MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil
Tudo Sobre

Concurso Polícia Civil

Concurso de agente deverá ser aberto este ano

As oportunidades serão para agente de telecomunicações, cargo que requer nível médio completo



Redação
Publicado em 16/11/2010, às 10h34

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

“Fazíamos a coleta da taxa pela Nossa Caixa, só que não temos mais o contrato com eles porque agora é Banco do Brasil. Então, estamos esperando assinar o contrato com o banco. Acredito que isso deve ser solucionado em 2010. E aí eu já garanto, resolvida essa questão tecnicamente, em pouquíssimo tempo, o edital vai para a Imprensa Oficial”, declarou o delegado e diretor geral da Academia de Polícia Civil (Acadepol), Adilson José Vieira Pinto, 50, sobre a realização do concurso de 220 vagas de agente de telecomunicações policial da 4ª classe.

A carreira de agente de telecomunicações abrange atividades de comunicação interna, seja via telefone ou rádio, pesquisas de dados e atendimento ao público.

É pré-requisito para a carreira formação de nível médio completo. A remuneração inicial atualmente é de R$ 2.642,38. As oportunidades, segundo o diretor Adilson, serão para a capital, para as nove seccionais da Grande São Paulo e para a sede dos nove Deinters (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior). “O importante é que todo mundo do Estado tem uma vaga perto de casa”, declarou o delegado.

A academia também já trabalha com uma perspectiva de valor para a taxa: R$ 36,12, valor estabelecido pelo Secretaria de Estado da Fazenda para carreiras de nível médio.

“Esse concurso é muito atrativo por causa da natureza da função, porque o salário é o mesmo de investigador e escrivão, e ele não exige nível superior de ensino. É um concurso que atrai mais o público feminino”, comentou Adilson. A expectativa da Acadepol é que cerca de 120 mil candidatos participem desta seleção.

 

Estude já - O concurso sofreu várias modificações em relação à última seleção para o cargo. Hoje a comissão organizadora tem participação da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e há cobrança de noções de direito, com enfoque em direitos humanos para todas as carreiras policiais, conforme determina a resolução da Secretaria de Segurança Pública nº 182, de 2008.  Vale destacar que não haverá etapa de prova prática de digitação.

O conteúdo programático não terá mais as disciplinas de história e geografia, sendo agora cobrados língua portuguesa, noções de criminologia, atualidades, e conhecimentos em informática e língua espanhola ou inglesa – devendo o candidato escolher a matéria de sua preferência no ato de inscrição.  

Gabarito - A avaliação dos candidatos será em três fases: prova objetiva com 100 questões de múltipla escolha, prova escrita dissertativa e prova oral. Os candidatos ainda passarão por etapas de avaliação física, psicológica e curso de formação – a última turma teve aulas durante sete meses.

As questões de língua estrangeira serão de nível básico, compatíveis com a proposta de ensino do nível médio. “Na prova, o candidato deverá apresentar capacidade de compreender e se comunicar em outra língua”, disse o diretor geral.

A medida visa preparar a PC para atender os dois maiores eventos turísticos já recebidos pelo Brasil: a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas em 2016. A tendência é que os próximos concursos para outras carreiras policiais que lidem com o atendimento ao público também cobrem esse conhecimento, explicou Adilson.

A prova oral versará sobre todos as matérias do conteúdo programático. As provas serão realizadas na sede da Acadepol, em São Paulo, sendo dez concurseiros avaliados por dia. O objetivo desta etapa é analisar a capacidade de raciocínio e a desenvoltura dos candidatos.

Outros concursos – Segundo o diretor da Acadepol, a PC aguarda autorização para a realização de concursos públicos para várias carreiras – a maior demanda, atualmente, é para escrivão. O concurso mais antigo em análise pelo governo do Estado, entretanto, é o de delegado. Na fila para autorização também estão as carreiras de papiloscopista, auxiliar de papiloscopista, agente de polícia, perito criminal e médico legista. Os salários base oferecidos para esses cargos variam entre R$ 1.780,09 (agente de polícia e auxiliar de papiloscopista) e R$ 6.310,06 (delegado).

Aline Viana

Veja também:

Site JC lança área VIP para os concursandos de todo o país.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques

+ Resumo do Concurso Polícia Civil

Polícia Civil
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

16/11/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.