MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Whatsapp pode adiar implementação de novo recurso no Brasil a pedido do Ministério Público

A novidade iria criar Comunidades no Whatsapp, na qual seria possível juntar vários grupos, permitindo que vários usuários se comuniquem ao mesmo tempo

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 29/07/2022, às 17h38 - Atualizado às 17h39

Whatsapp está avaliando melhor momento para implementar recurso no país
Whatsapp está avaliando melhor momento para implementar recurso no país - Divulgação/Whatsapp
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O Whatsapp pode adiar a implementação de novo recurso no aplicativo no Brasil a pedido do Ministério Público Federal. O órgão recomendou que a plataforma fizesse a atualização do recurso apenas em 2023. A novidade iria criar comunidades, na qual seria possível juntar vários grupos, em conversas, permitindo que vários usuários se comuniquem ao mesmo tempo.

O MPF entende que isso “pode ampliar desinformação sobre processos democráticos e trazer riscos para a segurança das instituições e da população”, principalmente durante as eleições, quando as fake news são disseminadas. O conselho também menciona preocupações sobre o assunto, pois a criação de comunidades permitiria que os administradores enviassem mensagens para mais de 5.000 pessoas se o limite por grupo também fosse aumentado.

O MPF acredita que no Brasil houve um aumento na quantidade de desinformação, especialmente informações relacionadas às instituições democráticas, como "notícias falsas sobre a confiabilidade do sistema eleitoral nacional e do sistema de justiça eleitoral".

+++PEC dos Benefícios: governo libera R$ 10,9 bilhões para pagar auxílios

Whatsapp está avaliando melhor momento para implementar recurso no país

O documento também menciona que a disseminação de notícias falsas poderia alimentar manifestações violentas em períodos de instabilidade e polarização institucional que ponham em risco a integridade das instituições do Estado e até a segurança da população.

Diante da criação de Comunidades no Whatsapp, a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do MPF, em São Paulo, notificou o aplicativo e recomendou que "apenas implemente a funcionalidade Comunidades, no Brasil, a partir de janeiro de 2023”. Até lá, os responsáveis pela ferramenta terão que apresentar um “relatório detalhado” analisando o provável impacto das políticas atuais da comunidade na plataforma contendo desinformação, com foco em notícias falsas.

A direção do Whatsapp disse em nota que continuará avaliando o melhor momento para lançar esse recurso. Não mencionou a data de lançamento, mas disse que "vai enviar a resposta dentro do prazo estabelecido pelo MPF", que é de 20 dias úteis. Caso contrário, o MPF pode tomar medidas legais.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.