto não é recente. A partir de maio de 2020, no início da pandemia de COVID-19, houve um crescimento importante nesse setor, muito ligado ao aumento na produção agrícola", afirmou Lobo.

+++ Acúmulo de bolsas de pós-graduação é flexibilizado pela Capes; Saiba tudo

Serviços prestados às famílias foi o segmento que mais contribuiu para o crescimento em todo o país

A pandemia também teve um papel importante no impulsionamento do setor de transportes, devido ao aumento das compras online e do uso da internet para fazer compras, que movimenta serviços de frete. Houve um "boom do comércio eletrônico, com a migração em grande escala das vendas em lojas físicas para plataformas online", ressaltou o analista do IBGE.

O setor agropecuário também se destacou na análise regional, com o estado do Mato Grosso registrando um crescimento de 22,5% no setor de serviços em maio. "O setor agropecuário influencia muito o transporte rodoviário de cargas. Os transportes representam 77% dos serviços do Mato Grosso, então qualquer movimentação de crescimento ou queda determina o resultado do setor no estado", destacou Lobo.

Além do setor de transportes, o segmento que mais contribuiu para o crescimento em todo o país foi o de serviços prestados às famílias, que registrou um aumento de 1,1% em maio. O ramo de atividades turísticas também apresentou um crescimento positivo, com um aumento de 4% no mês. É o segundo resultado positivo consecutivo e o setor está 5,6% acima do patamar de fevereiro de 2020, antes do início da pandemia.

O setor de serviços desempenha um papel crucial na economia, gerando empregos e renda. Conforme o último levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, do saldo positivo de 865.365 vagas com carteira assinada criadas entre janeiro e maio deste ano, 521.540 estão no setor de serviços.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.