Tudo Sobre

Empregos Previstos

Concursos de 13 órgãos reúnem 18.934 vagas

Há editais com previsão para divulgação ainda neste mês.



Redação
Publicado em 23/06/2008, às 11h45

No estado de São Paulo, 13 órgãos estão com processos seletivos autorizados, previstos para serem divulgados até o final deste ano. Em alguns casos, há editais com previsão para divulgação ainda neste mês. As remunerações podem ultrapassar os R$ 18 mil.

PM (SP): 2.500 vagas de Soldado

De acordo com informações colhidas junto à Divisão de Seleção e Alistamento do órgão, o edital será divulgado no segundo semestre, mas o mês ainda não está definido. O concurso foi autorizado no início deste mês e contará com uma oferta de 2.500 vagas para Soldado PM 2ª Classe.

No ano passado, pela primeira vez, o concurso da PM não ficou a cargo da própria corporação e a Fundação Vunesp foi a escolhida para organizar o certame. A intenção, segundo a responsável pelo Setor de Comunicação da Divisão de Pessoal da Polícia Militar, tenente Isis dos Santos Lima, é que neste ano isso se repita. "A experiência com a Vunesp foi muito boa, tivemos muitos inscritos e uma transparência muito grande no concurso", disse na ocasião.

Entre os requisitos exigidos, o interessado deverá: ser brasileiro; ter idade compreendida entre 18 e 30 anos, até a data final das inscrições;  ter concluído o curso de ensino médio ou equivalente, comprovado por meio de documento expedido por estabelecimentos de ensino oficial público ou particular, devidamente reconhecido pela legislação vigente;  ter estatura mínima, descalço e descoberto, de 1,65m; estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos, mediante entrega de Certidão expedida pela Justiça Eleitoral; entre outros.

O concurso deverá ser composto das seguintes etapas: Prova de Escolaridade (Partes I e II); Prova de Condicionamento Físico; Exames Médicos; Exames Psicológicos; Investigação Social e Análise de Documentos e Títulos.

Secretarias: 750 vagas para Especialista e Analista

No último dia 16, o governador do estado, José Serra autorizou as Secretarias da Fazenda e de Economia e Planejamento a abrirem 150 vagas de Especialista em Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas. Este será o primeiro concurso para a função, acompanhado de mais 600 vagas de Analista, concurso que também foi autorizado recentemente pelo governador. Os cargos foram criados no início deste ano pela Lei Complementar nº 1034, de 04 de janeiro de 2008.

Em ambos os cargos, os candidatos deverão possuir graduação para uma remuneração inicial de classe I de R$ 3,8 mil a qual, quando atingir a classe VI, chega a R$ 7.643,16.

De acordo com informações colhidas junto à Assessoria de Imprensa da Secretaria de Gestão Pública, o edital está previsto para ser divulgado até meados deste ano.

Educação: 11.749 vagas de Agente Escolar

No início do mês de abril, o governador do Estado, José Serra autorizou a Secretaria Estadual da Educação a abrir concurso para o preenchimento de 11.749 vagas na função de Agente de Organização Escolar.De acordo com a Assessoria de Imprensa da Secretaria, a data para divulgação do edital de abertura das inscrições ainda não foi definida, mas a expectativa é de que o mesmo saia até o final deste ano.

De qualquer forma é bem provável que este concurso siga os mesmos moldes do processo seletivo temporário, aberto no início deste ano, o qual ofereceu vagas, também, para o referido cargo. Embora a Secretaria não confirme se o edital será praticamente igual ao divulgado no início do ano, é bem provável que requisitos, salário e conteúdo programático sejam os mesmos.

Na ocasião, os interessados deveriam preencher os seguintes requisitos:

a) ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou gozar das prerrogativas previstas no artigo 12 da Constituição Federal e demais disposições de lei, no caso de estrangeiro;

b) ter, na data da contratação, idade mínima de 18 anos completos;

c) estar quite com a Justiça Eleitoral;

d) quando do sexo masculino, estar em dia com as obrigações do serviço militar;

e) ter concluído o ensino fundamental - Ciclo II ou equivalente e ter

conhecimentos básicos de Informática.

O salário oferecido no processo seletivo foi de R$ 627,49, para uma jornada de 40 horas semanais. Questionamos a Secretaria quanto ao salário atual, mas a Assessoria de Imprensa informou que esta e outras informações só serão divulgadas posteriormente.

Na primeira quinzena de maio, o Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça do Estado de São Paulo aprovou a realização de concurso público para a carreira de Promotor de Justiça Substituto. O concurso oferecerá 79 vagas para a função. As informações foram divulgadas pela Assessoria de Comunicação Social do próprio Ministério Público.

De acordo com o setor de Concursos do órgão, a data para publicação do edital de abertura das inscrições ainda não foi definida. O salário de início de carreira, conforme informou o MP é de R$ 18.009,75.

O último concurso foi realizado em agosto de 2006 e ofereceu 105 vagas. Na ocasião os interessados deveriam possuir preencher os seguintes requisitos:

- ser brasileiro;

- ter concluído o curso de bacharelado em Direito, em escola oficial ou reconhecida;

- possuir três anos, no mínimo, de atividade jurídica;

- estar quite com o serviço militar;

- estar no gozo dos direitos políticos;

- gozar de boa saúde física e mental;

- ter boa conduta social e não registrar antecedentes criminais incompatíveis com o exercício da função.

Nossa Caixa: concurso de Auxiliar Administrativo neste ano

O diretor-presidente da Nossa Caixa, Milton de Melo Santos, em entrevista coletiva realizada no mês passado para anunciar os resultados da instituição no 1º trimestre, confirmou para o início do segundo semestre, o edital do próximo concurso para o cargo de Auxiliar Administrativo. Santos afirmou que o banco tem um plano de expansão, que inclui a instalação de 15 a 20 novas agências no estado de São Paulo, o que demandará a contratação de novos funcionários. Além disso, ele explicou que “é fundamental para uma instituição ter seu quadro renovado”, e que os novos servidores devem, também, substituir aqueles que irão se aposentar ou sejam desligados da empresa por qualquer outro motivo.

Segundo Santos, a Diretoria de Gestão de Pessoal do banco deve começar, em breve, o processo para licitação da empresa que realizará o concurso e a elaboração do edital.

Os interessados deverão estar cursando o ensino superior para uma remuneração inicial de R$ 933,29, que passa a ser de R$ 1.023,34, após 90 dias.

O último concurso para o cargo foi realizado em setembro do ano passado. Na ocasião o concurso foi destinado à formação de cadastro reserva e registrou a marca de 44.755 inscritos. O certame foi planejado e executado pela Fundação Vunesp e o valor da taxa de participação foi de R$ 30.

Os interessados deveriam preencher os seguintes requisitos:

- ser brasileiro nato ou naturalizado e estar em gozo dos direitos civis e políticos ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e o gozo dos direitos políticos (Decreto nº. 70.436 de 18/04/72, e Constituição Federal, artigo 12, § 1º);

- estar em dia com as obrigações eleitorais;

- quando do sexo masculino, estar em dia com o serviço militar; ter idade mínima de 18 anos na data de inscrição;

- não ser ex-funcionário do Banco Nossa Caixa, demitido da empresa em razão de apuração de fatos e procedimentos administrativos ou que tenha aderido a programas de incentivo de desligamento da empresa;

- não ser aposentado pela Previdência Social ou qualquer outro regime previdenciário;

Os futuros aprovados serão responsáveis por fornecer apoio administrativo, executando atividades de preparação, conferência, digitação e arquivo de documentos diversos, recepcionando e atendendo clientes e público em geral, efetuando operações diversas, prestando informações, orientações e/ou esclarecimentos referentes a serviços e produtos vinculados à sua área de atuação, visando contribuir com a fluidez dos processos e com a venda de produtos, conquistando clientes e incentivando a utilização de serviços oferecidos pela instituição.

Defensoria Pública: vagas administrativas e de Defensor

No início deste mês a Assembléia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou o projeto de lei nº 12/2008, de autoria do governador do estado, José Serra, criando 333 cargos de provimento efetivo a serem preenchidos através de concurso na Defensoria Pública Estadual. O projeto havia sido apresentado aos parlamentares no dia 25 de março e tramitava em regime de urgência devido à necessidade do órgão em constituir seu quadro de apoio. Desde que foi criada, em 2006, a Defensoria só realizou concurso ao cargo de Defensor Público e funciona, atualmente, com 67 funcionários cedidos pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e com 70 cargos em comissão instituídos pela Lei nº 988, de 9 de Janeiro de 2006, que criou o órgão.

A proposta inicial do órgão previa a criação de mil cargos, o que seria ideal para atender à crescente demanda da população. No entanto, ao apresentar o projeto, este número foi cortado em quase um terço pelo governo.

O projeto de lei prevê 260 oportunidades para o cargo de Oficial de Defensoria Pública e 73 para Agente de Defensoria Pública, que exigem nível médio e superior, respectivamente. As vagas serão distribuídas entre todas as regionais da Defensoria. Na grande São Paulo, o órgão atende as seguintes cidades: Osasco, Guarulhos, Mogi das Cruzes, São Bernardo do Campo e Diadema. No interior, presta serviços em: Araçatuba, Bauru, Jaú, Campinas, Jundiaí, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Vicente, São Carlos, Araraquara, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e São José dos Campos. Na capital, a Defensoria está presente em todos os Fóruns (cíveis e criminal). A instituição conta ainda com núcleos especializados nas áreas: Infância e Juventude, Situação Carcerária, Cidadania e Direitos Humanos, Habitação e Urbanismo e Segunda Instância e Tribunais Superiores.

O salário inicial oferecido para o cargo de nível médio é de R$ 1.160, podendo chegar a R$ 1.665,33, em caso de antigüidade ou merecimento na função. Caso o servidor passe por um aprimoramento técnico, como por exemplo, a conclusão de curso superior ao longo da carreira, esta referência irá variar entre R$ 1.624 e R$ 2.331,46. No caso de Agente de Defensoria Pública, a remuneração inicial é de R$ 3.420, podendo chegar a R$ 4.909,85. Se houver aprimoramento técnico, como a conclusão de curso de pós-graduação ou mestrado, os valores variam entre R$ 3.831 e R$ 5.499,90.

Além dos cargos administrativos, está previsto para sair em breve o edital  do 3º Concurso para Ingresso na Carreira de Defensor Público do Estado de São Paulo. Recentemente, foram divulgadas, no Diário Oficial do Estado, as regras que servirão de base para o processo seletivo. Entre as diretrizes, estão os requisitos para concorrer ao cargo, como por exemplo, a exigência de bacharelado em Direito e ter, na data do pedido de inscrição, dois anos, no mínimo, de prática profissional na área jurídica, devidamente comprovada.

No momento, o órgão realiza o processo de licitação para contratação da empresa que será responsável pelo concurso. O número de vagas que serão oferecidas será determinado pelo Conselho Superior da Defensoria Pública e, do total estabelecido, 5% será reservado aos portadores de deficiência física e/ou sensorial. A última seleção, realizada em 2007, contou com 313 oportunidades e foi organizada pela Fundação Carlos Chagas. A taxa de participação foi de R$ 170.

TRT (SP): concursos para Analista e Técnico

O presidente do órgão confirmou que a Fundação Carlos Chagas será a empresa responsável pelo concurso. Com parecer favorável da assessoria do TRT/SP, houve dispensa de licitação na contratação, o que agiliza os trâmites para a realização da seleção. A previsão é que o edital seja publicado em julho.

O concurso será para formação de cadastro reserva aos cargos de Analista e Técnico Judiciário, que exigem nível superior e médio, respectivamente. Para ver a matéria completa, com as últimas informações, clique aqui.

IPT: 278 vagas nos ensinos médio e superior

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) já está preparando seu próximo concurso que irá selecionar 278 novos funcionários e formar cadastro reserva para cargos de níveis médio e superior. Para conferir todas as informações acerca deste concurso clique aqui.

Arquivo Público (SP): 60 vagas de nível superior

O Arquivo Público do Estado de São Paulo, órgão vinculado à Casa Civil, está trabalhando na elaboração do concurso que irá oferecer 60 vagas ao cargo de Executivo Público I. Não há, ainda, uma data definida para a publicação do edital, mas a comissão que será responsável pelo processo seletivo já foi formada e, no momento, o órgão define quem será a organizadora da seleção.

Os aprovados deverão atuar na sede do Arquivo, à rua Voluntários da Pátria, 596, próximo à Estação Tietê do Metrô, na capital paulista.

Para participar do concurso, o candidato deve ter, entre outros requisitos, o ensino superior completo. Segundo a Associação dos Executivos Públicos do Estado de São Paulo (Aepesp), o salário para este cargo é de R$ 2.173,76, composto, em sua maior parte, de gratificações. Ao salário-base de R$ 445,56 são acrescidas as gratificações executiva (R$ 1.247,17), fixa (R$ 35,68), extra (R$ 25,35), geral (R$ 80), uma gratificação autorizada em 2004 (R$ 270) e uma última, denominada Gasa, que é de R$ 60. Parte dessas gratificações, segundo a Aepesp, serão contadas para efeito de aposentadoria.

Os últimos concursos de Executivo Público foram realizados em 2006, com vagas para as secretarias da Cultura e Meio Ambiente. No caso desta última, as provas foram aplicadas pela Fundação Vunesp. Os candidatos responderam a questões de português, inglês, raciocínio lógico, administração pública, atualidades, economia, entre outras matérias pertinentes à legislação ambiental.

ITESP: edital de seu próximo concurso nesta semana

Sai nesta semana o tão aguardado edital para o segundo concurso da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), de acordo com as últimas informações, colhidas junto ao chefe de gabinete do órgão, Alexandre Ribeiro Mustafa. Veja a matéria completa, com as últimas informações, clicando aqui.

Polícia Civil (SP): 2.313 vagas para Escrivão e Investigador

São 1.449 vagas para Investigador e 864 para Escrivão de Polícia. Os interessados deverão possuir o ensino médio. Veja matéria especial com os salários atuais e as atribuições para cada cargo aqui.

Saúde: edital com 600 vagas no mês de julho

São 517 são para Auxiliar de Enfermagem e 83 para Enfermeiro, cujos os editais serão publicados no mês de julho. Veja mais informações e a distribuição das vagas por hospital em matéria completa, clicando aqui.

Fabiana Matos/SP

+ Resumo Empregos Previstos

Previstos
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

23/06/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas