Tudo Sobre

Empregos SPPREV

SPPrev define organizadora para concurso de técnico

Serão abertas 150 vagas de nível médio/técnico. O edital estava previsto para o mês de fevereiro, mas o despacho que autoriza a contratação da empresa organizadora foi divulgado somente hoje (22)



Redação
Publicado em 22/03/2011, às 11h22

A São Paulo Previdência (SPPrev), autarquia vinculada à Secretaria da Fazenda (Sefaz), fechou em 150 o número de vagas do concurso que abrirá oportunidades para técnico em gestão previdenciária. O edital do processo seletivo deverá ser divulgado até o fim do mês de março, revelou a assessoria de imprensa do órgão. A previsão inicial era de que o documento estivesse pronto em fevereiro, mas o despacho que autoriza a contratação da organizadora, a Fundação Carlos Chagas, foi publicado no Diário Oficial do Estado somente hoje, dia 22.

O cargo em disputa terá como requisito o nível médio/técnico. O órgão não informou o valor do salário pago aos técnicos atualmente – em 2009, a remuneração inicial oferecida a estes profissionais correspondia a R$ 1,4 mil.

Após o processo seletivo com chances para técnico, a SPPrev realizará uma seleção com vagas para analista em gestão previdenciária, posto que exigirá o nível superior. Detalhes como número de oportunidades, organizadora e prazo para lançamento de edital estão sendo estudados pela autarquia. 

Concurso anterior – Em 2009, o órgão realizou um processo seletivo para preencher 325 ofertas. Do total de chances disponíveis, 250 destinavam-se à função de técnico em gestão previdenciária, com requisito de nível médio/técnico, e 75 ao cargo de analista em gestão previdenciária, que exigiu nível superior em qualquer área.

As vagas de técnico puderam ser concorridas em diversas cidades do Estado: a maioria delas (220) concentrava-se em São Paulo e as demais (30) em municípios como Araçatuba, Araraquara, Campinas, Bauru, Santos e Taubaté.

Os postos de analista foram abertos apenas na capital e, segundo o edital da seleção, o vencimento inicial pago a esta categoria era de R$ 3,8 mil.

O concurso, organizado pela Fundação Vunesp, submeteu todos os concorrentes a um exame objetivo. Os candidatos a analista ainda enfrentaram as fases de análise de títulos e curso de formação.

A prova referente à função de técnico teve questões de português, matemática e informática. Para analista, a avaliação foi de português e conhecimentos específicos.

Dicas de estudo – O edital com 150 oportunidades de técnico será lançado muito em breve, mas você já pode antecipar os estudos com base no conteúdo programático do último processo seletivo, organizado pela Vunesp (vale lembrar que a próxima seleção ficará sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas). Confira, a seguir, as dicas de professores de cursinhos especializados e direcione a sua preparação!

Língua portuguesa – por Marcelo Rosenthal, professor da Academia do Concurso:

“Existem algumas matérias que são fundamentais: verbos, regências, concordância, crase, topologia pronominal e pontuação. Também é importante estudar a parte de conectores, preposição e conjunção, que ajuda muito na parte de interpretação.”

Matemática – por Paulo Quilelli, professor e diretor da Quileditora:

“Matemática só se aprende praticando muito. Em relação ao conteúdo programático, as partes que são mais comuns em concursos públicos são razões, proporções, regra de três e porcentagem simples – isso é o que se destaca no programa todo. O candidato pode estudar por livros de matemática como o do Flávio Alcântara ou Benjamin, que são livros de teoria com exercícios.”

Noções de informática – por Renato da Costa, professor do Complexo Educacional Damásio de Jesus:

“A Vunesp (organizadora do último concurso) é uma banca com a tradição de cobrar muitas questões de internet, sendo elas associadas ao uso do outlook, do internet explorer e aos conceitos de serviços e tecnologias da grande rede. Também é muito comum a incidência de questões de excel envolvendo funções estatísticas e lógicas. Acredita-se que não haja grandes mudanças com relação ao edital de 2009, uma possibilidade é a substituição do windows vista pelo windows 7, mas os assuntos cobrados tendem a ser transversais, principalmente relacionados à manipulação de arquivos e pastas.”

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – SPPrev 2009

1. Técnico em gestão previdenciária

1.1.  Língua portuguesa

Interpretação de texto. Acentuação gráfica. Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Vozes verbais: ativa e passiva. Colocação pronominal. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Crase. Sinônimos, antônimos e parônimos. Sentido próprio e figurado das palavras.

Observação: Em virtude de ainda não terem sido assimiladas as mudanças ortográficas e de acentuação gráfica pela maioria dos usuários da Língua Portuguesa, serão consideradas tanto a forma anterior como as novas orientações segundo o Acordo Ortográfico.

1.2.  Matemática

Operações com números reais. Mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum. Potência e Raízes. Razão e proporção. Porcentagem. Regra de três simples e composta. Média aritmética simples e ponderada. Juro simples. Equação do 1º e 2º grau. Sistema de medidas usuais. Noções de geometria: forma, perímetro, área, volume, ângulo, teorema de Pitágoras. Raciocínio lógico. Resolução de situação-problema.

1.3.  Noções de informática

Uso de correio eletrônico, preparo de mensagens (anexação de arquivos, cópias). Microsoft Word XP e 2007: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, e tabelas, impressão, ortografia e Gramática, controle de quebras, numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. Microsoft Excel XP e 2007: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras, numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação. Microsoft PowerPoint XP e 2007: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações régua, guias cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição. Microsoft Windows XP e VISTA: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos Microsoft Office. Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas.

Flávio Fernandes/SP

Veja também:

Cadastro reserva: Infraero mantém previsão de concurso para maio

Mais de 1.300 vagas: Justiça do Trabalho: Câmara aprova criação de vagas

+ Resumo Empregos SPPREV

SPPREV
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

21/03/2012 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas