Desistência

Outra vitória na questão do Plano de Cargos e Carreiras é o fato de o TJ ter desistido da redução de 10% no...

Redação
Publicado em 20/09/2007, às 16h16

Outra vitória na questão do Plano de Cargos e Carreiras é o fato de o TJ ter desistido da redução de 10% nos vencimentos iniciais dos futuros servidores.

A Emenda Aglutinativa deverá ser apreciada pelo Pleno do Tribunal e, sendo aprovada, encaminhada à Assembléia Legislativa.

O presidente do TJ afirmou que já está conversando com deputados estaduais e que fará “tudo o quer for possível para que o plano de cargos seja aprovado ainda nesta gestão”, que se encerra no final do ano.

Sobre o orçamento do TJ para 2008 há a projeção de reposição salarial inflacionária de 4,5%, além do pagamento do passivo em 30%, que são as dívidas funcionais do TJ com seus servidores (F.A.M.S. férias, licença-prêmio etc.) e que ultrapassa o montante R$ 2 bilhões.

O orçamento, além de ter que ser aprovado pela Assembléia Legislativa deve ser sancionado pelo governado. Houve, ainda, a majoração em 50% dos valores pagos atualmente, a títulos de auxílio-refeição. O presidente do TJ assinou portaria, que aumenta o valor diário recebido de R$ 6,00 para R$ 9,00. A medida vale a partir de 1º de setembro. (Fonte: Silvio Micelli).

Comentários

Mais Lidas