MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Veja alimentos que mais tiveram queda nos preços para a compra do mês

Queda nos preços dos alimentos impacta inflação oficial do Brasil em junho, aponta IBGE. Confira os dados e análises!

Veja alimentos que mais tiveram queda nos preços para a compra do mês
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 13/07/2023, às 23h12

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Na última segunda-feira (11), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados da inflação oficial do Brasil, medidos pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). De acordo com o indicador, o nível geral de preços registrou uma queda de 0,08% em junho.

A redução foi impulsionada pela queda nos preços dos alimentos, que apresentaram uma deflação de 1,07%. No mês de junho, os destaques foram a diminuição nos preços do óleo de soja (-8,96%), das frutas (-3,38%) e do leite longa vida (-2,68%). As carnes também apresentaram uma queda de 2,10%, acumulando uma redução de 5,89% no ano de 2023. É importante ressaltar que, no ano passado, as carnes eram consideradas uma das principais responsáveis pela alta da inflação.

+Espírito Santo (ES) se destaca como destino para concursos públicos com mais de 6 mil vagas abertas

O bom desempenho da carne, do leite e do óleo foi afetado pela queda nos preços dos grãos, que são commodities utilizadas como insumos na produção de ração animal. 

"Nos últimos meses, os preços dos grãos, como a soja, caíram. Isso impactou diretamente o preço do óleo de soja e, indiretamente, os preços das carnes e do leite. Essas commodities são utilizadas na alimentação animal, e um preço mais baixo contribui para a redução dos custos de produção. No caso do leite, também houve um aumento na oferta no mercado", explicou André Almeida, analista da pesquisa, em comunicado.

+Saiu a concorrência do concurso Prefeitura de São Paulo para fiscal de posturas

Por outro lado, o IBGE informou que os preços da batata-inglesa e do alho apresentaram aumento de 6,43% e 4,39%, respectivamente.

Além dos alimentos consumidos em casa, os gastos com refeições fora também desaceleraram em relação ao mês anterior. Segundo o IBGE, essa queda foi influenciada pelo aumento menos expressivo nos preços dos lanches e das refeições fora de casa.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.