Tudo Sobre

Concurso Banco Central

Autorização para concurso do Bacen está próxima

Haverá vagas para procurador, analista e técnico. JC&E inicia série com dicas para uma preparação mais adequada



Reinaldo Matheus Glioche
Publicado em 01/03/2013, às 14h33

O Banco Central do Brasil (Bacen) alimenta a expectativa de que o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) se pronuncie favoravelmente a seu pedido para a realização de um novo concurso público nos próximos dias.

O setor de imprensa do órgão rebateu as informações de que foram pedidas 1.850 vagas para técnico (nível médio) e analista (nível superior), conforme divulgado em larga escala em sites na internet. De acordo com o Bacen, esse quantitativo, já defasado, é o de cargos vagos. A instituição divulgou à imprensa, em agosto de 2012, este número de cargos ociosos e externou preocupação com percentual relativamente grande de novas aposentadorias para os meses que se seguiriam. O gesto, anterior ao envio da solicitação de novo concurso ao MPOG, foi percebido como uma forma de legitimar o pedido perante a opinião pública. 

O Bacen, no entanto, empregou sigilo a respeito do número de vagas solicitado e sonega essa informação até que a autorização seja emitida. Ao JC&E, a assessoria de imprensa limitou-se a dizer que o número solicitado não é equivalente ao número de cargos vagos divulgado em agosto.

A instituição solicitou vagas para os cargos de procurador, cargo que exige bacharelado em direito e apresenta vencimentos de até R$ 15.343,60 e técnico, que demanda o ensino médio completo e tem salário de R$ 4.917,28. Foi pedido, ainda, vagas para a função de analista, que exige formação superior e apresenta remuneração de R$ 12.960,77. Esse último deve ser o cargo contemplado com mais oportunidades de acordo com projeção do Bacen.

Preparação

Como este concurso se anuncia como um dos mais disputados de 2013, o JC&E foi ouvir especialistas em algumas disciplinas chaves do futuro edital com a finalidade de orientar os estudos daqueles interessados em participar da seleção.

A disciplina de raciocínio lógico costuma minar as chances de muitos candidatos que não se dedicam adequadamente a ela em suas preparações. Rodrigo Melo, professor de matemática e raciocínio lógico do Curso Maxx, atenta para a abrangência do conteúdo do edital. “Muitas vezes, aparece a seguinte informação: ‘a prova visa avaliar a habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios’. Parece muito aleatório, mas quando observamos as provas anteriores, percebemos que a banca utiliza-se, em muitas questões, de ferramentas matemáticas para sua resolução. Por isso o candidato que não gosta de matemática deve estar atento”. O professor afirma que as provas para técnico e analista não devem ser tão distintas. “Em raciocínio lógico, tanto no nível médio quanto superior, o aluno precisa estudar conhecimentos básicos da matemática, como teoria dos conjuntos, equações, operações, razão, proporção, regra de três e os conteúdos recorrentes para este concurso, que são: proposições simples, tabela verdade, lógica da argumentação, proposições categóricas, análise combinatória, probabilidade e sequências numéricas”.

A Fundação Cesgranrio é tradicionalmente a banca escolhida para organizar os concursos do Bacen e o professor orienta a pautar os estudos por provas anteriores da Banca, mesmo que não sejam para concursos do Bacen. “A Cesgranrio é uma banca que elabora questões objetivas e claras. De forma geral, não apresenta muitos textos para fundamentar as respostas, portanto, testa o conhecimento do candidato pontualmente. Ele deve estar preparado para perceber os detalhes das afirmativas, que geralmente são compostas de frases aparentemente corretas, mas que contêm pequenos erros. Paralelamente, esse tipo de prova beneficia aqueles que estudaram o conteúdo, pois não enfatiza o aspecto interpretativo, o que geralmente é um fator de dificuldade, mesmo para os candidatos mais preparados”.

Na edição 1683 do JC&E, neste sábado (2) nas bancas, dando sequência a este painel de sugestões para orientar os estudos dos candidatos, trará uma reportagem sobre os conteúdos de direito tributário e sistema financeiro nacional.

+ Resumo do Concurso Banco Central

Bacen - Banco Central
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Bancária
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

01/03/2014 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas