Tudo Sobre

Concurso DPU

Defensoria aguarda aval para abrir novas vagas

Órgão já solicitou ao Planejamento 1.500 chances para seu quadro administrativo. Também há negociação para criar 600 novos cargos de defensor público federal.



Redação
Publicado em 22/12/2010, às 15h53

2011 poderá ser sinônimo de novas vagas na Defensoria Pública da União (DPU). De acordo com informações confirmadas pela assessoria de imprensa da instituição, foram solicitadas ao Ministério do Planejamento (MPOG) 1.500 vagas para o quadro administrativo da DPU. Estas oportunidades serão divididas em duas carreiras, sendo mil para analista de assistência jurídica (nível superior) e 500 para técnico de assistência jurídica (nível médio). Segunda a assessoria, as futuras chances deverão ser distribuídas por todo o país.

Vale lembrar que, só após o aval do Planejamento, pasta que será comandada por Miriam Belchior no governo de Dilma Roussef, é que a DPU poderá lançar, de fato, o processo seletivo.

Além destas 1.500 chances para o setor administrativo, a DPU também encaminhou pedido ao Governo Federal para criar 600 novas vagas de defensor público federal, cargo que exige bacharelado em direito, inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e experiência jurídica mínima de dois anos.

Se a solicitação for atendida, o Governo Federal deverá transformar o pedido em projeto de lei,  o qual será encaminhado para a análise do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal). Se aprovado no Congresso, o PL seguirá, então, para a sanção da Presidência da República e, só a partir daí, é que a defensoria poderá realizar a seleção para preencher tais vagas.

Concursos anteriores – No início deste ano, a DPU publicou edital com 311 vagas de níveis médio e superior para seu setor administrativo. As chances eram para agente administrativo, analista administrativo, contador, economista, jornalista, entre outras carreiras. As remunerações oferecidas corresponderam a R$ 2.299,42 para nível médio e R$ 3.532,95 para nível superior.

Sob a responsabilidade do Cespe/UnB, os concorrentes enfrentaram prova objetiva com questões de conhecimentos básicos e específicos. Independente do cargo escolhido, a avaliação de conhecimentos básicos trouxe perguntas sobre as disciplinas de português, noções de informática, legislação relacionada à Defensoria Pública, direito constitucional e direito administrativo.

A DPU também promoveu, quase simultaneamente, seleção para 134 ofertas de defensor público federal. O salário, como constava no edital, era de R$ 14.549,23.  Este concurso também foi organizado pelo Cespe/UnB. Os candidatos passaram por exames objetivos, discursivos, orais e de títulos.

Talita Fusco/SP

Veja também:

Valec: concurso deverá oferecer cerca de 1200 postos

MP/SP: órgão fará seleção para 58 vagas de analista

+ Resumo do Concurso DPU

DPU - Defensoria Pública da União
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

22/12/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas