MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Seu avô era português? Portugal facilita cidadania europeia para brasileiros

Após dois anos da aprovação, entrou em vigor em Portugal uma nova lei que facilita a cidadania europeia para brasileiros; saiba quais são os critérios

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 04/05/2022, às 14h50

Portugal facilita cidadania europeia para brasileiros
Portugal facilita cidadania europeia para brasileiros - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Mais uma facilidade para quem deseja ter dupla cidadania. Portugal passa a facilitar a cidadania europeia para brasileiros. A nova Lei da Cidadania, que foi regulamentada em Portugal após dois anos, facilita a concessão de nacionalidade para netos, cônjuges e pais de portugueses. 

Logo após entrar em vigor, aumentaram os pedidos de cidadania portuguesa. A medida já tinha gerado um alvoroço no Brasil, ao ser aprovada em 2020. Só para se ter uma ideia, apenas naquele ano, aumentou o pedido por dupla cidadania em mais de 30%, o que representa um salto de 44 mil em 2109 para 58 mil em 2020, é o que apontam os dados do Ministério da Justiça. 

+++ Venda de imóveis em São Paulo dispara em março mesmo com juros mais altos

Portugal facilita cidadania europeia para brasileiros; saiba mais 

Mesmo com a aprovação, as mudanças no texto só entraram em vigor no dia 15 de abril, com quase dois anos de atraso, alimentando um movimento para quem quer deixar o país para viver no velho mundo. 

Entre as mudanças está a facilitação de netos de portugueses, que agora não precisam comprovar vínculos com o país. Já no caso de bisnetos, um dos avós ou pais deve solicitar a cidadania, pois esse direito só se aplica à terceira geração. Só então você pode iniciar o processo.

Saiba mais detalhes sobre nova Lei da Cidadania 

Embora a norma flexibilize o acesso à cidadania portuguesa, existem alguns critérios, como a comprovação do domínio da língua portuguesa. Os brasileiros podem requerer mesmo que os pais não tenham, além de que as pessoas casadas com portugueses têm direito à cidadania após três anos de união estável, sem a necessidade de ter filhos. 

O decreto também amplia a cidadania de bebês nascidos no país, mesmo os pais não tendo residência regularizada. 

Os brasileiros são atraídos a obter a nacionalidade portuguesa por uma maior segurança, qualidade de vida e o câmbio forte. Também eles são atraídos pelo refúgio das turbulências e polarização política no Brasil. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.