PRF espera que autorização saia ainda em março

A corporação solicitou ao Planejamento, no início de 2012, a criação de 1.500 novos postos

Leandro Cesaroni
Publicado em 22/03/2013, às 14h17

Ansiosa – e bastante necessitada – pela realização de um novo concurso público, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) espera que aconteça ainda em março a autorização do Ministério do Planejamento (MPOG) para a abertura de novas vagas de agente rodoviário.

A solicitação para autorização de 1.500 postos foi feita no início de 2012 e, para que o concurso seja realizado ainda em 2013, seria preciso que esse aval do MPOG fosse anunciado nas próximas semanas. “Desejamos que ocorra este mês”, afirmou o inspetor Guerra, da Divisão de Concurso, Seleção e Processos (Disepro) da PRF.

A corporação tem demonstrado grande expectativa e concentrado muita atenção nos preparativos para este edital, visando à realização de um processo seletivo célere e transparente, diferente do último concurso para o cargo, promovido em 2009, quando denúncias de fraude paralisaram a seleção organizada inicialmente pela Funrio e retomada, dois anos depois, sob organização da Cetro Concursos.  

De acordo com o inspetor Guerra, a PRF chegou a entrar em contato com “organizadoras experientes e conhecidas” para verificar o interesse prévio de tais empresas em participar do processo, para definir qual será, efetivamente, aquela que ficará responsável pela organização do concurso. Ele adiantou, porém, que a decisão sobre a banca sairá somente após a autorização das vagas, ocasião em que as organizadoras se manifestarão formalmente, apresentando suas propostas. Pode-se concluir, de antemão, que a Funrio, responsável pelos episódios que paralisaram o último concurso da instituição, ficará de fora desta seleção.

Entrave
A PRF confirmou que há sinalizações do MPOG para que o concurso de fato se realize em 2013, no entanto, não há ainda garantias de que o quantitativo autorizado será o total solicitado pelo órgão. E é justamente esta divergência em relação ao número de vagas que vem acarretando a demora na autorização.

O Disepro confirmou que as tratativas entre o Ministério da Justiça (ao qual o órgão é vinculado) e o MPOG, sempre assistidas pela PRF, não excedem o impasse, mas que a PRF faz sua parte. O projeto básico para o concurso, assim como uma minuta preliminar do edital, já estão preparados desde o fim do ano passado. Resta agora saber exatamente qual será o quantitativo autorizado.

É importante lembrar que, ao encaminhar o Orçamento de 2013 ao congresso, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, citou nominalmente a PRF como um dos focos de interesse do governo federal para 2013.

O cargo
Para se candidatar à função de policial rodoviário é preciso ter diploma de nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial é de R$ 5.804,95. Vale lembrar, entretanto, que os aprovados se beneficiarão do reajuste acordado entre o governo federal e a categoria, de 15,8%, a ser aplicado entre 2013 e 2015.

Comentários

Mais Lidas