Tudo Sobre

Concurso DPU

Órgão muda o prazo para lançamento de edital

O documento está previsto para ser publicado entre o final de março e o início de abril



Redação
Publicado em 18/02/2010, às 14h09

Em janeiro deste ano, a Defensoria Pública da União (DPU) informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que o edital de um novo concurso poderia ser divulgado na segunda quinzena de fevereiro, mas o prazo foi retificado nesta semana. De acordo com a assessoria, o órgão pretende lançar o documento no final de março ou no começo de abril. Haverá 311 oportunidades para o Plano Geral do Poder Executivo (PGPE), distribuídas em diversas funções.


A expectativa da Defensoria era de que os exames ocorressem em abril e que os aprovados fossem nomeados até junho, mas, com a mudança na publicação do edital, as datas que estavam previstas também serão remarcadas.


Ainda não se sabe qual empresa ficará responsável pelo processo seletivo, mas a DPU já elabora os detalhes referentes à seleção.


Vagas – Do total de chances, 241 serão destinadas a candidatos que possuem o nível superior completo. Para esta escolaridade, a distribuição dos cargos ficará da seguinte maneira: analista técnico administrativo (88), técnico em assuntos educacionais (30), assistente social (20), economista (20), sociólogo (20), técnico em comunicação social (20), contador (18), arquivista (10), bibliotecário (10) e psicólogo (5). As 70 ofertas restantes estarão reservadas ao posto de agente administrativo, cuja exigência é ter o nível médio completo.


Remunerações - Os profissionais que exercerem carreiras de nível superior poderão ter um salário inicial de R$ 3.532,95. Aos que atuarem como agente administrativo (nível médio), o vencimento previsto é de R$ 2.299,42.


Autorização – Em 17 de dezembro de 2009, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) divulgou, no Diário Oficial da União, a portaria que autoriza o concurso. Segundo o texto, os contemplados substituirão 319 trabalhadores terceirizados que se encontram em desacordo com a legislação vigente.


Legalmente, os contratados farão parte do quadro de servidores do Plano Geral do Poder Executivo, mas atuarão nas unidades que a Defensoria Pública da União possui em todos os Estados do país.


Seleção anterior – No último dia 3, o órgão encerrou as inscrições do processo seletivo que disponibiliza 134 oportunidades de defensor público federal. Para se candidatar às vagas era preciso ser graduado em direito, estar inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e ter experiência de no mínimo dois anos em atividade jurídica até a data da posse. A remuneração inicial oferecida correspondia a R$ 14.549,53 e a taxa de inscrição custou R$ 120.


Flávio Fernandes/SP


Veja também:


STM: projeto de lei com 132 vagas tramita na Câmara


Previc: diretor confirma seleção para 100 oportunidades

+ Resumo do Concurso DPU

DPU - Defensoria Pública da União
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

18/02/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas