Tudo Sobre

Concurso Educação

Editais para Educação sairão em breve

Concurso para Secretário de Escola e Supervisor de Ensino promete salários de até R$ 2.394,21



Redação
Publicado em 10/01/2008, às 15h28

Os concursos para Secretário de Escola e Supervisor de Ensino da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo devem ser publicados a qualquer momento. Entramos em contato com Assessoria de Imprensa do órgão, questionando uma data estimada para a divulgação dos editais, mas o órgão se limita a dizer que a data não está definida e que, assim que o documento for publicado tomaremos conhecimento. Com isso cresce a expectativa entre candidatos e cursinhos preparatórios, já que a própria Secretaria vinha informando que o edital seria publicado em dezembro. 

O nome da empresa que será responsável pelo planejamento e execução do concurso também não está confirmado pelo órgão, mas conforme o JC&E vinha divulgando, um fonte-extra oficial aponta a Fundação Carlos Chagas como a escolhida, o que também teremos que aguardar. 

O concurso contará com 2.917 vagas, sendo 2.545 de Secretário de Escola, cargo que exige dos candidatos o ensino médio. O salário passou de R$ 778,43 para R$ 878,97, ou seja, um aumento de 12,9% no valor de sua remuneração, em função de um ajuste de R$ 100,54, com a instituição da Gratificação de Função. 

No caso do Supervisor de Ensino, são 372 vagas. Os candidatos deverão possuir o ensino superior e contarão com salário que, de R$ 2.061,65, saltou para a casa de R$ 2.394,21, ou seja, aumento de R$ 332,56. O acréscimo foi de 16,1% em função da inclusão da Gratificação de Representação. 

Provas

Uma fonte importante do JC&E na área de Educação disse que, no caso de Supervisor de Ensino, grandes mudanças deveriam ser notadas na exigência da parte pedagógica. As possibilidades, segundo a fonte, são de que os autores exigidos no concurso de Diretor de Escola (realizado no início deste ano) possam ser repetidos para a função. Já no caso de Secretário de Escola, o concurso deverá contar com prova objetiva sobre Português, Matemática, Legislações Estadual e Federal, Informática e Conhecimentos Gerais.  

Na ocasião, em entrevista ao JC&E, o professor Hugo Duarte confirmou que também acredita nestas mudanças. “Acho que é praticamente impossível que no próximo concurso para Secretário de Escola não sejam incluídos no programa Conhecimentos Gerais, e Informática”, afirmou. O professor ainda vai além e comenta que na parte de Conhecimentos o ideal é que se exigisse do candidato “Atualidades”. “Seria perfeito que o concurso exigisse como Conhecimentos Gerais assuntos contemporâneos, pois é necessário profissionais mais bem informados e com bom nível cultural. Na verdade eu não diria nem nível cultural mas, sim, com um maior nível de participação na sociedade”, completou Duarte. “Exigir Informática e Conhecimentos Gerais é mais que uma obrigação da Secretaria, pelas próprias mudanças pelas que nossa sociedade vem sofrendo”, enfatizou. 

Outro ponto comentado pelo professor diz respeito à forma de avaliação, já que, para ele, a inclusão de prova dissertativa de redação para este e todos os cargos que compõem o quadro de funcionários do órgão é imprescindível. “Acho absurdo que não seja exigida, não só para Secretário de Escola como para todos os cargos da Secretaria, a prova dissertativa de redação. Seria perfeito que fosse incluída, seguindo a tendência da prova do Enem”, explicou Duarte. Para ele acaba sendo, também, uma forma de obter profissionais mais qualificados. “A redação é uma forma de selecionar melhor os candidatos, já que muitos têm medo quando se fala em ‘redação’ e acabam até desistindo de prestar o concurso por conta disto”, completou. 

Já no caso de Supervisor de Ensino, deverá haver muitas mudanças na exigência da parte pedagógica. É provável que os autores exigidos no concurso de Diretor de Escola, realizado no início deste ano, possam ser repetidos para Supervisor. 

O concurso deverá ser composto de provas objetiva e dissertativa sobre as Legislações Federal e Estadual e a parte pedagógica mencionada anteriormente. 

O professor Duarte também parte da mesma opinião em relação ao programa do concurso para a função de Supervisor de Ensino. “Acredito que o programa de Supervisor seja muitíssimo parecido com o de Diretor”, finalizou. 

Como dicas de estudo Duarte aconselhou os candidatos de ambos os cargos que se dediquem à parte de Legislação, pois são muito específicas e compreendem a maior parte das provas. “O candidato deve se dedicar à Legislação, se baseando no último concurso, pois é a matéria mais pedida na prova”, concluiu.

+ Resumo do Concurso Educação

Educação
Vagas: 89
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário: De R$ 878,97 Até R$ 2394,21
Organizadora: www.dinamicaconsultoria.com.br
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

09/01/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas