Tudo Sobre

Concurso Educação

Três instituições somam 1.338 vagas aprovadas

Estão previstos diversos postos na SME, na Unesp e na Famerp. Os projetos de leis que solicitam a criação dos cargos receberam aprovação no último semestre



Redação
Publicado em 21/01/2011, às 09h54

O ano de 2010 deixou indícios que apontam a área de educação como uma das grandes responsáveis por aquecer o setor de concursos, em São Paulo, nos próximos meses. Entre os projetos de lei aprovados no semestre passado, destacam-se os que criam vagas na Secretaria Municipal de Educação (SME), na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) e na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). Ao todo, os órgãos somam 1.338 oportunidades que contemplam diferentes postos de trabalho. Confira, a seguir, os detalhes sobre as seleções previstas.

SME – A Secretaria Municipal de Educação está autorizada a realizar dois processos seletivos: um com 354 chances de professor (de ensino fundamental II e médio) e outro para preencher 39 ofertas de especialista em informações técnicas, culturais e desportivas de nível 1.

O concurso voltado à carreira de docente prevê a contratação de profissionais para as disciplinas de biologia, ciências, educação artística, educação física, física, geografia, inglês, língua portuguesa, matemática e química. Recentemente, o presidente do Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo (Aprofem), professor Ismael Nery Palhares Junior, informou ao JC&E que a publicação do edital poderá ocorrer em breve, pois a SME já convocou os aprovados na última seleção. “Nós estamos trabalhando com a expectativa de que a prova aconteça por volta de março”, revelou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla), espera-se que os membros da comissão organizadora do processo seletivo se reúnam em breve para definir os detalhes referentes ao edital.

A criação de vagas para o cargo de educador físico foi aprovada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, em dezembro de 2010. Para exercer a função de especialista em informações técnicas, culturais e desportivas de nível 1 será preciso ter curso superior de educação física ou bacharelado em esportes, além de registro no Conselho Regional de Educação Física (Cref). Os contratados desempenharão as suas atividades nos Centros Educacionais Unificados (Céus).

    

O vencimento inicial oferecido a quem ocupa o posto é de R$ 1.838,11 e corresponde a uma jornada de 40 horas semanais. Os colaboradores desenvolverão treinamentos especializados em modalidades esportivas e de lazer para os públicos interno e externo; cursos, palestras e atividades de orientação, educação corporal e reciclagem; e treinamento profissional nas áreas de atividades físicas, desportiva e de lazer.

O concurso ficará sob a responsabilidade da Sempla, que disse não haver previsão para o lançamento do edital e que a comissão organizadora ainda será formada.

Unesp – Em 28 de dezembro do ano passado, o Diário Oficial do Estado de São Paulo divulgou a promulgação de um projeto, realizada pelo então governador Alberto Goldman, que cria 600 oportunidades na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. As chances serão destinadas à carreira de professor assistente-doutor. Do total de ofertas, haverá 550 em regime de dedicação integral à docência e à pesquisa (RDIDP), 40 em regime de turno completo (RTC) e dez em regime de tempo parcial (RTP).

Os editais específicos com os cargos disponíveis deverão ser publicados pelas diversas unidades de ensino, que definirão as áreas onde os professores atuarão, os pré-requisitos e as remunerações. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Ensino Superior, as vagas (previstas na lei complementar 1.129/2010) serão preenchidas de forma gradativa e também poderão servir para reposições de quadro.

Os campi da universidade estão localizados na capital paulista e em 22 municípios de todo o Estado, entre eles Araraquara, Bauru, Ilha Solteira, Presidente Prudente, São José dos Campos, São Vicente e Sorocaba.

Famerp – O projeto de lei nº 1.130, de 27 de dezembro, cujo texto constitui o quadro de pessoal técnico e administrativo da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, também foi promulgado, assim, fica estabelecido que todas as oportunidades de empregos públicos devem ser preenchidas mediante a realização de concurso.

Para o quadro de pessoal permanente da instituição ficaram definidas 345 chances: 140 de auxiliar de serviço administrativo; 93 de técnico de serviço acadêmico; 65 de analista de serviço acadêmico; 43 de analista de serviço administrativo; e quatro para as funções de técnico em saúde do trabalhador e especialista em saúde do trabalhador 1 e 2.

Os profissionais serão contratados gradativamente, em regime celetista, e terão direito a benefícios como ajuda de custo, diárias, gratificações e outras vantagens previstas em lei.

Os cursos oferecidos pela faculdade, atualmente, são os de nível superior (medicina e enfermagem); e pós-graduação dos tipos lato senso/especialização (em áreas como neurociência e reabilitação, alimentos funcionais e psicologia do esporte) e stricto senso/mestrado e doutorado.

Flávio Fernandes/SP

Veja também:

Polícia Federal: órgão pretende lançar editais neste semestre

Bombeiros/DF: concurso com 356 vagas será aberto até junho

+ Resumo do Concurso Educação

Educação
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: SP

+ Agenda do Concurso

21/01/2012 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas