Tudo Sobre

Concurso São Paulo

Mais de 13,2 mil vagas previstas para todo o Estado

Estão em pauta seleções com ofertas para candidatos de todos os níveis escolares nas áreas da saúde, educação, jurídica, segurança e operacional. Confira as principais instituições que pretendem lançar editais nos próximos meses



Redação
Publicado em 01/06/2011, às 16h22

Para quem deseja ser funcionário público, o Estado de São Paulo está repleto de oportunidades. E terá muitas outras, pois a previsão é de que 13.221 vagas sejam abertas por nove órgãos – apenas para citar alguns dos principais – de diferentes setores. As ofertas nas áreas da saúde, educação, jurídica, segurança e operacional poderão ser disputadas por profissionais de níveis fundamental, médio e superior. O JC&E elencou, com detalhes, as seleções que prometem atrair milhares de candidatos e aumentar o número de servidores no país para garantir um melhor atendimento à população em todas as esferas. Acompanhe!

Educação – Nos próximos dias, o Governo do Estado de São Paulo deverá encaminhar à Assembleia Legislativa (Alesp) o projeto de lei que prevê a criação de 10.000 postos de agente de organização escolar e 5.260 oportunidades para a função de gerente escolar em todo o Estado.

Os candidatos a agente escolar deverão ter ensino fundamental completo. O vencimento inicial do cargo é de R$ 654,86. O agente de organização é responsável por atividades de suporte às ações da secretaria da escola. Já a carreira de gerente escolar é uma função nova a ser incluída na estrutura da pasta, se aprovada pelos deputados estaduais, e não será preenchida por meio de concurso. O salário inicial ainda não foi divulgado pela Secretaria de Estado da Educação (SEE).

De acordo com a pasta, os recursos necessários para a política salarial da rede de ensino previstos no projeto também já estão previstos no orçamento do Estado para a Educação de 2011 e serão inseridos no Plano Plurianual para o quadriênio 2012-2015, já em fase de elaboração.

Iamspe – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, autorizou o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual a preencher 495 chances. O despacho do governador, divulgado no Diário Oficial do Estado, dá o aval para que a autarquia realize concurso e também possa convocar remanescentes da seleção que ocorreu em 2009 (ainda em validade).  

Haverá ofertas para profissionais de diferentes níveis escolares. Os cargos disponíveis serão os de médico (206), auxiliar de enfermagem (113), enfermeiro (53), técnico de enfermagem (50), atendente (28), auxiliar técnico de saúde (12), cirurgião dentista (6), operador de equipamento hospitalar (6), histoquímico (4), biologista (3), farmacêutico (3), físico (3), fisioterapeuta (3), assistente social (2), técnico em ortóptica (2) e terapeuta ocupacional (1).

Até 31 de dezembro de 2014, estará válida a autorização para a reposição automática das funções-atividades, inclusive das que surgirem por conta de demissões, aposentadorias e falecimentos. De acordo com a assessoria de imprensa do instituto, o objetivo da medida é evitar que o órgão precise encaminhar outros pedidos ao governador toda vez que houver a necessidade de preencher novos postos. A medida, administrativa, visa agilizar a contratação dos futuros servidores. A organizadora do processo seletivo ainda não foi definida e não há uma previsão para o lançamento do edital. O Iamspe está avaliando o seu quadro de profissionais para decidir quais cargos serão preenchidos por meio de concurso e quais poderão ser ocupados por remanescentes.

Prefeitura de Mongaguá – Localizada na Região Metropolitana da Baixada Santista, a Prefeitura de Mongaguá terá 203 oportunidades destinadas à Empresa Municipal de Saúde (Emus). Os contratados irão trabalhar no Hospital e Maternidade Doutor Adoniran Corrêa Campos. O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) organizará a seleção – o Diário Oficial paulista publicou o extrato de dispensa de licitação no último dia 10.

Candidatos de todos os níveis escolares poderão participar da seleção. As vagas serão distribuídas da seguinte forma: auxiliares de enfermagem (44), administrativo (8), de serviços administrativos (2) e de serviços gerais (2); técnicos de enfermagem (42), de gesso (4) e de raio-X (4); médicos plantonistas nas modalidades anestesista (7), cirurgião geral (7), clínico geral (7), ginecologista (7), ortopedista (7) e pediatra (7); médicos ambulatoriais nas modalidades cardiologista (3), gastroenterologista (2), ginecologista (2), neurologista (1), otorrinolaringologista (1), urologista (1) e vascular (2); servente (15); atendente de recepção (6); cozinheiro (6); enfermeiro padrão (5); almoxarife (2); escriturário (2); telefonista (2); agente de serviços de patrimônio (1); agente de serviços de tesouraria (1); contador (1); farmacêutico (1); e nutricionista (1).

Conforme revelou a assessoria de imprensa da prefeitura, os salários oscilarão entre R$ 552 e R$ 1.621. Os servidores também terão abonos, ajudas de custo, adicional de insalubridade e complementos. O edital do processo seletivo está previsto para sair na primeira quinzena de junho.

GCM – A Guarda Civil Metropolitana de São Paulo prepara para o segundo semestre deste ano um concurso para guarda civil metropolitano, com 1.742 chances, segundo informações da assessoria de imprensa do órgão.

A previsão da GCM é de que sejam oferecidas 1.220 ofertas para homens e 522 para mulheres. Para participar, o candidato deverá ser maior de 21 anos, até a data de término das inscrições; estar em dia com os seus direitos civis e políticos; ter nível médio completo; altura mínima de 1,68m, se homem, e de 1,60m, se mulher; e não registrar antecedentes criminais.

Atualmente, a remuneração inicial da carreira é de R$ 962,47, valor composto do salário base, mais gratificação de regime especial de trabalho policial. A instituição ainda disponibilizará vale-alimentação, auxílio-transporte, auxílio-refeição e gratificação por difícil acesso para profissionais de regiões específicas da cidade.

SAP – A Secretaria de Administração Penitenciária pretende abrir seleções para diversos cargos ainda em 2011, com um total de 421 postos de níveis médio e superior em todo o Estado. 

Aguardam aval do governador Geraldo Alckmin os processos seletivos para 80 vagas de motorista, 15 de nutricionista e 100 de agente de segurança penitenciária do sexo masculino. José Benedito da Silva, diretor de recursos humanos da SAP, garantiu em entrevista ao JC&E que todos os aprovados nas seleções em vigor serão convocados. “A necessidade de novos concursos existe porque a lista para alguns cargos já se esgotou”, explicou.

A pasta está autorizada a realizar processo seletivo para 161 chances para as carreiras de auxiliar de enfermagem (57), assistente social (44), enfermeiro (33), cirurgião dentista (22) e engenheiro (5). Também há a possibilidade de que seja aberta seleção para 65 ofertas de médico em diversas especialidades.

As remunerações variam de R$ 889,99 (motorista) a R$ 2.752,04 (dentista).  É importante lembrar que todos os postos, exceto o de engenheiro, recebem adicional de insalubridade no valor de R$ 436. A pasta ainda oferece vale-transporte, entre outros benefícios.

Polícia Civil – A Academia de Polícia Civil (Acadepol) tem trabalhado com o objetivo de liberar dois editais: o de 220 vagas para agente de telecomunicações e outro com 140 para delegado de polícia.

Para o edital de agente de telecomunicações, a academia já definiu os últimos detalhes para que a empresa Black Bee Solutions faça o cruzamento entre os dados dos inscritos e aqueles que efetivarem o pagamento da taxa junto ao Banco do Brasil. Agora, a comissão realiza os últimos estudos sobre o conteúdo programático e os requisitos para a função, que requer escolaridade de nível médio completo. 

O vencimento inicial vai de R$ 2.246,38 a R$ 2.441,38 – a diferença se deve ao pagamento do adicional de local de exercício, cujo valor é de R$ 780 para cidades com menos de 500 mil habitantes e de R$ 975 para municípios com número igual ou superior a meio milhão de moradores.

Entre os pontos que aguardam decisão da comissão vale destacar a cobrança de conhecimentos básicos de língua estrangeira (inglês ou espanhol) nas etapas de provas objetiva e oral e de que o candidato possua habilitação para dirigir na categoria “B” (carro). É importante lembrar que, caso a habilitação seja requerida, quem ainda não tiver a CNH (carteira nacional de habilitação) poderá concorrer, devendo apresentar o documento apenas quando houver a nomeação para assumir o cargo.

Já as 140 chances de delegado de polícia serão preenchidas por concursandos com nível superior completo em direito. O salário inicial é composto por salário base, regime especial de trabalho policial (RETP), adicional de local de exercício (ALE) e adicional de insalubridade. A remuneração ainda varia com a lotação: o valor é de R$ 5.810,30 em cidades com mais de 500 mil habitantes e de R$ 5.495,30 nos municípios com até 500 mil moradores. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, no topo da carreira, o profissional poderá receber até R$ 12,6 mil, já incluídas todas as gratificações.

Atualmente, a comissão organizadora do concurso, junto à Acadepol, trabalha na atualização do conteúdo programático. A expectativa é que o documento seja publicado em breve.

O processo seletivo terá fases de exames objetivo, discursivo e oral, além do curso de formação técnico-profissional na Acadepol. Também fazem parte da seleção, porém, com caráter classificatório, as etapas de provas de títulos e de aptidão física.  Na edição de 2008, os concorrentes foram submetidos a exames toxicológico e psicotécnico, além de investigação social.

TRE – O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo mantém o pique dos preparativos para o próximo concurso de técnico e analista judiciário. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a comissão já iniciou os contatos com as principais empresas organizadoras. As negociações, porém, são preliminares, porque ainda falta definir as áreas e a quantidade de ofertas a serem preenchidas. Os vencimentos iniciais serão de R$ 3.993,09 para técnico e de R$ 6.551,52 para analista, mais benefícios. 

O último processo seletivo do TRE foi aberto em 2006 e ofereceu 63 oportunidades de técnico para as especialidades administrativa, de programação de sistemas e enfermagem. Os salários foram de R$ 2.745,53 para as áreas de programação de sistemas e administrativa; e de R$ 4.094,50 para enfermagem.  Para analista foram disponibilizadas 255 vagas, mais formação de cadastro reserva para as áreas judiciária, administrativa, medicina do trabalho, entre outras. A remuneração para este grupo foi de R$ 4.094,50 e a seleção ficou a cargo da Fundação Carlos Chagas.

Aline Viana e Flávio Fernandes/SP

Veja também:

Níveis médio e superior: Senado Federal aprova cargos para os TRTs de SP e MA

Ministério Público/RJ: concurso de 175 vagas deve ser aberto até outubro

+ Resumo do Concurso São Paulo

São Paulo
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Saúde, Educação, Operacional, Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

31/05/2012 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas