Concurso só sai após reforma administrativa

O projeto de reforma administrativa deve ser votado em novembro, segundo expectativa do senador Benedito Lira (PP-AL), relator da proposta

Redação
Publicado em 11/10/2011, às 14h28

O senador Benedito Lira (PP-AL), relator do projeto de reforma administrativa na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), declarou nesta terça, 11, que o próximo concurso público do Senado só entrará na pauta após a aprovação do projeto, prevista para novembro.

- O próximo concurso público do Senado depende da aprovação da reforma administrativa. É lógico que os quadros do Senado estão precisando, em alguns setores, de pessoas qualificadas com prestação de concurso público. Mas é evidente que é mais prudente, mais coerente, consensual entre todos os senadores, que isso só possa acontecer após a reforma administrativa porque posiciona cada setor do Senado Federal – declarou Benedito de Lira.

A proposta de reforma administrativa (PRS 96/2009) foi baseada em estudo encomendado à Fundação Getúlio Vargas (FGV) pelo senador José Sarney (PMDB-AP), presidente da casa.

O relatório de Lira deve ficar pronto até o fim de outubro, mas ele acredita que a votação só aconteça na CCJ só aconteça em novembro. Para o senador Eunício Oliveira, presidente da CCJ, a reforma administrativa da casa servirá, prioritariamente, a três propósitos: simplificar as rotinas da casa, remanejar servidores para ocupações mais necessárias e tornar o Senado mais ágil. A reforma, nas palavras do senador Oliveira, deverá acabar com “o inferno que é hoje a burocracia do Senado”.

Aline Viana

Com informações da Agência Senado

Veja também:

Saúde (SP)/Alckmin libera concurso para 3.266 vagas

Autorizados/ Casa da Moeda e SAA/SP realizarão concursos

Comentários

Mais Lidas