Superdotados terão professores

A Secretaria de Educação criou 270 para os profissionais.

Redação
Publicado em 19/01/2009, às 11h58

A Secretaria de Educação criou 270 cargos de profissionais-supervisores, assistentes técnico-pedagógicos e professores-coordenadores para difundir o conhecimento por toda a rede estadual de ensino. Em conseqüência, 5,5 mil escolas estaduais paulistas receberam total assistência para realizar esse programa para atender, com curto prazo, todos os superdotados.

O Centro de Apoio Pedagógico Especializado – CAPE que tem como coordenadora Maria Elisabele da Costa vem desenvolvendo um programa evolutivo que permite atender indistintamente todos os superdotados neste ano, visando o enriquecimento curricular e a continuidade do processo de treinamento e avaliação, com a finalidade de atingir todas as regiões paulistas.

Comentários

Mais Lidas